Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Quem conhece o Botafogo, ama o Botafogo


Já disse e repito aqui: a FraPress não é uma instituição. Não é o Lance!, não é O Globo, não é a TV Globo, embora na maioria desses casos seus donos ou diretores torçam pelos comuns. A FraPress são células isoladas nas redações que agem individualmente ou em grupo.

A capa do lance! de hoje é mais uma prova de que ainda há salvação. Por mais que tentem criar suas armadilhas e botar as manguinhas de fora, a FraPress é sempre desmobilizada por um editor ou um repórter de pés no chão e cumpridor dos seus deveres.

29 comentários:

Fabio Medici disse...

PC, olha o que o Vitinho disse sobre sua saída do Botafogo:
"– Tinha pedido um aumento, mas o clube falou que não poderia dar. E depois que o CSKA chegou, eles me ofereceram muito mais do que eu havia pedido. E o que eu tinha pedido não era muita coisa, mas me ofereceram uma fortuna. Como vou entender? Pedi algo, e não tiveram para me dar, mas depois tinha muito mais. Então tinha e não queriam dar. Foi o que me levou a ficar triste."

A diretoria foi míope e não quis segurar o garoto ou aumentar a multa.
E o rapaz foi xingado...
vai entender...

cachorrosuavida disse...

Cara, acho que a Flapress é uma instituição sim. E não meros maus profissionais isolados. Creio até que os citados maus profissionais sejam poucos, e que a maioria dos jornalistas é pressionada pelos editores para fazerem matérias tendenciosas.
São inúmeros os exemplos de tentativa de manipulação dos leitores retratadas neste blog e em outros (Mundo Botafogo, AQUI POSSA, etc), como são coisas que acontecem reiteradamente e sempre estrategicamente nos momentos oportunos (Botafogo bem, matéria negativa, framerda mal, pesquisa de torcida), não podem ser frutos da incompetência e má fé de poucos. Acho que são ordens vindas de cima. Lembram do vídeo do Rizível Rizek falando que o BFR é mal visto pela imprensa? E da chamada que deram nele? O cara ia meter o pau na flapress, mas veio a ordem de cima e ele mudou de assunto.
Ademais, não creio que poucos jornalista tendenciosos sejam suficientes para fabricarem as duas maiores torcidas do país. Sim, mulambada e gambazada foram fabricados. É claro que as torcidas não poderiam ser iguais, uns teriam mais, outros menos torcedores, mas a desproporção dos gambas do rio e dos mulambos paulistas frente aos demais é surreal, ainda mais se levarmos em conta que esta desproporção não está respaldada em títulos, podem até ter mais, mas não muito mais que os outros.
Se é certo que em número de “conquistas” deles possa ser maior atualmente, antes disso já eram os mais povudos. E como explicar isso? Porque nos anos 70 o menguim já era o mais popular se estava atrás dos outros trê do RJ, e porque o gambá é o mais popular se até hj tem menos títulos importantes que os outros três de SP? Simplesmente mídia. A mesma mídia que faz um Michel Teló da vida fazer mais sucesso que um Zé Ramalho, que um Engenheiros do Hawaii, etc, etc, etc.
Por fim, o fato de ter apenas dois times com grande torcida é flagrantemente mais lucrativo para a Globo. Será mais fácil fazer a cobertura, terá que gastar menos com os direitos de transmissão, além da certeza da audiência. Por isso a Globo tenta diminuir o Botafogo e outros clubes, e enaltecer seus queridinhos.


Abraços!

Marcos Paret disse...

Enfim amigão alvinegro, mídia faz de coisas que grasnam como Beyonce ou Justin Timber não sei o que serem mais populares e, aos olhos de jovens incautos, mais importantes do que lendas como CCR ou Roger Waters.

Pesquisem.

Além do mais, ser bajulado é, infelizmente, um dos maiores males da humanidade. Não há quem não goste. É o maior veneno que conheço para a alma.

Você já viu como os bajulados e adulados torcedores dos povudos ficam com um errinho de juiz contra eles?

Carlos Henrique disse...

A coisa funciona mais ou menos assim, em uma hipotética competição, vamos dizer no remo, dois atletas, um do Botafogo, ou qualquer clube que incomode, ou outro do Flamerda.

Competição só com os dois atletas, e o do Botafogo vence, e o do Flamerda perde. Manchete no dia seguinte:

Atleta do Mengão é Vice-Campeão

subtítulo:
Na mesma competição, atleta do Botafogo chegou em penúltimo lugar.

É assim que funciona. Sem mentiras, só uma apresentação tendenciosa da realidade, que só faz desinformar.

Abraços.

Marcos Paret disse...

E o Juninho Fabio, saiu daquela maneira, deixando o clube à própria sorte para ir para os Estados Unidos porquê?

Por causa do clima?

cachorrosuavida disse...

É verdade, funciona assim mesmo. Lembro uma vez em que o Botafogo empatou com um pequeno no carioca, e o título da matéria sobre o jogo foi: "Botafogo tropeça..."

Na rodada seguinte o urubu também empatou com um pequeno, e o título foi "Flamengo arranca empate heroico".

Mais tendencioso impossível.


abraços!




Fabio Medici disse...

Paret,
não vi torcedor chamando-o de mercenário, mandando pra PQP ou ameaçando a esposa dele.
Aliás, ele continua sendo o "reizinho de São januário"...
Já o Vitinho...

eduardo schiefler disse...

PC, o Seedorf falou que só jogou 4 anos no Milan ?

Marcos Paret disse...

O que consta é que, exageros à parte no caso do Vitinho, a imagem que ficou em relação ao caso do Vasco não foi boa, mais ou menos parecido com o que ocorreu com Autuori.

O grande problema é que nos dois casos, procurou-se desculpas tipo 'avisaram que seria assim'.

Ou vi um dos mais notórios vascaínos da mídia, Jorge Nunes, desabafar de forma até estranha para um jornalista, quando Autuori foi para o SP e, perdendo a primeira, o Vasco venceu aqui no Rio o Flu com a volta do Juninho.

Todos saem desta forma dos seus clubes aos brados e Juninho não foi diferente, Renato Abreu no menguitinho também não.

Faltou pão meu amigo, a frase popular já explica tudo.

As expressões usadas não mancham o momento alvinegro e, veja, até na tal falta que o atleta ia fazer ficaram na poeira. Hoje, para provar que estava mesmo certo, Vitinho teria que se encolher socialmente e se ater apenas ao futebol pois do jeito que está, anda flanando pelos princípios romaristas que vaticinaram que 'calado é um poeta'.

Pablo disse...

Concordo com 90% do comentário do cachorrosuavida.

Só discordo quando ele iguala o Corinthians ao time do "Dr." Roberto.

O Corinthians hoje é beneficiado sim pelo Capitalismo mas sua torcida sempre foi a maior em São Paulo, disparado. Trata-se de um time de história e tradição.

Já o framengo sempre foi uma merda de time e clube, alçado à condição de "mais querido" e "vencedor" durante o pior momento da História do Brasil.

O framengo é um filhote de nossa sangrenta Ditadura, forjado no Jardim Botânico pela assessoria de imprensa desse regime sanguinário.

O melhor time da história do framengo foi o pior time quando comparado aos melhores dos rivais. Seus jogadores não ganharam NADA pela seleção Brasileira.

Até o FluminenC foi melhor com a tal "Máquina Tricolor", que não era grande coisa mas era melhor do que o framengo...

Abs
Pablo

Thomas Beta disse...


Citando apenas fatos deste milênio...

No que será que a imprensa ajudou o Criciúma, Santo André, Paysandu, Juventude, Paulista de Jundiaí, Sport, Atlético-PR a conquistarem títulos nacionais?

Qual terá sido a influência da mídia para a participação na Libertadores, além dos já citados, do Goiás, São Caetano, Bahia, Paraná Clube, no mesmo período?

Por que vcs não descem de vez em quando à Terra e explicam essas coisas?

Thomas Beta disse...


Pablo,

Já em 1942, o Flamengo tinha mais títulos cariocas que seu Botinha. Se gostasse de títulos divididos, teria também o Rio-São Paulo de 1940.

E a imprensa da ditadura era capitaneada pelo seu "mestre" Armando Nogueira.

Com essa sua visão aí, não dá nem pra começar uma discussão. O Paret tem umas tergiversações mais elaboradas, pode lhe dar algumas dicas.

Abs

pc guimarães disse...

A bronca é livre e o Beta Thomas. Vive num mundo de sonhos e acha que os outros é que estão fora da terra. Não acredita no óbvio. Não acredita na manipulação da FraPress. Acorda, amigo. O Framengo é o circo para quem falta pão e para os que comem brioches também.
Maria Antonieta antecipou o que viria a ser essa farsa chamada Framengo.

Reis disse...

Thomas Beta, a resposta é simples: Criciúma, Santo André, Paysandu, Juventude, Paulista de Jundiaí, Sport, Atlético-PR, não são times cariocas, ou seja, não são rivais diretos do framengo. Em uma eleição, por exemplo, os grandes partidos não tentam desqualificar os pequenos partidos, partem para o ataque aos outros grandes partidos. Entendeu ou quer que desenha?

pc guimarães disse...

E Armando Nogueira era apenas um empregado talentoso. Não mandava mais do que o patrão doutor Roberto e seus asseclas Walter Clark e Boni.

Cristian Hofman disse...

Mata-me de rir, Thomas Beta!

Esses faíscas são risíveis.


Eu acredito no TRI da copa do brasil!

SRN!

Marcos Paret disse...

Thomas. Tergiversações à parte (concordemos que esta é a SUA via), já que tanto reclamas hoje de Libertadores (e ontem de torcida, e "tresantontem" de renda e de diretoria, e de organização de clube), a Libertadores começou em 1960 e já em 1963 o Fogão estava lá.

Porquê o seu menguitinho só foi sair do bueiro e aparecer na competição 21 anos depois?

Quais medidas de tempo ou importância de títulos queres para o debate?

Aumentar a importância de um brasileiro como o de 2009 ou enaltecer eliminações toscas da Libertadores para quaisquer barangas como o Defensor e diminuir grandes embates e taças dos anos de ouro do futebol?

Trace seus parâmetros.

Daniel Victor disse...

Excelente comparacao, do cachorrosuavida, entre framengo e michel telo. Alias, excelente comentario, a altura dos grandes comentaristas que gentilmente enriquecem o blog diariamente.

Marcos Paret disse...

O próprio nick do amigo alvinegro já é um achado.

"cachorrosuavida" - Sensacional.

cachorrosuavida disse...

Pablo, não acho totalmente desarrazoado o Corinthians ser o mais popular de SP, me expressei mal no meu comentário. O que é esquisito é gambás e urubus terem torcidas muito maiores que os rivais.
Em SP, o Corinthians é o mais antigo e foi o maior vencedor nos anos vinte e trinta, na época só o palestra lhe dava testa,. O Santos antes de Pelé só conquistou dois campeonatos oficiais (1935 e 1955) e o São Paulo surgiu apenas em 1931. Ou seja, o Corinthians teve duas décadas só com um grande rival e por isso conquistou muitos torcedores. Mas depois, nos anos 40, 50 os citados clubes mais o agora Palmeiras tiveram muitas glórias e em muitas ocasiões superaram o Corinthians. Acho que em 60, 70 anos, as torcidas se equilibrariam, mas isto não aconteceu. Culpa da Mídia.
Sobre gozar do capitalismo, não vejo mal em si, se tem mais torcida tem que ter mais visibilidade, mais patrocínio, consequentemente mais recursos e com isso melhores resultados. O mal está em como estas maiorias foram construídas, com distorções, omissões e manipulações dos meios de comunicação, e não com conquistas MUITO SUPERIORES ao dos adversários.


Valeu pelos elogios galera.

Abraços!

Daniel Victor disse...

Sobre conhecer e amar o Botafogo, estou de pleno acordo.

Falando nisso, vi o Cuca exclamar com veemencia, no ultimo 'Bem Amigos', ao ser indagado, como de praxe pelos faladores da tv, qnt as boas campanhas realizadas em outros clubes, que em sua passagem pelo Botafogo soh nao foi campeao pq PASSARAM A MAO no titulo.
Todos nos sabemos disso, inclusive os mulambento, mas nao eh todo dia que a grobo/spottv se ve obrigada a fornecer a realidade/informacao que eles tanto se esforcam em esconder. Valeu Cuca!

Acordem mulambos!

Thomas Beta disse...


"... a resposta é simples: Criciúma, Santo André, Paysandu, Juventude, Paulista de Jundiaí, Sport, Atlético-PR, não são times cariocas, ou seja, não são rivais diretos do framengo..."
(Reis)

Reis,

Não entendi nada. Até hoje eu achava que Vasquinho e Fluzinho eram rivais do Flamengo, e eles ganharam as Copas do Brasil de 2007 e 2011, além do que o Flu-C ganhou os Brasileiros de 2010 e 2012. Por que a flapress permitiu isso?

Então, já que perguntou, eu quero SIM que vc desenhe.

Marcos Paret disse...

Thomas meu prezado.

Desde sempre, o tenho visto aqui no blog, invariavelmente cobrando, sempre a clamar por grandeza.

O que o incomoda? Nossa pequenês (aí alegada por vc)?


Ora, divida sua especialíssima atenção com os blog´s da Macaca, do Timbu, do Resende, do Madureira, do Audax e do Defensor do Uruguai, times igualmente pequenos.

Fica um tremendo non sense vermos quase 30% dos comentários de um blog alvinegro ser feito por alguém que torce por um troço tão importante, e que diz que isto aqui é pequeno e insignificante.

Você está pagando um micaço.

Daniel Nascimento disse...

Isso nunca será novidade para Botafoguense. BOTAFOGO = FÁBRICA DE CRAQUES.
http://globoesporte.globo.com/sp/sorocaba/noticia/2013/09/botafogo-domina-convocacoes-da-selecao-brasileira-sub-15.html

Daniel Nascimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Nascimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Nascimento disse...

Por outro lado na Gávea a historia é diferente: Porem como o botafogo também não é novidade.
http://www.lancenet.com.br/flamengo/Pressionados-clima-vestiario-crias-Fla_0_994700700.html

Thomas Beta disse...


Marcos,

Vc está inferindo. Não disse nada disso.

Essas coisas acontecem, meu caro. Um flamenguista escreve a biografia de um ídolo seu e um botafoguense escreve o melhor blog sobre o Flamengo que conheço.

Marcos Paret disse...

Ah bom.

Pensei que a sua sina aqui era (tentar) diminuir o Botafogo e, demonstrando isso, querer alardear grandeza do seu time só por ter ele quantidade que não temos (mas não ter quantidades que temos - isto, perfeitamente ignorado).

Devo mesmo ter passado estas duas ou três semanas lendo o que você escreveu de forma errada. O note aqui deve ter estado de cabeça para baixo esse tempo todo e eu não percebi, claro.

Valeu pelo esclarecimento.