Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Chororô flamenguista agora é por causa de Zico


E não é só chororô. É a eterna vontade de aparecer às custas dos outros e querer incluir Zico entre os foras de série do planeta. Eu também não aguento mais esse assunto. Mas eles insistem.

Tá dando no lancenet.

47 comentários:

Cacau Avila disse...

Mas é muito "desavergonhamento" misturado a uma bixisse sem par.

Vão à justiça tirar as bolinhas de um (as da Taça).

Agora querem as bolas (os gols) do outro.

Meu Deus! Aonde isso vai parar?

Alô Jean Wyllys! Manda segurarem a franga por lá senão fica feio, nobre deputado.

Allan Gouvêa disse...

Tá aí uma boa comparação, o Pc e os demais torcedores do pequeno foguinho, insistem em dizer que o Zico não ganhou uma Copa do Mundo, é fato, porém Zico atuou nas seleções e no time que encantou o mundo na década de 80. Fosse assim, o Messi não poderia ser considerado um dos melhore jogadores de todos os tempos, falta a ele uma Copa do Mundo.
.
Aliás, Ibra, Cristiano Ronaldo, Van Basten, Falcão, Baggio, Balack, Figo entre outros, não podem ser considerados jogadores fora de série, nunca ganharam uma Copa do Mundo.
.
O Zico e todos os outros jogadores que eu citei, tem mais história, títulos e são maiores que o foguinho.
.
SRN

Cacau Avila disse...

Aaaaaôôô allansid!

Ninguém encanta o mundo chorando para o juiz que estão lhe batendo muito (copa de 82) ou então tendo a sua chupetinha denunciada (copa de 86).

E ainda foi para a Itália "encantar", ou seja, sair encantada com as roupas da empregada do clube para não ser preso.

Acorda aê!

E eu posso contar tantas histórias quanto as pantomimas escritas pelo allanzinho, tenho mais argumentos do que o allanzinho, meu clube é mais conceituado do que o clubeco do allanzinho, meu pau é maior....... (é allan?).

Muda o discurso aê, garoto. Você está num monólogo consigo mesmo que o tem deixado no limbo aqui nas discussões.

Faz o seguinte: vai colando aí que vou ver outros comentários, ok?

Zé do Rádio disse...

Ah PC, de novo....

tudo bem, nós já entendemos que vc não tem nada para falar do glorioso e que não quer falar do mundial do timão, tudo bem, é um direito seu...

Mas ficar com essa histórinha de defamar esse ou aquele jogador que teve a sorte de não jogar no glorioso de 69 a 89, que segundo as sábias palavras do Cacau, estava em estado de imbernação, rsrsrsrs, já perdeu a graça. Que papinho mais furado;....

Sabemos que seu lado marketeiro fala mais alto, e como falar do mengão é ipobe na certa, o blog da uma bombada e tu gatante o leite das criânças... Mas não da para falar de outro time pelo menos.... sei lá inventa ai uns factóides do fogão... vai da certo...

Cacau Avila disse...

Desculpe Zé. Nem chega a ser relevante mas como podem dizer que falei o que eu não disse, não falei que estávamos nisso aí ok?

Já quanto ao chupetinha, não é o blog quem levanta estes assuntos: são vocês mesmos..

NÃO É.. Blog´s alvinegros reclamam junto à Fifa sobre recordes do biscoiteiro chupetinha...

MAS SIM

menguinho quer choramingar pelo seu único jogador que tentaram fazer valer.

Allan Gouvêa disse...

O Cacau como sempre fazendo textos sem contextos, ninguém entende nada, e ele não tem nenhum argumento pra falar do foguinho, mas eu entendo, segundo o PC (o dono do cérebro do Cacau) títulos não são importantes, futebol é uma apresentação artística.
.
Zé do Rádio, vou ligar pro Bandeira, vou comentar com ele sobre a melhor dupla de marketing do Brasil, Pc e Cacau, os caras amam o Flamengo mais do que qualquer um, o Pc só sobrevive do Flamengo, se fosse depender de notícias do foguinho, o blog teria falido, ainda bem que este blog é de futebol. Pc e Cacau no marketing do Flamengo já.
.
SRN

Zabumbeiro de Zona disse...

|

O ídolo de barro Zico Chupetinha, que marcou 490 gols no Maracanã contra Bonsucesso, Campo Grande e Olaria, foi uma farsa inventada pela ditadura militar e apoiada pela TV Globo.

|

PC Guimarães disse...

Os framenguistas vivem criando factoides para sair nos jornais e sites e os fanáticos vêm aqui reclamar do Blog do PC, que está sempre ligado. Como choram esses framenguistas!

Cacau Avila disse...

Ôôôôpaaaa ... vamos lá, allansid.

"..Cacau faz textos sem contexto.. ninguém entende nada...."

Como assim, cara pálida?

"Se não me falha a memória" (hehe), não é dos seus textos que dizem isto?

Mas 'no problem'.

Se na minha próxima explanação precisares, diga que mando um belo desenho, um esquema elucitadivo bem conclusivo.

OK?

E neste comentário, algum vocábulo ininteligível?

Algo aí não fechou?

Manda que vou lendo, mas sem plágios ou saídas pela tangente.

santos disse...

"(...) Aliás, Ibra, Cristiano Ronaldo, Van Basten, Falcão, Baggio, Balack, Figo entre outros, não podem ser considerados jogadores fora de série, nunca ganharam uma Copa do Mundo".
Allan

É verdade, Allan. Eu concordo com você. Eu também joguei muita bola, mas não ganhei Copa do Mundo. Quem me viu aparecer (e desaparecer) no infantil da poderosa Portuguesa da Ilha pôde se maravilhar com meu futebol exuberante.
Eu e esse tal de Zico fomos injustiçados pelos Deuses do Futebol. Um dia, a História nos dará o devido valor.
Escrevendo em bom flamenguês, eu diria que nós'meressemos'isso!!


Vascão 2012

luiz sergio cunha disse...

ALLAN GOUVÊA,

sinceramente, você não acha que torcer para o flameng é coisa de péssimo gosto.

o que tem o flamengi de tão especial ?

um uniforme horrível, uma torcida com baixíssimo teor de discernimento (pudera), uma coletãnea de titulos conquistados não com mérito, mas com uma espécie de grilagem.

nem original vocês são, pois na realidade setratam de um genérico do fluminense.
enquanto aquele boiolamente tem a embalagem colorida, vocês são uma droga com embalagem vermelha e uma tarja preta no meio.

vocês pensam que por terem se curvado a quantidade, em detrimento da qualidade,são torcedores, mas são apenas simpatizantes , pois se assim não for, me conte a história do flamengo.

como ele surgiu ?

olha que vocês vao dar de cara consco,

lscunha

Allan Gouvêa disse...

Luiz Sérgio,

Você é o outro alter ego do Pc ? O papo é o mesmo, o choro é o mesmo. Fosse o foguinho um clube grande, com tradição, títulos, torcida e outras características de um time de verdade, eu lhe responderia tudo, e lhe daria razão em não gostar do Flamengo, mais pera lá, você é torcedor do foguinho, o clube que não revela um mediano jogador há 30 anos (discurso de sempre), a maior conquista do foguinho é um único BR, roubado dentro da casa do Santos, de lá pra cá, foram rebaixados e andaram na zona de rebaixamento por muitos campeonatos, sério mesmo que como torcedor do foguinho você acha que pode falar de algum time ? O Santa Cruz tem mais torcida que o foguinho, o América do RJ tem mais torcida, em suma, seu time, o foguinho, não é exemplo de nada, se você torcesse por um time grande eu entraria noa discussão.
.
SRN

Anônimo disse...

Allan, eles não saber o que e ter um ídolo que fez história no clube, e ganhou uma Libertadores e um Mundial em 1981, com um golaço do galinho Zico.

Anônimo disse...

Alô, Alô, Pc muda o disco fala dos vexames do foguinho na Copinha Do Brasil, nos anos interiores para os times: Americano, Vitória.

Carlos Casto disse...

O Zico é tâo fora-de-série que jogou no Udinese.
Já os outros que o AlanSid citou...

Cachorro Louco disse...

O que não se faz para virar manchete!

Megalomania sonâmbula zumbizática.

Sem remédio.

Cacau Avila disse...

allansid "meu fio".

Porquê não respondes?

1 - Menguinho_só disputou o torneio da Toyota (torneio não, amistoso famoso aqui na América do Sul) com o Liverpool decadente por ter roubado o Galo mineiro seguidamente. E SÓ.

2 - Fogão: tricampeão da Taça Internacional de Clubes de Caracas (torneio, no mínimo 4 timaços).

Venceu Real Madri e as seleções da Argentina e da União Soviética seguidamente (União Soviética, a mesma que anos depois, já meio sorumbática, foi roubada pelo time de árvore de Natal do Zico chupetinha em 82, lembra? Lembra do pênalti maroto do Luisinho quando o brasmengo perdia o jogo?).

O Vasco allansid, é tricampeão da pequena Copa do Mundo de Clubes, o mesmo torneio que o Botafogo venceu anos depois, com outro nome mas com os mesmos adversários.

E agora quero saber (e olha que já perguntei várias vezes só hoje e nada): quais jogos não oficiais (taças não oficiais) têm mais importância?

Sem ôba-ôba, por favor, visto NÓS NÃO ACHARMOS QUE O BOTAFOGO É CAMPEÃO (TRI) DO MUNDO DE CLUBES (SÓ DE SELEÇÕES... heheheh... de leeeveeee).

Gil disse...

PC e Amigos Botafoguenses,

Para baterem os recordes dos outros eles mudam regulamentos. Até hoje tentam o tetra campeonato carioca. Só o Botafogo possui!

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/12/12/fla-contesta-recorde-de-messi-e-vai-a-fifa-para-reconhecer-89-gols-de-zico-de-1979.htm

Como diz o torcedor do esgoto da Gávea (matéria no link acima), em 79 mudaram a regra e disputaram dois campeonatos cariocas no mesmo ano. Talvez isso explique os gols do amarelão de Quintino!

Ele se esqueceu de mencionar que o outro time que possui a maior invencibilidade é o Botafogo com 52 jogos, e que o Botafogo, nessa sequência, detém o recorde absoluto de invencibilidade no campeonato brasileiro, com 42 jogos.
Dois de junho de 1979, essa foi a data que tiramos a virgindade deles. Aos nove minutos Renato Sá deu um balão no lateral Júnior na meia-lua e emendou para a baliza: gol e fim da invencibilidade dos arrogantes burro-negros que já tinham como segura a vitória antecipada.
O supervisor do esgoto da Gávea, na época, Domingo Bosco ficou em estado de choque porque mandara cunhar medalhas de recordistas para todos os jogadores. As medalhas levaram sumiço até hoje, mas as más-línguas dizem que o supervisor rubro-negro, a exemplo do sapo de Arubinha, enterrou as medalhas no gramado da Gávea.

O esgoto da Gávea diz que nessa invencibilidade tiveram dez vitórias a mais que o nosso Glorioso, porém esquece-se de dizer que o Botafogo fez 42 jogos pelo campeonato Brasileiro e o lixo nenhum. Repito; O Botafogo detém o recorde no Campeonato Brasileiro.
Eles jogaram campeonatos cariocas e dez amistosos contra times pequenos.
Times grandes que o esgoto da Gávea jogou nessa empreitada? Só Fluminense, Vasco e Botafogo. E o Botafogo contra Fla, Flu, Vasco, Atlético-MG, Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, fora Goiás, Guarani, Sport, Vitória da Bahia...

Esses dados foram pesquisados nos blogs Mundo Botafogo e AQIPOSSA.

Esses dados nunca verão na “frapress e fragrobo”! Os torcedores papagaios adoram acreditar e repetir o que eles falam!

Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Felipe Flanático disse...

Zico (também conhecido como Deus):

- 826 gols na carreira (Maior artilheiro meio-campista de todos os tempos).
- Tetra Campeão Brasileiro.
- Campeão da Libertadores.
- Campeão do Mundo.

Garrincha (também conhecido como Gualicho, com “ch” mesmo, apesar de muitos acharem que o correto seria com “x”. hehehehe):

-245 gols na carreira.
- Duas copas do mundo.

Na copa de 58, o Gualixo, opppss, digo, o Gualicho (com “ch”, eu sempre esqueço essa porr@! hehehe) foi um mero coadjuvante, dizem que fazia umas gracinhas com a bola, mas logo tocava. Já na copa de 62, dizem que ele ganhou a copa “sozinho”, mas isso é a mais pura MENTIRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA.

Quem ganhou aquela copa foram Havelange e seus cúmplices, basta ver os fatos que aconteceram. Se a FIFA fosse tão adepta assim do ‘fair-play‘ teria cancelado essa copa.

E depois disso, o Gualicho (agora eu acertei), o homem de Pau Grande (calma, fogaiada e tricoletes) acabou se afundando na cachaça e morreu abandonado pelo foguinho. Triste fim o desse mediano jogador.

Anônimo disse...

É justo, independente de quem seja (Zico dispensa comentários), o futebol precisa entender que há vida fora da Europa, não concorrer por não jogar na lá é insano.
Quem tenta macular a imagem deste grande jogador, garante na hora, que nada entende de futebol.

Carlos Casto disse...

Framenguistas, aprendam uma coisa. O zico era um jogador mediano. Por isso foi contratado por um time mediano, o Udinese. Óbviamente não conseguiu se destacar lá fora e teve que voltar para debaixo das asas da TV Globo.
Entenderam ou precisa desenhar?

Carlos Casto disse...

Até Xavi e Iniesta são bem melhores que zico.

Carlos Casto disse...

E quem não entende nada de futebol é tricolor. Afinal não sabe o que é ter ídolos.

Anônimo disse...

Tricolor sabe o que é ter ídolos. O que não impede que ele tenha ídolos no futebol, Gerson, Didi, Newton Santos, Garrincha, Pelé, Carlos Alberto Torres, Zico, Rivelino, entre outros, são ídolos nacionais, e infelizmente nem todos jogaram no meu Fluzão.
Todo botafoguense é maneiro, o que estraga é o recalque.

Celso Ricardo disse...

Insistem em comparar Garrincha com ídolos de pano...

Cacau Avila disse...

Garrincha (novo apelido=Gualixo ou Gualicho.. hehehe... Só as lendas causam este frenesi nos sem teto e sem ídolos).

Tão bom que o Milan mandou seu mais imponente comendador ao Rio, só para ouvir de João Saldanha: "..Comendador. Os senhores da Itália não têm dinheiro para contratar Garrincha..."


Zico chupetinha.

Tão "significativo" fora do menguinho que bastou chegar o menor time conhecido na Europa para levá-lo ... só para que ele pagasse aquele mico, aquela vergonha com o fisco italiano.

Isto nem deveria ser motivo de citação (tentar mostrar um e outro).

Garrincha simplesmente resolveu a Copa de 58 e ganhou como líder incontestável a de 62.

De Garrincha, dizem os mais sérios cronistas esportivos acerca dos seus primeiros minutos do jogo contra o time científico da União Soviética: "... foram os 5 primeiros minutos mais espetaculares de um jogador na história das Copas do Mundo..."

Sua barração anterior é análoga à do Romário antes da Copa de 94.

Explica-se sobre os tais 5 minutos - a lenda pegou a bola e ninguém a tirou dele. Ao chegar à área, mandou uma bomba que, tendo estourado na trave, voltou aos pés do Vavá que concluiu para o gol, desmontando de vez o, repito, científico futebol dos soviéticos.

Da lenda Garrincha, falou o The Times de Londres após a final da Copa de 1962 - "...o maior jogador do mundo não é Pelé: é Garrincha..."

Falei do The Times de Londres e não do Meia Hora.

Contem-nos aí agora uma história do Chupetinha a nível mundial (aquele jogo contra o time do Liverpool saído do pub direto para o campo já está surrada).

Cacau Avila disse...

Oooooolha que eu reproduzo aqui de novo a estorinha da vida do Zico chupetinha, hein?

Estou ameaçando mesmo.

:-)

Aliás, como tomou tôco de jogador do Botafogo, o nosso inacreditável capacete hein?

Foi tôco do Renato Sá, do Mendonça... meeeuuu Deeeeuuusssss!

Cacau Avila disse...

Agora eu vou dormir para que as meninas assanhadas possam vir ao blog darem a última palavra.

Prometo voltar amanhã para mostrar mais da estorinha para boi dormir do menguinhozinho.

Celso Ricardo disse...

Rivelino sobre Garrincha:

http://www.youtube.com/watch?v=OD3iPcF4Mnk

Chora...

Celso Ricardo disse...

Mais um pouco...

http://www.youtube.com/watch?v=wB85YjyO7M8

Celso Ricardo disse...

“Garrincha foi a maior figura do jogo, a maior figura da Copa do Mundo e, vamos admitir a verdade última e exasperada: a maior figura do futebol brasileiro desde Pedro Álvares Cabral.” – Nelson Rodrigues, escritor, depois do Brasil x Chile do Mundial de 1962.

Carlos Henrique disse...

Qual opinião deve ter mais valor?

Do Felipe Lunático ou a da Fifa?

http://pt.fifa.com/worldcup/archive/edition=21/overview.html

Do Felipe Lunático ou do Puskas?

Do Felipe Lunático ou do Rivelino?

http://www.youtube.com/watch?v=OD3iPcF4Mnk

Eu fico com a opinião de quem entende.

O resto é balela sem sentido.

Abraços

Cacau Avila disse...

Ix.. O Felipe Paret agora vai ter que buscar seus primeiros comentários e repetir os mesmos, visto ter sido desmontada a sua contestação "chororosa".

Acho que não. Agora ele vai catar comentários do Paret lá do blog dos caras e vai vir aqui me chamar de Paret.

Ou será que vai também pedir a sua chupetinha?

Vou trabalhar e vou conferindo.

Wesley disse...

Há cerca de 50 anos, no dia 3 de janeiro de 1962 as duas melhores equipas de futebol do mundo defrontaram-se no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, para a entrega das faixas aos campeões cariocas e paulistas de 1961.

A fabulosa partida Botafogo x Santos foi presenciada por 102.348 espectadores, sob a arbitragem de Romualdo Arppi Filho.

Amarildo abriu o placar aos 25’ e ampliou aos 49’, tendo China estabelecido a marca final de 3x0 a favor do Botafogo aos 52’.


» Botafogo: Manga, Rildo, Zé Maria, Nílton Santos e Chicão (Wilton); Ayrton e Didi; Garrincha, Quarentinha (China), Amarildo (Amoroso) e Zagallo.

» Santos: Laércio, Lima, Mauro (Olavo), Calvet e Dalmo; Zito e Tite; Dorval, Coutinho (Pagão), Pelé e Pepe.

E daí, perguntarão os leitores?

Digo-vos, meus amigos, que naquele jogo entraram a titulares oito campeões do mundo e dois reservas campeões do mundo que meses depois deste jogo de abertura da temporada de futebol de 1962 conquistariam o bicampeonato mundial para o Brasil.

De 22 jogadores convocados para a Copa do Mundo no Chile, estiveram em campo no dia 3 de janeiro nada mais, nada menos, do que DEZ (!) atletas, cinco de cada lado: Nilton Santos, Didi, Garrincha, Amarildo e Zagallo (Botafogo); Mauro, Zito, Coutinho, Pelé e Pepe (Santos). Dois Clubes, uma Seleção.

Jamais teremos dois clubes, uma seleção. Jamais poderemos assistir a um Botafogo x Santos semelhante às equipas da década de 1960 tão poderosas como aquelas.

Porém, há uma diferença importante entre ambas as equipas de Pelé e Garrincha: uma ganhou os melhores títulos oficiais internacionais de clubes; a outra consagrou-se a conquistar títulos de campeão do mundo para o Brasil, especialmente por ter sido o clube que mais contribuiu com as linhas de cinco atacantes de 1958, 1962 e 1970.

As linhas de ataque do Brasil no seu tricampeonato foram as seguintes: Garrincha, Didi, Amarildo, Zagallo, Paulo César Caju, Jairzinho e Roberto (além de Gérson, que saíra do Botafogo nas vésperas do campeonato do mundo de 1970 e foi pelo seu desempenho no clube que foi convocado – sem contar com o ‘mito’ lateral esquerdo Nilton Santos).

Mas, regressando a 1962, se quiserem, há uma outra grande diferença entre o Botafogo e os demais clubes do Brasil desse ano mágico em que o Botafogo conquistou, em todas as modalidades 80 títulos de campeão e 40 títulos de vice-campeão: é que quem praticamente conquistou a Copa do Mundo de 1962 foi a equipa do Botafogo.

Repare-se nos convocados segundo a equipa titular e a equipa suplente:

Wesley disse...

» Equipa titular: Gilmar (Santos), Djalma Santos (Palmeiras), Mauro (Santos), Zózimo (Bangu) e Nilton Santos (Botafogo); Zito (Santos) e Didi (Botafogo); Garrincha (Botafogo), Vavá (Palmeiras), Pelé (Santos) e Zagallo (Botafogo).

» Equipa suplente: Castilho (Fluminense), Jair Marinho (Fluminense), Bellini (São Paulo), Jurandir (São Paulo) e Altair (Fluminense); Zequinha (Palmeiras) e Mengálvio (Santos); Jair da Costa (Portuguesa), Coutinho (Santos), Amarildo (Botafogo) e Pepe (Santos).
Nesta equipa do Brasil não existiam atletas dos seguintes grandes clubes: Atlético Mineiro, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional e Vasco da Gama.
Existiam apenas atletas do Botafogo [5], Fluminense [3], Palmeiras [3], Santos [7] e São Paulo [2] em termos de clubes grandes, e atletas do Bangu [1] e da Portuguesa [1] em termos de clubes médios, num total de 22 atletas.
Porém, no que respeita a jogos efetivos as coisas foram bem diferentes. Nos dois jogos iniciais os titulares pertenciam às seguintes equipas: Santos (4), Botafogo (4), Palmeiras (2) e Bangu (1). Nos quatro jogos finais os titulares distribuíam-se assim: Santos (3), Botafogo (5), Palmeiras (2) e Bangu (1). O caso deveu-se à lesão de Pelé, que teve que ser substituído por Amarildo (Botafogo).
Portanto, o Botafogo passou a contribuir com todos os seus atletas para as posições de titularidade: Nilton Santos, Didi, Garrincha, Amarildo e Zagallo.
No conjunto de jogos, os atletas participaram da seguinte forma: Gilmar (Santos) [6], Djalma Santos (Palmeiras) [6], Mauro (Santos) [6], Zózimo (Bangu) [6] e Nilton Santos (Botafogo) [6]; Zito (Santos) [6] e Didi (Botafogo) [6]; Garrincha (Botafogo) [6], Vavá (Palmeiras) [6], Pelé (Santos) [2], Amarildo (Botafogo) [4] e Zagallo (Botafogo) [6].
Em consequência, temos 66 titulares assim distribuídos: Botafoguenses (28 jogos), Santistas (20 jogos), Palmeirenses (12 jogos) e Banguenses (6 jogos)
Quanto a gols são 14 assim distribuídos: Garrincha (Botafogo) [4], Vavá (Palmeiras) [4], Amarildo (Botafogo) [3], Zagalo (Botafogo) [1], Pelé (Santos) [1] e Zito (Santos) [1]. Portanto, em termos de clubes foi assim: Botafogo [8], Palmeiras [4] e Santos [2].
Em suma, os atletas do Botafogo perfizeram 43,4% das presenças nas seis partidas e 57,1% dos gols.


Fonte:http://mundobotafogo.blogspot.com.br/2012/12/botafogo-x-santos-o-classico-dos.html

Cacau Avila disse...

E aí, quando digo que o menguinho sempre foi o mais vistoso time médio do país e hoje, já anda patinando atrás de Coxa, Atlético-PR, Goiás e Náutico, reclamam...


".......Nesta equipa do Brasil não existiam atletas dos seguintes grandes clubes: Atlético Mineiro, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional e Vasco da Gama.
Existiam apenas atletas do Botafogo [5], Fluminense [3], Palmeiras [3], Santos [7] e São Paulo [2] em termos de clubes grandes, e atletas do Bangu [1] e da Portuguesa [1] em termos de clubes médios, num total de 22 atletas......"

Ou seja, medianos como Lusinha e Fábrica Bangu cederam atletas para a Copa ao passo que o seu co-irmão, à época meio prejudicado, o menguinho, NADA.

Agora as explicações da mulambada.

Zabumbeiro de Zona disse...

|
Em 1958/62 não tinha a TV Globo, que reiventou o "poderoso" framengo do Zico Chupetinha.
|
Para o plim-plim, o futebol da década de 60 não existiu.
E a nassão acredita!
|

Carlos Henrique disse...

O mais curioso e não dito, de tudo isso, é que o tal período de ouro do Flamengo, a época que os flamenguistas diziam que ganhavam tudo, primeiro, foi uma época recheada de vice-campeonatos por eles no estadual. Segundo, coincide com o período de baixa do futebol brasileiro, quando a seleção brasileira ficou 19 anos, isso mesmo, 19 anos sem um título relevante. Quando se critica Zico e a "sua seleção" os flamenguista vem logo com uma lista de craques que não ganharam Copa do Mundo.

Mas a verdade é que de 70 a 89 o Brasil não ganhou nada relevante, vindo a ganhar Copa América justamente neste ano, quebrando um jejum de 19 anos. Coincidentemente o mesmo ano que o Botafogo quebrou seu jejum de 21 anos sem título.

Quem for inteligente percebe o que ocorreu.

Abraços.

Zé do Rádio disse...

Meu Deus!!!! Você é insuperável Carlos Henrique....

Quer dizer que o Brasil apequenou-se durante 20 anos por que o todo poderoso Botafogo também assim ficou???? Meu Deus!!!!

Mas é claro... o fato do glorioso ser apenas um coadjuvante na esfera nacional em relação a Santos e Palmeiras que realmente ganharam títulos e mais títulos, enquanto o glorioso ficou na esfera estadual e uma Copa Brasil onde já se tinha um campeonato(Robertão) com mais estatus e muito mais difícil.... Ah! mas nós ganhamos 4 Rio-SP... verdade, mas sempre é bom lembrar que um foi dividido com o Santos e o outro com mais 3 times.... E libertadores???? nada, por que?.... Cara, acredite, vc é um comediante nato...

Zé do Rádio disse...

Ah! Já ia me esquecendo Carlos Henrique, o Brasil depois de 89 ganhou duas copas, varias Copas Américas, etc, etc, etc,..... e o seu glorioso ganhou oque depois disso???? Um brasileiro roubado, alguns carioquetas(como vcs mesmo dizem quando é outro time que ganha) um Rio-SP e mais nada.... além das vergonhas do rebaixamento e outros dois que a malvadona CBF passou a mão e livrou o glorioso de tal rídiculo...sem contar 1986....

Mata-me de rir.....além de fánatico não conhece a história, e a que conhece é só a favor, tem coisa pior???????

Carlos Henrique disse...

Não Zé do Rádio,

O que eu falei foi que o menguinho foi o Rei do Lixão, vulgo urubu...

Reinou com um chamado "timaço" quando o futebol brasileiro viveu sua pior fase.

O máximo que o menguinho conseguiu foi ser o "melhor" dos piores, isso sendo benevolente.

Enquanto o Botafogo no mínimo foi um dos melhores (você deseja colcoar Santos e Palmeiras em um patamar maior? não vamos discutir, fiquemos no básico.) entre os melhores.

Simples assim. O seus argumentos mesmo dizem isso.

Carlos Henrique disse...

Para completar, como o assunto é o "Deus" Zico.

Qual o título importante que ele ganhou pela seleção brasileira?

Torneio Independência dos Estados Unidos? Copa Osvaldo Cruz?

Nem a tal Copa América ele venceu. O problema não é o fato dele não ter ganho Copa do Mundo, mas o fato de que não venceu nada de relevante pela seleção brasileira.

Não existem muitas hipóteses boas para explicar isso. Mas poderia elencar algumas, entretanto vou poupá-los disso.

Abraços.

Marcos disse...


Se o critério for gols feitos em um ano, Chitalu é muito melhor que Zico.

Se o critério for gols feitos em toda a carreira, Túlio Maravilha é muito melhor que Zico.

Se o critério for títulos, Garrincha é muito melhor que Zico.

Ou seja, Zico não é melhor em nada.

Zé do Rádio disse...

Perguntinha basica....

Se Messi não ganhar nada pela Argentina, e isso não é muito improvável, e se ganhar pode ficar em apenas Copa América isso vai tirar-lhe o brilho? ele vai ser menos jogador? e o fato dele jogar em um time que metade dos jogadores estão acima da média tira dele também o mérito?

Carlos Henrique, já citei aqui varias vezes que desmerecer esse ou quele jogador só por que não jogou no meu time é rídiculo, não faz sentido. A brincadeira é sempre valida, mas apelar é burrice. Podemos ficar aqui o dia inteiro discutindo fatos e números que cada um interpreta de um jeito mas que não passa da esfera pessoal.

Marcos,

Tulio, Chitalu??????

Meu Deus, outro fánatico...

Cacau Avila disse...

Zé.

Gostei de vê-lo assim, sem máscara, mostrando o que é.

Já quanto a bater recordes, se o africano Chitalu (Zâmbia) fez mais gols em uma temporada o recorde é dele. Se o Zico Chupetinha fez mais gols, o recorde já passa a ser dele.

Se a FIF disser o contrário, tem-se uma verdade real e outra da FIFA. E dane-se a FIFA.

Fazer gols, campeonatos oficiais e sendo campeonato do futebol espanhol ou de um país da África é o mesmo gol (o mesmo evento em locais diferentes).

Pode reclamar agora que vestiu a capa, mas cuidado com a lógica.

E já que os números mostram, DÊEM A TAÇA DE GOLEADOR AO CHITALU.

Carlos Henrique disse...

Zé,

Não sou louco de desmerecer o Zico. Ele foi sem dúvida um dos melhores jogadores de clube da década de 80. Isso é inegável.

Desmerecer é querer inventar que Garrincha não jogou nada e que a seleção de 62 não chegou ao título graças a ele.

Já sobre Messi, ele ainda é jovem e terá que provar que pode ir além do Ronaldinho Gaúcho. O mesmo vale para Neymar.

De qualquer forma o Messi já tem pelo menos uma medalha olímpica de ouro, coisa que brasileiro algum possui. Então já tem seu nome escrito na história da seleção argentina de qualquer forma.

Abraços.

Wesley disse...

A fama internacional do maior craque do flamengo!!!

Proprietário da Udinese polemiza: “Di Natale é melhor que Zico”

“Todos os adjetivos já foram consumidos por Di Natale. Pelo que já fez aqui, podemos considerá-lo melhor que Zico. Isso sem falar em outros campeões que já passaram por aqui, como Balbo, Bierhoff e Amoroso. Mas Di Natale me surpreende ainda mais. Aos 35 anos, está inteiro”, afirmou Pozzo, que garantiu estar em negociações avançadas para renovar o contrato com o seu atacante predileto.