Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Como Corinthians e Flamengo se parecem!


Deu no blog do Paulinho. E você não vai ver isso com destaque na Globo e nos demais veículos da Grande Mídia. CorinthiansPress e FraPress nem pensar! Obrigado pelo link, Mário.

Como esses dois times se parecem. Os mesmos métodos, os mesmos choros. Vivem se beneficiando do Sistema. Nas poucas vezes em que são prejudicados choram, ameaçam entrar no tapetão, pedem socorro a Mãe Globo...

21 comentários:

Allan Gouvêa disse...

PC, não é por que você e o Cacau são a mesma pessoa, e isso já foi provado, que os outros participantes do blog também são.
.
E estão querendo tomar o Vazião, vulgo Engenhão do foguinho, veja matéria no link abaixo:
.
http://oglobo.globo.com/carioca-2013/prefeitura-suspende-temporariamente-concessao-do-engenhao-para-botafogo-8420321
.
Algo há Pc, algo há.

Vinícius Monteiro disse...

O timaum só não vai ganhar a liberta desse ano, pois investiram toda a grana, que era pra comprar outra liberta, no Pato.

Acabaram pagando o pato, literalmente...

Mario_av disse...

Mas sempre sobra um pouco para pagar juiz. Seja como fornecedor de serviços, seja com papeletas amarelas.

PC Guimarães disse...

Framenguista querendo zoar o Corinthians por comprar títulos. Mata-me de rir. Os framenguistas estão tornando este Blog cada dia mais engraçado. Mandem mais, mandem mais.

Carlos Henrique disse...

Allan,

Cacau e Pc são a mesma pessoa?

Quer dizer que estas fotos do PC que aparecem bo blog são "fakes"?

Juro que não sabia disso.

Abraços.

Sidney disse...

Carlos Henrique, o Pc pode muito bem criar o personagem Cacau Ávila sem fotos como muitos fazem até vc também não usar fotos.

Carlos Henrique disse...

Sim Allan, digo, Sidney, mim não usar fotos.

Eu só perguntei porque o Cacau que eu conheço não se parece com as fotos do PC que vejo aqui. Logo, concluí que as fotos do PC são "fakes".

A sua foto também é "fake" Sidney? Ah, não, você também não usar fotos, quem usar fotos é o Allan.

Não sei porque fiquei com saudades dos filmes do Tarzan.

Abraços!

Sidney disse...

Carlos henrique não gosto de ficar coloquando minhas fotos na internet, tenho medo de algum torcedor do foguinho ou do próprio vasquinho, fazer montagens e também não tenho tempo para ficar processando algumas pessoas agora eu fiquei meio bolado com sua declaração de falar que conhece o Cacau, será que vc e o verdadeiro fake do Carlos Eduardo Avila ?
Espero respostas.

Sidney disse...

Carlos Henrique ou Carlos Eduardo Avila, mais uma perguntinha você tem facebook ? Adiciona o irmão rubro negro.

Carlos Henrique disse...

Allan,

Tenho um facebook, com meu nome completo, Carlos Henrique e mais sobrenome, mas quase não uso e quando o faço é basicamente para contatos familiares.

Mas tenho outro de uso constante, http://www.facebook.com/botafogo.eterno.1, usado para divulgar outro blog que participo e sou colaborador. Pode adicionar este, mesmo adiantando que não tenho irmão rubro-negro, só um vascaíno.

Abraços.

Sidney disse...

Carlos Henrique, já mandei a solicitação para você agora e só me aceita como seu amigo, mais me diga uma coisa e vc ou marcos paret que tem o Facebook ?

Observação não sou o Allan Gouvêa e sim o Sidney maior pegador de mulher aqui em Nova Iguaçu e futuramente o Narrador do Sportv ou a Globo.

Abraços.

Carlos Henrique disse...

Sidney,

O Blog é do Marcos Paret, mas eu mantenho o Facebook e o twitter (https://twitter.com/BLOGBOTAFOGOE) do blog. E também posto e comento por lá.

Já dei o aceite no Facebook. Lá terá mais uma oportunidade de virar alvinegro. Hehehehe.

Abraços.

Cacau Avila disse...

Carácoles.

Mas não era outro framenguista quem dizia que eu era Marcos Paret, aquele cara do blog do Fogão que tem vídeos maneiros?

Sidney, ao que me consta, até esta postagem, não havia feito ainda relação entre a minha pessoa e outra pessoa (Nando Reis... hehehehe).

Mas allansid mesmo é que está impagável, amigo Carlos.

_________________________________

Allansid meu ‘fio’.

Eu sou o PC Guimarães? Isto já está provado?

Você, definitivamente, não poderia torcer pelo Vasvice, pelo Frufru, pelo Mequinha, pelo Bangu (Resende então, Deus o livre né?) ou qualquer outra agremiação que não fosse o inacreditável menguitinho.

Está provado allansid?



Isto só sai barato por ser vc quem é (o link é sobre suspensão temporária allansid, ou seja, o contrato do Engenhão não foi rasgado e jamais o será. Os holofotes da mídia mundial estão aí, esqueceu?)

Sidney disse...

PQP, esse final de novela foi o pior que eu já vir na minha vida concorda amigo Cacau ?

Cacau Avila disse...

Extraído do facebook

POR ARMANDO NOGUEIRA.
________________________________

“Amar um clube é muito mais que amar uma mulher. Ao longo da vida, troquei de namorada, sei lá, mil vezes. E outras mil fui trocado por elas, mas a recíproca não está em jogo agora. Jamais trocaria o Botafogo, nem por outro clube, nem por nada, neste mundo.

Guardo até hoje, íntegro, o sentimento do primeiro encontro. Foi no minúsculo estádio de General Severiano, na tarde do dia 10 de setembro de 1944. Tinha eu acabado de chegar de Xapuri, minha terra, e estava embasbacado com a beleza da cidade do Rio de Janeiro.

O jogo era Botafogo e Flamengo.

Meu primo Carlos gosta de assistir em pé, bem no meio da arquibancada; e é aqui que já estamos os dois. O primeiro degrau de cimento fica tão perto do campo que dá até pra ouvir o respirar ofegante dos jogadores. Como eles se xingam! Nunca pensei que fosse assim.

A partida começa. A multidão, dividida ao meio, alterna silêncios e gritos de guerra que me assustam um pouco. Até agora, já se foram 15 minutos de jogo e nada de gol. Meu coração, porém, já dá os primeiros sinais de uma simpatia que não tardará em palpitar dentro do meu peito. Sei que esse time do Flamengo está cheio de craques. Meu primo vai me cantando, um por um: “aquele é o Zizinho – um monstro… aquele outro é o Jaime – joga como um príncipe… esse aí é o Pirilo”.

Do outro lado, só há um craque de fama nacional: é Heleno de Freitas. O resto é de currículo modesto. Mas, todos trazem no peito uma estrela de cinco pontas, radiosa como a luz da tarde ensolarada.

Pois se bem me lembro, foi de vê-la reluzir no peito de Heleno que se deu a revelação. Hoje, mais de meio século depois, eu me pergunto, por mera curiosidade, por que será que não escolhi torcer pelo Flamengo? Afinal, o Flamengo já era o time mais querido do Rio. Dava – pra usar uma expressão mais moderna – dava ibope torcer pelo Flamengo. Tinha acabado de sair bicampeão carioca. Era certeza de alegrias pela frente. E, no entanto, eu preferi trocar o certo pelo duvidoso. Em nome de que idéia? Por que o Botafogo da estrela solitária simbolizada em Heleno e não o Flamengo de Zizinho, de Biguá, de Pirilo – uma soleníssima constelação de craques?

Afinidades eletivas, meus amigos. Coisas do coração. Mistérios da alma. Premonição, talvez, pois, no final do jogo, o Botafogo daria a volta olímpica saudando a sua torcida. Tinha goleado o Flamengo, ganhando de cinco a dois. Heleno marcou dois belos gols, um deles de cabeça. Uma testada bíblica!


CONTINUA NO PRÓXIMO COMENTÁRIO.

Cacau Avila disse...

CONTINUAÇÃO...


Nascia, ali, uma simpatia de mão única, pois o Botafogo nem sabia da minha reles existência. Não sabia, nem precisava saber. O futebol é assim: desperta na pessoa um sentimento virtuoso que transcende a amizade, que vai além do amor e culmina no santo desvario da paixão. Tem de tudo um pouco, porém, é mais que tudo. Torcer por uma camisa é plena entrega. É mais que ser mãe, porque não desdobra fibra por fibra o coração. Destroça-o de uma vez no desespero de uma derrota. Em compensação, remoça-o no delírio de uma vitória.

O Botafogo tem tudo a ver comigo: por fora, é claro-escuro, por dentro é resplendor; o Botafogo é supersticioso, eu também sou. Quantas vezes, vi o roupeiro Aloísio sair dando nós nas cortinas da sede imperial pra amarrar as pernas dos times visitantes, em General Severiano. E eu acreditava piamente nos trunfos do feiticeiro Aloísio. Dava-lhe força pra que os sortilégios do futebol não traíssem o Botafogo.

Houve uma partida em que o Botafogo perdia de um a zero. Carlito Rocha, o grande bruxo da história do clube, me perguntou quanto tempo ainda restava de jogo. Meu relógio estava parado. Começou a esbravejar comigo. Gritava que a desgraça do time estava ali, no meu relógio. Relógio parado dá azar. Arrancou do meu braço a pulseira e jogou fora, com relógio e tudo. Era um reles “patek-cebola”. No dia seguinte, Carlito me daria outro, de presente. Igualmente reles, mas, pelo menos, funcionando.

O Botafogo é bem mais que um clube – é uma predestinação celestial. Seu símbolo é uma entidade divina. Feliz da criatura que tem por guia e emblema uma estrela. Por isso é que o Botafogo está sempre no caminho certo. O caminho da luz. Feliz do clube que tem por escudo uma invenção de Deus.

Estrela solitária.

O Botafogo sempre oscilou entre Heleno de Freitas e Garrincha: pássaro de fogo, pássaro de luz; um era glória e tormento, o outro, humor e encantamento. Heleno era impiedoso como a ironia, que fere; Garrincha era límpido e generoso, como o riso, que conforta. Entre os dois jogadores, cujos tempos míticos se somam, e se eternizam, nasceria também para a perpetuidade alvinegra, um craque magistral.

Um dia, consumido de saudades botafoguenses, escrevi um breve poema sobre Nilton Santos. Quanta majestade no trato de uma bola! O moço jamais fez um truque com a bola. Só fazia arte. Nilton não era um jogador de futebol, era uma exclamação. Tu em campo parecias tantos/ E, no entanto – que encanto – eras um só: Nilton Santos.

O torcedor do Botafogo tem um coração repleto de memoráveis cintilações: convivem, na mesma estrela, dribles insondáveis de Garrincha, passes impressentidos de Didi, antevisões de Nilton Santos, cismas de Carlito Rocha e gols, muitos gols, de Heleno de Freitas, cada um mais épico que o outro.

O Botafogo sou eu mesmo, sim senhor! ”

(Armando Nogueira)

Sidney disse...

Pc, esta no facebook também sobre os micos dos times Paulistas na Libertadores.

O São Paulo foi eliminado com Ganso.
O Palmeiras foi eliminado com Frango.
O Corinthians foi eliminado com Pato.

Gustavo Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gustavo Menezes disse...

Boa tarde a todos. Transcrevo comentário postado anteriormente:
A visão distorcida dos fatos alimenta o bolso dos que estão no poder. Seja do país, seja da religião, seja da mídia e até mesmo dos nossos clubes. O que estes bobos de plantão precisam saber é que, embora este timeco forjado seja realmente o clube de coração da família Marinho, o maior interesse não é a grandeza e honra com méritos do mesmo e sim aumentar e manter uma gorda e manipulável fatia dos consumidores.Grande abraço.

Cacau Avila disse...

Decerto Gustavo.

Não por isso, os narradores menos desqualificados vão todos para S. Paulo, haja vista o poder econômico do interior daquele estado.

Isto já é claro para muitos faz tempo.

Mas o Botafogo irá, de novo, revolucionar o futebol. Fizemos em 57 e faremos de novo.

Cacau Avila disse...

PC.

CONTADOR DE VISITAS.

Tranquilidade meu amigo.

Certamente, o seu contador pertence a site externo e assim, qualquer manutenção feita no site que necessite a interrupção do fornecimento do código, causa este tipo de problema.

O lado ruim disso tudo é que quando o counter é reativado, parte do ponto em que parou quando da interrupção, ou seja, as milhares de visitas do período (aqui num blog popular como o seu) não são recuperadas.