Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Ah, se fosse o Botafogo!



É assim que a Grande Mídia trata o Flu. Não é só a FraPress que vive; a FluPress também.

A notícia sobre os atrasos dos jogadores mais comuns (os da cia de saúde estão em dia) saiu assim: na quinta faixa do lado B.

Pena que os tricolores são poucos e não têm como contestar o Blog, que está sempre atento.

5 comentários:

Cacau Avila disse...

Huuuuummmmmm.

Menguitinho hein?

Único do Rio com salários em dia.

Quem disse isso foi um saci que ajudava Papai Noel a desencalhar o tricolorzinho que prendeu a pata na neve de Vargem Grande.

Pablo disse...

PC, uma raposa felpuda da Globo contou para a prima da cunhada da sogra da bilheteira da estação do Metro da Central que os salários na Globo andam atrasando.

Por enquanto seriam apenas os salários do "baixo clero".

Há testemunhas...

Abs
Pablo

Cacau Avila disse...

Pablo: a programação das TV´s está fazendo água.

Quanto mais o povo, das favelas ou não, ganha o direito de circular pelas ruas das suas comunidades/seus bairros, mesmo ainda com meliantes soltos mas agora, cercados por forças aptas a cercear a antiga liberdade destes meganhas, mais o povo deixa a inssossa programação da TV de lado e volta para as calçadas, bares, praças e áreas de lazer hoje à disposição da população e livres do domínio do tráfico.

A chegada de locais como o parque Madureira, para a emissora aí citada, é algo como um tiro bem próximo do coração.

No verão, a tendência é piorar.

As mentes da emissora que antes prendiam as pessoas pelas histórias bem contadas já não têm mais o que mostrar de novo e assim, a repetitividade não engana a mais ninguém.

Na emissora do Bispo, mesmo no alto clero (nomes conhecidos da programação), anda tudo na base do "reduz de 5 para 3".

Até o rádio mudou, trazendo a sintonia da boa transmissão do futebol para a frequência FM e possibilitando que continuássemos a acompanhar nossos jogos dos celulares mas a TV tem uma fórmula que não a deixa inovar. Láááá no passado, menino ainda, algo me dizia que novelizar o país era algo que não iria longe, visto a TV americana já ter abandonado esta fórmula muito tempo antes e adotar com sucesso a fórmula das miniséries, estas hoje também com baixíssimo nível de criatividade.

Até que a novelização durou muito mas hoje, está mesmo em baixa conta com o público antes fiel.

Até 2018 teremos novidades (para nós, alvissareiras).

pc guimarães disse...

Na Globo, Pablo? Isso nunca aconteceu.

Pablo disse...

PC, segundo o astuto canídeo a coisa se alastrou até a Berrini, em Sampa. Acredite se quiser...

Há testemunhas...

Abs
Pablo