Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 9 de abril de 2013

A vitória do bom senso

Juiz inexperiente faz um auê danado, expulsa Seedorf aos 47 minutos do segundo tempo. Faz pressão na súmula.
Coisas estranhas acontecem e o Engenhão é interditado.
Vasco se recusa a emprestar campinho para o Botafogo jogar contra Friburguense e suspensão automática de Seedorf ocorre contra o... Vasco. Botafogo goleia e enterra de vez o Coadjuvante.
Montenegro, de forma suspeita, sugere devolver o Engenhão e Fluminense diz que tem interesse.
Maurício Assumpção nega devolução do Engenhão.
Imprensa começa a divulgar que Seedorf pode pegar 1.452 jogos de suspensão.

Seedorf é absolvido.

O que vão tentar armar agora?

11 comentários:

Zabumbeiro de Zona disse...

|

PC, vão dar um jeito de botar anfetamina no Guaraviton do Jefferson, Seedorf, Lodeiro, Dória e Vitinho para evitar o Botafogo de conquistar os dois turnos.

A tv globo precisa desesperadamente da audiência dos jogos finais.
O Botafogo "não pode" ganhar a Taça Rio!!!

:)

|

Cacau Avila disse...

Vão mandar roubar as chuteiras e o uniforme na chegada do ônibus no próximo jogo.

santos disse...

Só falta agora a imprensa inventar que os botafoguenses são meio paranóicos, né?

Fala, sério, PC, o Botafogo está absoluto para ganhar o Carioca e você ainda continua enxergando um monte de conspirações.

Haja criatividade!

Agora, só não vale ser eliminado da Taça Rio pelo Resende e nem perder o título pros juniores do Flu, hein?

Agora é que nem brigar com bêbado. O Botafogo tem a obrigação de ser campeão, senão vai ser o maior mico da história!!!


Vascão 2013

santos disse...

Em tempo: Vasco e Framengo resolveram o problema da falta de estádios no Rio. Ao "abrirem mão" da participação nas semifinais da Taça Rio, os únicos times de massa do Rio facilitaram a vida de todo mundo.

Daqui para a frente, como teremos apenas times médios e pequenos em campo, qualquer estádio serve.


Vascão 2013

Cacau Avila disse...

Santos meu amigo.

Nossas preocupações estão mais acima.

Carioquinha é treino. Infelizmente, nossos fregueses, o antigo (menguinho) e o atual (vasquinho) resolveram passar para o lado dos nanicos.

Fazer o que né?

Carlos Casto disse...

Os vascaínos não querem acreditar que o time deles "apequenou" já faz uns 10 anos.
Ou fingem que não sabem disso.

santos disse...

É fato, Carlos. O Vasco quebrou em 2000, e não conseguiu mais se refazer. Concordo com você. Também com Eurico e Roberto fica difícil, né?
O Vasco de hoje é como o Botafogo era desde que eu comecei a acompanhar futebol (1977): grande na camisa, nas tradições, mas pequeno em campo.
Só que o Botafogo conseguiu dar um salto de qualidade a partir de 2006 e passou a ser um adversário respeitável, no âmbito regional.

Embora, assim como o Vasco, não tenha força extra-campo, o que explica a perda de alguns títulos para o Fla, e, no caso do Cruzmaltino, a perda do Brasileirão para os gambás, em 2011, por exemplo.

Mas, o futebol é assim mesmo, cara. As instituições são centenárias; dirigentes, jogadores,etc, saem, outros chegam... Um dia, o Vasco volta ser o que era. E os que estão no topo hoje (Flu, Corinthians, etc) vão cair. Isso é uma gangorra do caramba.



Vascão 2013

santos disse...

"Fla hipoteca CT e busca novas receitas para pagar R$ 80 mi em impostos"

Ou, no dos outros é refresco!!


Vascão 2013

Cacau Avila disse...

Fala Santos.

Tive uma mãe vascaína, morei por muito tempo entre a R. São Januário (mais para os lados da cancela) e a General Bruce e, claro, naquela faixa entre os 18 e os 27, toda a minha amizade era formada por gente ligada ao clube.

______________________________

Sobre o Fogão - você citou a época exata: fomos fortes até 73, fizemos uma farofa em 74 e 75 (não fosse a máquina tricolor talvez até tivéssemos ganho os estaduais destes anos ou dividido, um para nós e outro para vocês) mas a partir de 76/77, caímos em derrocada. Entre 77 e 78, Borer até tentou montar time chegando a um belo elenco no período da invencibilidade, quando também não ganhamos o brasileiro (o de 77) por inexperiência dele (o dirigente) idêntica à do Maurício há uns 2 anos, ou seja, montou elenco de respeito mas só chamou treinador com o campeonato em andamento. Um empate aqui com um Galo poderosíssimo (Maraca com mais de 110 mil alvinegros e a Globo procurando framengo contra time de Sergipe na tabela p/transmitir) e o pontinho faltou para que nós fizéssemos as finais com o São Paulo. Seria molezinha pois o nosso time estava, já na reta final, voando.

Porquê falei disso tudo? Falei p/dizer que o Vasco me surpreendeu em dois lados. O primeiro, quando saiu do buraco para montar aquele surpreendente time que ficou atropelando até àquele fatídico jogo contra o Corinthians. Me surpreendi positivamente (tenho também um vascaíno em casa e torcemos muito naquele jogo contra o Coxa) pois aquilo veio de surpresa, aquela caixa de jogar bola maravilhosamente montada pelo Ricardo.

E aí, veio a pior surpresa, a surpresa do mole dado pela diretoria. Desmontar aquilo da forma como foi feito é crime de lesa futebol. Não se faz isto impunemente. Veja como o Vasco estava redondinho até àquela bola do Lucas, bola essa que nem chegaria a entrar não fosse a visão de jogo do Seedorf.

Não tivesse o Dinamite desmontado o time inteiro e vocês estariam aí agora, certamente, em melhor situação.

Infelizmente meu amigo, aqui no nosso país é assim: próximo da fila - mulambão.

Cacau Avila disse...

Mas essa sua mais nova notícia aí (desculpem o termo) é do cacete hein Santos?

O timeco já não tem sede (e se fosse deles, a Gávea já teria sido passada nos cobres faz tempo).

Também não têm mais imóveis (o do bairro do Flamengo o Eike já tomou em troca de uns bancos de madeira e uns chuveiros de plástico no CT da Várzea Grande).

Agora, como garantia para renegociar dívida, o cetezinho (pardieiro melhor dizendo) foi para o pau. Leilão à vista. Atenção senhores do Extra, seria bom para o Audax já que os senhores poderiam transformar chiqueiro em campo razoavelmente aproveitável.

E penhoraram receitas de TV, contratos de patrocínio (Adidas.. haha), o Roach (rôte) do Márcio Braga, a vassoura e a flanela do Nunes (ele vive de fazer faxina e lavar carros na sede dada em comodato pela Prefeitura).

Não passo mais de carro por lá. Dou a volta pela praia e subo a Niemeyer.

Marcos disse...

Pelo que eu entendi, o Seedorf não foi absolvido. Ele foi punido com um jogo de suspensão, mas como era primário, a suspensão foi convertida em advertência.
Mas ele foi punido. O que é um absurdo.