Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 15 de julho de 2014

Wesley Machado vence concurso do Samba do Senta



Em breve em todas as boas casas do ramo. Antes, uma palinha de outro samba do Wesley, em parceria com Jardel do Cavaco.

5 comentários:

Marcos Paret disse...

Parabéns Wesley.

Como falha na minha preparação para a vida, o samba acabou ficando de fora já que nasci sob o som de poderosas guitarras e o melhor do rock and roll já produzido em qualquer tempo.

Mas acredito no trabalho bem feito.

Marcos Paret disse...

Julgados... só agora..

http://www.lancenet.com.br/botafogo/STJD-Edilson-Andre-Bahia-Gremio_0_1175282563.html

Não li a p. da matéria e assim, não sei o porquê desta sanha.


Alguém sabe me dizer se tem outro time passando por isso?

Marcos Paret disse...

Gosto de zoar e, claro, no meio da zoação falar também verdades, mas não sou bairrista, não sou iludido e nem tampouco parcial a ponto de não enxergar a verdade.

A 'banda' carioca da CBF começa a ser jogada fora da entidade. Não sei se um dia, a paulistização da 'dona da seleção' chegará ao ponto de transferirem a sede lá para a capital deles mas hoje, demitiram um profissional que já há 20 anos presta bons serviços à entidade: o médico do framengo, Dr. Runco.

O futebol brasileiro caminha para viver dias negros, com polarização Rio-S. Paulo e gente de nível de competência duvidosa em postos de comando.

Marcos Paret disse...

"...Ser o segundo time mais popular do Brasil..."


Só tiveram que optar entre framengo e curinguinha... kkkk


EIS O TRECHO DE MATÉRIA NO GLOBOESPORTE.COM

"......– Nossa preparação para a Copa do Mundo começou em 2013. Pensamos nas estratégias comerciais, parceiros, TV, propagandas. Mas também preparamos como iríamos agir, estar aqui e fazer parte do torneio. Nosso alvo desde cedo era ser o segundo time mais popular da Copa no Brasil – disse Patrick Kisko, chefe de marketing da DFB (Federação Alemã), em entrevista ao SporTV......"

Marcos Paret disse...

hahaha.


Simpatia, alegria, bondade e boa vontade com nativos.


http://globoesporte.globo.com/platb/meiodecampo/2014/07/15/na-festa-do-tetra-alemae-mostram-taca-da-copa-de-modo-inusitado/


E olha que argentinos são europeus, um povo de descendência européia sem nenhuma miscigenação com nativos da América do Sul.


Acho uma tremenda graça de iludidos e bobocas.