Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Flamengo não consegue nem cuidar de um ninho de urubu. Imagine se tivesse um estádio que nem o do Botafogo!


Está dando no lancenet.

Só tenho uma coisa pra dizer: "Meu Deus!".

6 comentários:

Carlos Casto disse...

Só não são despejados porque não tem aluguel nessa pocilga!

Marcos disse...

"O campo um está inutilizável (...) já que o clube não está com dinheiro para arcar os custos da reforma."
E o dinheiro da Peugeot, da Adidas?

Zabumbeiro de Zona disse...

|

As verbas da Adidas e da Peugeot acabaram antes de chegar.
Foram devidamente penhoradas pela JUSTA para amenizar o sofrimento dos credores.

Ah, se não fosse a tv globo...

|

Cacau Avila disse...

Mas péra, péra, péra!

Um urubunegro aqui disse que tudo isto, as pulgas da Gayvea, este lodaçal da Várzea Grande, aquele monte de jogadores 'inhos' (os famosos 'tipo' jogadores), tudo era parte de uma mega reestruturação.

Eu hein? Minha casa precisa de obras mas nem por isso precisamos nós aqui ficarmos cheirando poeira de cimento ou morando com paredes descascadas e com vazamentos.

Nos reestruturamos mas com organização, com planejamento...... bom, deixa para lá.

Cada um com seu tapete.

Vinícius Monteiro disse...

O dindin da Adidas e Peugeot estão sendo investidos em planejamentos. Relaxem...

Ah, e o campo foi restaurado em pouco tempo. Então, podem se calar, cachorrada.

Cacau Avila disse...

Foi restaurado uma conversa.

Hoje, em matéria do 'grobisportis', às 13 horas, numa reportagem mostrada do campinho daquela várzea, nem era preciso esforço para ver os barracos de alvenaria com tijolos expostos colados no muro vizinho.

A visualização é simplesmente deprimente. Eu até me proibo de dizer "...numa comparação com o campo anexo do Engenhão...."..

Com General Severiano então, já seria um fim de linha inglório para uma agremiação que por lá, ainda quer se achar grande.