Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quinta-feira, 13 de junho de 2013

O que há por trás da briga do Túlio Maravilha com o Botafogo?

Se alguém não me contar, vou descobrir. Algo há, algo há.

6 comentários:

Sidney disse...

Faltou dinheiro para pagar o Túlio Maravilha, simples respondi.

Vinícius Monteiro disse...

Não, não, A culpa é da FlaPress...

Reis disse...

Olho gordo de mulambo.

pc guimarães disse...

Conteúdo, Sidney; conteúdo, Vinícius. Não é bem assim que a banda toca.

Marcos disse...

Há quem diga que, orientado pela esposa, o Túlio exigiu um cachê muito alto. Sem o Engenhão, não há como chegar ao valor pedido.

Tarcisio A. de Moraes disse...

Esta Diretoria do Fogão parece não ter sintonia com a torcida. Recapitulando:

1) A diretoria nunca assumiu o projeto do Túlio. Maurício Plim Plim Assunção já declarou que o projeto é do Túlio e não do Botafogo e que só "colaborou" porque Túlio é ídolo.
2) A Diretoria não quer nem ouvir falar em Caio Martins, o alçapão alvinegro e o estádio preferido da torcida.

Na verdade esta diretoria tem umas idéias metidas a modernas e "profissionais". Afinal, faz parte deste grupo aqueles que defendem até hoje, em nome da modernidade, profissionalismo e não sei mais o quê, a venda da Vale do Rio Doce e dos minérios do Brasil por U$3,2 bilhões (!!!!). Eles também detestam enfrentar o sistema. E a FraPress já avisou que Túlio não fez 998 gols e que isto "não é sério". O sistema também não gosta de ver o Fogão com o Caio Martins nem jogando lá. Então, para esta diretoria, não é bom se envolver com estas coisas.

Deve existir outras razões. Mas que isto conta é certo.