Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 2 de abril de 2013

O que há por trás desse anúncio sobre a possível devolução do Engenhão pelo Botafogo?


Já vi diversos comentários no post abaixo sobre essa sacanagem que estão armando contra o Botafogo. Algo há, algo há. Tem angu nesse caroço, tem sacanagem nisso aí. O Botafogo devolve o Engenhão, dois meses depois dizem que o estádio está em boas condições e dão de mãos beijadas pra um dos inimigos; ou pros dois. E aí vão dizer que o local é ótimo, que a grama é maravilhosa, que nunca houve problema algum, que nunca mais vai faltar luz. E por aí em frente. Tudo o que já fizeram para desqualificar o Engenhão.

Devolver o Engenhão é retrocesso.


Outra coisa estranha: se o Engenhão não serve para jogos, por que serve para treinamentos? Ora bola, é claro que se a cobertura cair vai sobrar pra dentro do campo. Algo há, algo há.

30 comentários:

Allan Gouvêa disse...

Retrocesso, foguinho, esse é o blog do PC, mais foguinho impossível.

PC Guimarães disse...

Allan, querido, seu comentário não deve vir aqui. Explica o post abaixo. Por que os pais não querem que seus filhos joguem no Framengo?

Allan Gouvêa disse...

Ah PC, quanto a enquete ao lado, sou contra a devolução do Vazião, vulgo Engenhão, o estádio é cara do foguinho, veja só: nem deveria existir, não serve pra quase nada, está caindo aos pedaços, é tudo ruim, pensa que é Estádio de 1° mundo, quando na verdade é isso aí que estamos vendo, não viu nenhum craque brilhar em campo, o foguinho há uns 40 anos não revela um único jogador mediano, muito menos craque, e etc. Pelos motivos citados e pela amizade com o PC, me declaro contra a devolução do pseudo estádio.
.
SRN

PC Guimarães disse...

Seu pai deixaria vc jogar no Framengo?

Carlos Henrique disse...

Porque na reportagem do Globoesporte

http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-brasil/noticia/2013/04/maior-e-com-os-favoritos-copa-do-brasil-2013-promete-menos-zebras.html

Flamerda (já que se escreve assim até na imprensa, deve ter uso corrente) aparece como correndo por fora e o Resende aparece como estreante?

O Resende deveria no mínimo estar correndo por fora também. Mas o justo mesmo seria estar junto com o Botafogo, no páreo.

Allan Gouvêa disse...

Explicando o último post, a pedidos do PC. Moreno, Pai do Moreno ? Quem são ? Onde vivem ? Títulos importantes ? Não posso comentar de pessoas sem currículo, não os conheço. Já o Kaká, em mais ou menos dias ele vai dá uma entrevista pro Esporte Espetacular, pra ESPN, pra FOX Sports, pro SBT, pra Band, dizendo que respeita o grande clube Flamengo, que seria uma honra jogar no maior clube do Brasil e um dos maiores do mundo, seria uma honra maior ainda vestir a camisa que foi do Zico, maior jogador de todos os tempos depois de Pelé, e que no momento ainda está pensando na Europa e que vai ficar por lá mesmo. É sempre assim. É só esperar.
.
É claro que meu pai deixaria eu jogar no Flamengo, tentei escolinhas e tudo, infelizmente, assim como metade do time do foguinho, não nasci com esse dom de jogar futebol, no máximo uma pelada nos fins de semana.
.
SRN

Pablo disse...

PC, a pista de atletismo, inclusive a parte interna de aquecimento, também segue liberada. O COB e o COI estão tranquilos. Eles sabem de coisas que nós não sabemos. A cada dia que passa a marmelada fica mais evidente. A Globo está tentando formar opinião na torcida do Botafogo.

O verdadeiro torcedor do Botafogo precisa pessionar agora e ficar de olho na evolução patrimonial dos atuais dirigentes do clube.

Se querem tomar o Engenhão do Botafogo, que o prefeito venha a público e faça isso. Daí o clube corre atrás do prejuízo na justiça.

Não podemos permitir é que meia dúzia de dirigentes sejam comprados para livrar o prefeito desse desgaste.

Abs
Pablo

geoviagem disse...

Por que esse prefeitura vascaíno não interdita a estrada do Joá que tem problemas estruturais bem mais evidentes? Ou lá por onde passa milhares de pessoas todos os dias uma gambiarra resolve?

Pablo disse...

Montenegro Borer em plena campanha:

http://www.fogaonet.com/
noticia.asp?n=35555&t=montenegro+vamos+devolver+o
+engenhao+esta+podre

Que pressa é essa Montenegro?

Abs
Pablo

Carlos Henrique disse...

Da postura do Montenegro só vejo um lado positivo: sacudir a coisa.

Pois uma coisa é óbvio, não dá para ficar do jeito que está, o Engenhão fechado e o Botafogo arcando com todos os custos de manutenção.

O correto seria a prefeitura ou as construtoras assumirem todas as despesas de manutenção até resolverem todos os vício de construção e o estádio ser liberado.

Se não fizermos nada, ficaremos com este custo até alguém resolver fazer as obras necessárias para Olimpíadas, e até 2016 fica tudo fechado.

Abraços.

Pablo disse...

Caro Montenegro Borer,

O Botafogo tem que primeiro saber quanto tempo o Engenhão vai ficar fechado. Depois ele transfere a administração para a prefeitura e as empreiteiras durante a fase de reforma.

Além disso cobra delas na justiça o ressarcimento do investimento realizado.

Fique tranquilo que a solução vai aparecer. O Rio não tem mais tempo para construir outro estádio. Só não podemos é bancar os idiotas e entregar de bandeja fazendo o jogo dos caras.

Aliás, porque você resolveu aparecer de forma tão ruidosa nesses últimos dias hein? Você não tinha se afastado da vida política do clube?

Assumpção, não faça isso. Você será lembrado pra sempre como um covarde que traiu o Botafogo. Assim como foi o Borer.

A história é implacável. Um dia a verdade aparece. A família do Herzog sabe bem disso...

Abs
Pablo

Cacau Avila disse...

Caros amigos. Eis o que penso sobre determinadas figuras. Estou receptivo a todo tipo de críticas.

Montenegro - um filhinho de papai conhecido por, tendo herdado do pai um negócio promissor, ter desenvolvido o mesmo até levá-lo ao status de sólida e rentável empresa graças à associação inexpugável com a emissora que manda. Nos levou ao título brasileiro de 95 (será?) mas marcou sua passagem pelo Glorioso por ter dado uma no cravo e outra na ferradura: primeiramente (aplausos), liderou o movimento da volta à sede de General Severiano mas em outra ponta, de birra com uma torcida que ainda tinha um pé atrás com Gottardo, Jamir e outros ainda em fase de observação, vendeu a espinha dorsal do timaço que nos traria de volta ao topo e nos faria mandar aqui no futebol a partir da segunda metade daquela década, negociando tais jogadores logo depois da conquista da Taça Cidade Maravilhosa. O jogo da Libertadores aqui no Rio contra o Grêmio foi característico no sentido de se mostrar o estrago do desmonte do time: já sem o nosso bom meio de campo das conquistas anteriores, não conseguimos fazer os gols necessários à passagem de fase e acabamos tomando um daqueles indescritíveis gols de cabeça do Jardel. Túlio Maravilha passaria em branco naquela partida, ante à falta de bolas bem trabalhadas para municiar o ataque. Fizemos um gol de falta com o inconstante Jamir mas o 1x1 favoreceu os gaúchos.

Bebeto de Freitas - um bom homem e cioso das suas responsabilidades, também presidente-torcedor doente (já o vi na tribuna do antigo Maracanã e ele se comporta até com mais fervor do que muito torcedor comum), cometeu a seguinte mancada como dirigente: entre 2005 e 2007 (não sei precisar a data mas deve ter sido início de 2007), sentado numa mesa na rodada final de negociações com o grupo português que construiu o Estádio da Luz e já estando pronto e praticamente contratado para construir a nossa Arena (o terreno estava em vias de cessão pela Prefeitura e suponho ser o que posteriormente recebeu a cidade do samba), já com o contrato na mesa para assinar, disse um “peraí” e pediu mais dinheiro, dinheiro que não constava em nenhuma conversa anterior, grana totalmente fora do contexto. Quem debateu isto e reclamou em voz alta na mídia foi o próprio Montenegro. Diante de tal afronta, os portugueses voltaram atrás, pegaram o avião para Lisboa e sequer cogitaram voltar a sentar à mesa para negociar o que quer que fosse. Meses depois, a Cia Botafogo ganhou a licitação do Engenhão. Foi ainda de Bebeto parte da culpa pela perseguição do apito, quando, tentando moralizar o imoralizável (a Ferj), saia falando que todo mundo ali (nas reuniões da entidade) era corrupto. A ira do apito reagiu até que a imagem do Bebeto virasse poeira. Devemos-lhe a montagem do belo time de 2007 mas aí, é outro caso de cravo e ferradura: montou um timaço mas lhe tirou o chão com a sua afobação administrativa.

São fatos reais e, sobre a minha opinião, foi o que deduzi depois de analisar tudo.

Cacau Avila disse...

** "Nos levou ao título brasileiro de 95 (será?)"

Tenho minhas dúvidas se, com outros nos lugares do Tulio e do Donizete, teríamos saído do meio de tabela.

Cacau Avila disse...

Esse nosso engraçadíssimo allansid só pode mesmo ser da contraespionagem.

Revelar-se mais anti rubrunegro do que isto, impossível...

RECONHECE POR SUAS PRÓPRIAS PALAVRAS O PAPEL DE COADJUVÂNCIA DO MENGUINHO NO FUTEBOL.

".....camisa que foi do Zico, maior jogador de todos os tempos depois de Pelé......."

Carlos Henrique disse...

Vejam como a coisa anda complicada.

O Julio Delamare, onde foram investidos 10 milhões para o Pan de 2007, e atual local de treinamento de muitos atletas, alguns olimpicos, foi simplesmente fechado, da noite pro dia, os atletas estão sem saber aonde treinar, e o pior: foi fechado para ser demolido.

Abraços.

Cacau Avila disse...

Carlos, uma instalação foi prometida para ser construída em local próximo à Quinta da boa Vista. Não sei se para atletas de piscina ou de pista.

Carlos Henrique disse...

Cacau,

Era assim, iriam demolir Célio de Barros (atletismo) e Julio Delamare (Natação - polo aquático e saltos ornamentais). Nossos atletas de saltos ornamentais treinam no Julio Delamare.

E seriam contruídos substitutos ali junto da Quinta, mais precisamente onde ficava o 21 GAC, quartel do Exército.

O quartel já foi demolido. Os aparelhos esportivos também serão. E ficou para concessionária a missão de construir os novos. Só que a promessa inicial é que os atuais só seriam demolidos depois dos novos construídos.

Como tudo atrasou, e é "necessário" maximizar o interesse dos futuros concessionários, vão demolir tudo agora.

É assim que a coisa está andando.

Léo disse...

Vivemos tempos muito obscuros para tratarmos de forma tão célere um tema tão importante como este da rescisão e devolução do engenhão pelo Botafogo, a interdição, por si só, está permeada de aspectos nebulosos e a extremada decisão da direção em estranho tempo recorde abre brechas para costumeiras suspeitas...

As informações que circulam sobre potenciais contratos que seriam e foram pactuados(Flu,CEF, Brahma,venda de camarotes, planos de sócios,etc.) e da eventual impossibilidade de concretização aliada a obrigatoriedade de devolução de valores colocam o clube em uma posição de aparentemente lesado face a total ausência de responsabilidade do cessionário com relação aos erros de projeto existentes.

Essa medida, a rescisão, por parte do Botafogo, é incabível neste pequeno espaço de tempo, não deu para avaliar a questão juridicamente(a não ser que já tivéssemos um parecer na gaveta) nem mensurar as perdas decorrentes.

A rapidez de determinadas decisões podem gerar danos irreparáveis ao clube.

A torcida do Botafogo deve demonstrar imediatamente a sua contrariedade com relação a possibilidade de rescisão do contrato de cessão do Engenhão, ademais, se concretizada, estamos deixando de lado, além do estádio, qualquer possibilidade de indenização.

Que os atuais e antigos dirigentes estejam conscientes do sentimento que doravante a torcida do clube irá nutrir por eles, caso não existam explicações coerentes e claras sobre qualquer medida neste sentido, se estão sendo alvo de "forças terríveis" que coloquem a questão ao público, posto que, o contrário será entendido como entreguismo remunerado no imaginário alvinegro.

É hora de se mobilizar.

Cacau Avila disse...

Sim Carlos.

Aliás, 21º GAC de ótima lembrança para mim.

Sem qualquer relação com o assundo hoje aqui discutido mas falando do local, servi ali nos anos 70 (1ª Bateria - Central de Tiro) e o local era mágico.

Dali, "ouvia" gols do Botafogo do Dé pelo barulho vindo das arquibancadas do Maraca, quando ainda fazia guarda na guarita do lado sul junto à RFFSA.

Nem sabia que o quartel, que em 75 ou 76 tinha sido deslocado de Deodoro para aquele local, havia sido retirado dali.

A última vez que lá estive foi em 2005. Na ocasião, fui solicitar a 2a via do meu certificado de reservista.

Boas lembranças.

Eduardo dudu disse...

Pois é caros alvinegros, meu temor de domingo virou terror no dia de hj, como os dirigentes podem sequer pensar em se desfazer do Engenhão? E isso depois de 2 anos dando lucro, sendo fonte de receita para o clube, tem algo cheirando muito mal.......PC e demais temos que fazer alguma coisa, pois o porra louca do montenegro quer apagar o incêndio com gasolina, esse fdp vai jogar o BFR na rua da amargura de novo, alguns malucos defendendo a volta do Caio Martins....Isso é brincadeira? Depois que a globo e seu time aportarem lá esses fdps vão sumir e nós vamos ter de aguentar os cínicos da grande imprensa exaltarem o Engenhão como se nada houvesse acontecido.
Diretoria do BFR abre o olho seus fdps, se entregarem a torcida vai cair em cima de vcs!!!

Carlos Henrique disse...

Amigos,

Sou contra a devolução do Engenhão. Mas qual a pressão existente?

E se houver ameaça de que só consertam e licitam de novo se o Botafogo devolver? E que se não fizermos isso, a coisa se arrastará por intermináveis meses, nos quais teremos que arcar com os custo de manutenção?

Eu acho muito estranho falarem em devolver, se ano passado o faturamento com o estádio foi da ordem de 15 milhões.

Eu acho que a situação está bem complicada. Passo todo dia em frente ao Maracanã e praticamente afirmo que em 25 dias o estádio não fica pronto.

É tudo muito desanimador.

Cacau Avila disse...

Vou usar aquele côro com o qual "recepcionamos" o Souza para me referenciar ao Montenegro.

Lembram?

Ô.. ôô.. ôô.. O Souza é um m....

______________________________

Quem manda, verdadeiramente, é o Sérgio Landau.

http://br.noticias.yahoo.com/soccer--diretor-do-botafogo-nega-devolu%C3%A7%C3%A3o-do-engenh%C3%A3o---n%C3%A3o-existe-essa-chance--180339230.html

Carlos Henrique disse...

Cacau,

Reforça minha ideia de que o que o Montenegro está fazendo são bravatas políticas.

Deve estar reforçando sua posição dentro do clube, e por outro lado preossionando a prefeitura por uma solução.

De tudo que o Montenegro falou, só salvo a seguinte frase:
"O Botafogo não pode pagar 500 ou 600 mil reais por mês pelo tratamento do gramado, a luz, os funcionários sem nenhum evento. Não sei se isso vai demorar cinco, oito meses ou dois anos."

Ou seja, tem que haver pressão para empurrar no mínimo o custo de manutenção do estádio para outro, e para se definir com alguma precisão qual o tempo de interdição.

santos disse...

É, vida de inquilino é assim mesmo. Hoje está no Engenhão, amanhã vai estar de volta ao Caio Martins. Depois, só Deus sabe.
Mas, tudo bem, vida que segue.

Vascão 2013

Celso Ricardo disse...

E ganhamos TODAS as decisões do "clube do Eurico". Imagina se fôssemos proprietários...

Tarcisio A. de Moraes disse...

O Montenegro ficou maluco! Quer devolver o Engenhão.
Me lembro de uma entrevista, ou um debate, não sei, com João Saldanha. O João sem medo respondia às zoações da arco-íris quando o Botafogo perdeu a sede de General Severiano e passou a treinar em Marechal Hermes. Pois bem, o João dizia que o único, o único, clube da capital que sempre teve um local próprio de treinamento é o Botafogo. Todos os outros já passaram por períodos onde dependeu de favores para ser acolhido.

É evidente que o Botafogo tem que ter um estádio à sua altura. É a tradição, é a vocação.

Por que o Botafogo não faz uma proposta de compra do estádio à prefeitura? O Botafogo pagaria as reformas, ficaria com os prejuízos, prepararia o estádio para as olimpíadas e ainda daria um troco para a prefeitura. Por que não? O Botafogo já provou que sabe administrar o estádio e torná-lo lucrativo. O que não pode é devolver o Engenhão.

Apoio a campanha lançada pelo PC e por este blog de vanguarda pela mobilização dos Botafoguenses em defesa do Engenhão.

Carlos Henrique disse...

Taí,

Gostei da proposta do Tarcísio, comprar o Engenhão em definitivo. Mas tem que ser por um preço adequado, frente os problemas atualmente apresentados.

Certamente teria gente interessada em assumir a reforma para eliminar os problemas e a adequação para as Olimpíadas, recebendo parte das receitas vindouras.

Abraços!

Sidney disse...

Pc, time pequeno como o foguinho não têm capacidade para admistrar o Engenhao, nem torcida têm.

Cacau Avila disse...

Escreve-se "não TEM", e "torcida TEM" caro amigo Sidney.

Sorry.

Você ainda lembra, não é? Combinamos melhorar isso aí.

Zabumbeiro de Zona disse...

|

Pai nenhum deixa o filho jogar em time que perde para Resende e Audax.

Pra cima da mulambada, Remo!

|