Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

sábado, 28 de janeiro de 2017

Chega de brincadeira. Agora é pra valer, Botafogo

Mais um resultado pífio no Carioquinha. Dessa vez contra o modesto e fraquíssimo Nova Iguaçu, que veio pra perder de pouco e fez um gol ilegal.

Bom para fazer mais algumas avaliações.

Gattito o parece que vai segurar a barra até a volta do Jefferson. Gostei do zagueiro Marcelo e do volanta Matheus Fernandes. Marcinho e Gilson são fracos.É bom pensar em outros reservas pra posição. O Igor precisa ser melhor observado, como diriam os comentaristas. Dudu parece ter se poupado (pra ser reserva). Camilo também (pra jogar ao lado de Montillo). Mas, ao contrário do Cearense, foi bem nas duas jogadas que participou com vontade. Esse menino Patchu sei não. Parece ter as pregas presas. Desculpem a grosseria. E Sassá deve estar de sacanagem. Gostei do camaronês Joel. Vai dar funk. E o Guilherme parece ser um bom reforço pro banco.

No mais: acorda, Jair Ventura!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Tostão lembra que só duelo Botafogo e Santos é comparável ao que é hoje Real e Barça


Deu no globoesporte. Tostão jogou muito, conhece história do futebol e é inteligente. Não adianta torcedores de times comuns acharem que o futebol começou nos anos 80 e acreditar só no que a Globo divulga.

Que venha o chororô dos sentões e cia.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Camilo rouba a cena no jogo da seleção no estádio Nilton Santos

Mais ou menos 15 minutos foram suficientes pra provar uma vez mais que lugar de jogador botafoguense é na seleção. Camilo pegou na bola umas 4 vezes. Na primeira, assim que entrou, quase fez um gol. Na segunda jogou por debaixo da perna de um e comeu outro colombiano. Na terceira de um passe de letra. E na quarta um passe que quase deu em gol.

Júnior e Alan Ruschel ficaram deslumbrados. Nós, botafoguenses, já estamos acostumados.

Boa quinta para todos.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

O primeiro milho é dos pintos

Aconteceu na hora certa. E com aquelas coisas estranhas. Gol do bonde do Sousa Caveirão, ídolo framenguista, e do tal de Giovane Maranhão, que passou uma temporada comendo e dormindo no Botafogo e não joga nada. O juiz? O Índio. Conhecemos bem ele.

Vamos ao que interessa.

O goleiro paraguaio é bom. Deve dar certo. Gostei do lateral direito hoje. Essa zaga não é e não pode ser titular. O Emerson branco pode até ser reserva e o Barba pode entrar quando o time estiver ganhando. O Victor Luiz não precisa mostrar em um jogo. Tem bola.

Temos volantes de sobra. Essa posição não vai ser problema. E entre eles estão o Dudu Cearense e o João Paulo. Na meia temos Montillo e o Camilo, jogador de seleção. Pimpão e Sassá são bons nomes e o Roger é experiente e artilheiro.

De ruim? Vinícius Tanque. Esse rapaz não tem a menor condição de jogar no Botafogo.

Vamos em frente que atrás vem gente.

sábado, 14 de janeiro de 2017