Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Ex-ídolo do Flamengo, hoje hospedado num "retiro" mineiro, também será "homenageado" no Livro do Senta

Lembram dele, né? Cliquem AQUI.

3 comentários:

Pablo disse...

Vejam essa:

"Um desembargador solicitou mais documentos para que o Botafogo pudesse fazer novo acordo e voltar ao ato, e neste momento o clube está trabalhando nisso para retornar ao ato..."
www.botafogosemmedo.com.br

Quem é o Desembargador? Por que a demora? Está esperando o clube arriar? Está esperando o framengo ultrapassar o Botafogo na tabela?

Será mesmo que os problemas do Botafogo são de má gestão interna?

Abs
Pablo

Alberto disse...

Nobre amigo Pablo,

Queria que alguém me explicasse porque o nosso querido Botafogo saiu do ato. Foi uma boa atitude de gestão sair do ato trabalhista?

O nosso nefasto presidentista, como sempre,falou, falou, enrolou, tentou se explicar e não disse nada que prestasse. Vaselina total.

Só sei que nessa semana passamos mais um vexame, a competente diretoria não cumpriu (mais uma vez!) com o prometido e o time se recusou a viajar para jogar um amistoso na Paraíba, que já estava acertado e com transmissão pelo SporTV.

Se isso não é má gestão, não sei o que seja. Mas tenho minhas dúvidas se fica somente na má gestão.

O que nos resta é torcer para conseguirmos logo aqueles fatídicos 46 pontos e para não terminarmos em décimo sexto com o mais querido na zona, porque aí fudeu também.

Um abraço,
Alberto

Pablo disse...

Alberto, por que até o golpe do Engenhão o Botafogo não tinha problemas de gestão? O Assumpção, até o golpe do Engenhão, tinha uma administração segura e mantinha o crescimento contínuo do clube que passou a incomodar...

Não se falava em atraso de salários e coisas do gênero...

Fecharam o Engenhão e, ato contínuo, bloquearam as contas.

O Botafogo quer pagar a dívida mas o Desembargador do TRT leva 7 meses "analisando"...

Não conheço o Assumpção mas jogar a culpa nas costas somente dele é bancar o ingênuo. Até hoje tem muito ingênuo que acha que o Borer vendeu General Severiano para quitar dívidas.

Acorda meu caro, estamos no Brasil.

Abs
Pablo