Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Tem clubes que têm passado, tem outros que têm mera lembrança

A produção de reportagens sobre os jogos do Glorioso na Libertadores tem mostrado aos comuns, manipulados e torcedores de times de bairro formados pela TV a razão do apelido de GIGANTE DAS AMÉRICAS. A matéria do Lance! de hoje é apenas mais uma comprovação disso. Mas vamos com humildade para o Chile. É apenas mais um jogo na história do mais conhecido e admirado fora do Brasil.



14 comentários:

Thomas Beta disse...


Puxa, PC, penso que seria melhor não falar dessa Copa de 1962 neste ano de Copa aqui. Vai que algum jornalista sério inventa de recontar a vergonha que foi aquele mundial.

Mundial de dois continentes, vá lá, mas era sim a Copa oficial da FIFA.

Que belo time tinha a Espanha, de Di Stefano e Puskas (do Real Madrid, campeoníssimo da década), favoritíssimo ao título.

Só se esqueceram que um time não pode vencer um Governo.

E aí, Paulo Machado de Carvalho (CBD era governamental), João Goulart e Tancredo Neves, se valeram de todas suas armas...

Valeu até subornar e esconder o bandeira Esteban Marino, que viu a agressão do Garrincha. Curiosamente, o Marino ganhou um cargo na Federação Paulista pouco depois. Êita sujeira...

O jogo com a Espanha é melhor nem comentar. Foi o assassinato do futebol-arte.

Penso que o quanto menos se comentar dessa 'conquista' governamental até a Copa, melhor. Que tal?

Thomas Beta disse...


Quando falei em jornalista sério, este 'sério' é quase sinônimo de estrangeiro.

Isso porque, convenhamos, o jornalista brasileiro é uma vergonha mundial.

Hoje, no futebol, está um pouquinho melhor, mas antigamente era de matar!

Era futuro diretor de jornalismo da Rede Globo dando apelido de 'Enciclopédia' a jogador do 'seu' time...

Era fundador da Rádio Globo dizendo que 'seu' jogador 'inventou' chute da folha seca...

Era o Sandro da Mentirinha dando banho (acreditem!), remedinho pra ressaca e levando 'seu' jogador para o treino...

Eram jornalistas apelidando de 'Furacão' um mero atacante de boa conclusão (uma espécie de precursor do Chulapa)...

Carvalho... é o time dos jornalistas! Principalmente da Globo, mas também no JB eram maioria, todo mundo sabe!

E é por isso que até hoje falam mais dos jornais que do jogo.

Assumam logo essa baranga da Globo! Tenham vergonha! Porque gostam tanto de renegar quem mais fez por vocês (O Túlio é a vítima mais recente)?



"O povo escolheu a Globo, isso é globalização."
(Hélio De La Peña)

pc guimarães disse...

Pirou de vez.

pc guimarães disse...

Pau no Jango! No Sandro! No Saldanha! Saudades da Ditadura que fez o Framengo crescer?

Thomas Beta disse...


PC está de parabéns pela inclusão de textos do Carlos Eduardo Novaes em seu blog.

Um pouco de lucidez por certo não irá matar o espírito fantasioso e a oposição ao mundo real, que tornam este blog tão divertido.

O Novaes é deste planeta e certamente não embarcaria em certas verdades alternativas que borbotam por aqui, o que não torna seus textos menos interessantes.

Como sabedor de que o Flamengo tem muito mais torcida desde muitas décadas antes da Globo e seu jornalismo Nogueirense, e de que o buraco é mais embaixo, mandou esta pérola um dia desses...


"No dia em que o Botafogo tiver uma torcida do mesmo tamanho vai receber o mesmo tratamento. Mas para isso precisa de títulos! Títulos que se ganha com garra, união e vontade de vencer, algo que tem faltado ao nosso Glorioso."
(Carlos Eduardo Novaes)


Novamente, parabéns aos dois!

Pablo disse...

Esse nahabeta é um pândego.

Enquanto isso o Gigante das Américas paralisa o Chile...

http://www.lancenet.com.br/botafogo/Imprensa-chilena-respeito-Botafogo-Miete_0_1091290885.html


Abs
Pablo

Marcos Paret disse...

Pronto.

Basta uma (mais uma) demonstração do prestígio inabalado e da estatura do Glorioso de General Severiano num post e nem precisaria publicar o comentário.

O primeiro chororô é sempre do Thomas.

hahahahaha


'Los pequenos no sorpreenderão'.

kkkkkkkkk

Marcos Paret disse...

Então nobre PC, manda mais essa aí na veia dolorida menguitista.


http://www.lancenet.com.br/botafogo/Imprensa-chilena-respeito-Botafogo-Miete_0_1091290885.html


Chupa periferia do futebol!

Cristian Hofman disse...

A ditadura nao fez o Fla crescer, ocorre que o clube soube se impor em um periodo de fragilidade da democracia.
Me preocupo com a distorcao dos fatos por parte daqueles que vivenciaram a epoca de chumbo.

pc guimarães disse...

Mestre Novaes é um gentleman. E Thomas Beta apenas reconhece a imparcialidade deste Blog que só publica verdades.

Fanático pelo Botafogo disse...

Seus textos são espetaculares e a prova disso é que até flamenguistas vem aqui pra dar uma bisbilhotada e é claro fazer umas piadinhas que realmente nos fazem rir e bastante até.

Abraços, Pedro Vinícius.

End Zone disse...

Se dependesse de Vasco, Fla e Flu, a seleção brasileira teria a mesma reputação de uma Bolívia.

Se os torcedores de times comuns lessem mais este blog, imparcial como poucos, não cometeriam o acinte de tentar, ainda que em vão, desmoralizar um clube que serviu a sua pátria como poucos.

Deveria estar na lei: toda convocação tem que ter um jogador do Glorioso.

E sobre o fato de Jefferson ser reserva daquele goleiro aposentado em atividade no Canadá, prefiro nem me estender.

Grande abraço, mestre.

Marcos disse...

Como é o negócio? Quer dizer que João Goulart e Tancredo Neves compraram os chilenos, que até hoje fingem que ficaram encantados com Garrincha?

Marcos Paret disse...

End Zone


Dependendo destes 3, O NOSSO FUTEBOL ERA CONHECIDO COMO O DO COMPLEXO DE VIRALATAS (procure no Google que tem muita matéria sobre isto).


Quem mudou tudo foi João Saldanha, capitaneando a nossa diretoria em 56 na compra do passe do Didi e na montagem do time supercampeão de 57, claro, a base que foi à Suécia e, mais tarde, ao Chile.

O resto é chororô da periferia do futebol.