Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A volta do Glorioso!

Agora é brindar a volta do mais internacional dos times brasileiros.

Fluminense contrata o outro primo do Messi

Chega da rua e recebo a informação de fonte fidedigna. O Flu contratou o outro primo do Messi: o DESCE.


Vem aí o "Campeão", novo jornal de esportes do Dia

Extra! Extra! Digo, O Dia! O Dia!.

Deu no "Jornalistas & Cia". E os framengueiros vão poder comprar. Dizem que vai custar 50 centavos.

Duvido que seja tricolor

Isso é coisa de botafoguense. É só conferir as cores da roupa.

Só podia ser coisa de flamenguista!

Um amigo flamenguista* mandou e-mail com o título: "O vestido ideal para as botafoguenses".

* Também ando em más companhias.

O vestido ideal para as tricoloras: tomara que caia... CAIU

Já que sacaneei as botafoguenses no post acima..


Oscar Arias, o presidente ideal para o Fluminense

Pô, toda vez que ouço o nome desse presidente da Costa Rica me lembro da minha infância. Oscar o quê? Oscar Alho.

É cada um que aparece!

Não precisa explicar. Eu só queria en-ten-der - 2

Deu hoje no Lance! Como esse negócio de demissão "sonhada". O que a diretoria e o Estevão fazem no clube? Ou demite ou não demite.

É cada uma que aparece!

Mera coincidência!

Repararam as cores da camisa do loirinho de tiara e cabelinho "espetado" que está sendo agarrado por detrás por um cara sarado e suado?

Sei não, mas lá no meu Grajaú de antigamente, quando eu jogava futebol de salão de beque parado, se o cara fizesse isso acabava cercado de formigas na Reserva Florestal.

Deu hoje no Lance!

Roubaram o Vasco

Mas não foi dentro de campo. Pelo contrário. Ontem mesmo o time foi beneficiado pela arbitragem. Foi do lado de fora. A nota saiu hoje no Ancelmo.

Falar em roubar o Vasco, alguém sabe o que aconteceu com aquela história em que "roubaram" a renda do clube que o Eurico uma vez levou pra casa?

Modelos de calcinhas nas curvas da estrada Rio-Friburgo

Se vocês viram isso - no Globo ou no próprio "local do crime" (ou seja, a estrada Rio-Friburgo) - e não prestaram atenção, começo a achar que este blog tem mais tricolores do que eu pensava.

E com licença que já já eu vou para Friburgo.

E pensar que tem gente que prefere as curvas da Estrada de Santos.

Mas "cuma é" o nome dele? A gafe do Rei

Esse Pelé é uma figuraça. Está dando no globesporte.com

Futebol e Tecnologia, Paulo Mendes Campos

Meus alunos começaram hoje a desenvolver um blog sobre a Revista Diners, uma antiga publicação editada por Paulo Francis nos anos 60, e que fez sucesso no Jornalismo Cultural. Quando o blog entrar no ar, divulgo o endereço. Nesse início de pesquisa básica no "pai dos Burros", o Google, os alunos descobriram fragmentos de um texto sobre futebol escrito pelo genial Paulo Mendes Campos, escritor mineiro e botafoguense. Para quem gosta de bom texto e futebol, vale dar uma espiadinha na matéria que saiu há alguns anos no jornal "O Estado de Minas".

Quem puder ajudar os alunos com alguma dica sobre a revista será bem-vindo.

Vejam o fragmento:

"Futebol e Tecnologia"

"São fragmentos do artigo "Futebol e Tecnologia", do grande escritor mineiro Paulo Mendes Campos, publicado na revista Diners há 23 anos. Um texto mais do que atual, e que fazia parte da vasta biblioteca de outro escritor mineiro de muito talento, Danilo Gomes, que nos envia de Brasília esta raridade criada por Campos. Como se vê, o futebol brasileiro segue exatamente como há duas décadas, sofrendo a cada competição internacional as conseqüências da má organização. Se o nosso futebol ainda é bom nas quatro linhas, o mesmo não se pode dizer do gramado para fora.

FUTEBOL E TECNOLOGIA Daniel Gomes & Paulo Mendes Campos

O "Esporte como ele é " & "Futebol e Tecnologia", Daniel Gomes "O futebol brasileiro, abstraindo os países nos quais esse esporte é incipiente, é hoje um dos mais atrasados do mundo. Perdemos a Copa (...) por causa desse atraso galopante. Ao contrário do slogan político, regredimos cinqüenta anos em cinco. Que houve? Que se passou? Como foi que bateram a nossa carteira de campeões sem que percebêssemos?"

"Nossa hematita compacta continua sendo o melhor minério de ferro do mundo; mas a nossa siderurgia continua pra trás. A matéria-prima do futebol, igualmente, ainda é de excelente qualidade, mas infra-estrutura e a superestrutura vão piorando à medida em que os outros países aperfeiçoam um jogo que nós patetamente insistimos em considerar essencialmente improvisado. Pois a verdade elementar é esta: não pioramos propriamente, os outros é que melhoraram muito; ficamos para trás porque não soubemos acompanhar o ritmo do progresso dos outros. Ora, enquanto as virtudes instintivas dos nossos jogadoras derem para ir suprindo as nossas falhas de administração, iremos manerando; quando a organização dos outros chegar ao optimum da tecnologia, então entraremos definitivamente pelo cano."

"Por motivo de uma reação primária de subdesenvolvidos, temos horror à tecnologia. A quase nada aplicamos uma técnica, damos um jeito. Temos orgulho dessas espertezas de pobre; gostamos de zombar do cartesianismo francês, do método germânico, das filigranas mecânicas do japonês; achamos o americano, com sua mania de especialização, uma besta quadrada". "Isso, em todos os planos das atividades velhas e modernas, da eletrônica à plantação de batatas. Mas reservamos a lava mais rubra de nossa ira para os traidores da pátria que ousam reclamar tecnologia para o nosso futebol. Futebol se joga é no campo. A gente vai lá e engole eles. Não temos nada que aprender do estrangeiro..."

"A partir dessas premissas improváveis estamos cavando o buraco. E quando o nosso selecionado não consegue vencer um time mundial arrumado na véspera (um time no qual o goleiro nem pode dizer 'deixa' para o zagueiro, pois um embarcou em Moscou e o outro na Alemanha (...) aí disfarçamos e dizemos de boca mole: futebol tem dessas coisas."

"Eu me lembro dos jogadores de vinte anos atrás; cadeiras duras, sem malícia, matando a bola, quando matavam, debaixo da planta dos pés, fortes e resistentes, mas bobocas. Os húngaros e os italianos eram um pouquinho melhores, os outros eram todos pernas-de-pau. Hoje, quando assisto a um jogo de time estrangeiro, reconheço que eles aprenderam tudo o que sabíamos e criaram melhorias que ainda não ousamos sonhar possuir: um perfeito esquema de cobertura, por exemplo." "Teria o jogador europeu se desencantado, aprendendo futebol da noite para o dia? Não, o jogador europeu aprendeu a jogar futebol devagar, olhou, comparou, supriu suas próprias deficiências com o aprimoramento de suas qualidades naturais".

(...) "Enquanto os nossos zagueiros, postados em dura fileira como um pelotão prussiano, ficamo no 'salve-se quem puder', os zagueiros deles caem no espaço abandonado pelo companheiro num ritmo de Bolshói. Enquanto a nossa linha média troca tímidos totós no meio do campo, o apoiador e o volante deles esticam a bola para a frente. (...) Os avantes deles vão repetindo sempre as únicas jogadas das quais pode surgir um gol lógico". (...) Enfim, enquanto eles acreditam na tecnologia, nós acreditamos até o fim do mundo no futebol-arte, na improvisação, no talento, conceitos de grande força enquanto não entram em campo".

terça-feira, 29 de setembro de 2009

No tempo do Manguinha, jogos contra o Menguinho eram bicho certo

Que prazer visitar a página do globoesporte.com e ver a foto do ex-goleiro Manga com os atuais goleiros do Botafogo. Vi o Manga jogar no Botafogo. O maior de todos.

Mesmo com aquela história estranha que envolveu João Saldanha, que teria dado um tiro no goleiro após a decisão com o Bangu, em que Manga estaria comprado (a história é contada no livro sobre o João Saldanha do meu camarada André Iki Siqueira).

Lembro bem que antes dos jogos contra o Framengo, às sextas-feiras, Manguinha dizia que era bicho certo e que por isso "fazia a feira antes". Eu estava no Maracanã no dia em que Oswaldinho Ponte Aérea, ponta-esquerda do Menguinho, passou o jogo todo desesperado tentando marcar um gol no manga. Oswaldo era um jogador mediano, quase medíocre (como a maioria dos jogadores do Mengo em grande parte da sua história. Não dá pra comparar com os jogadores do Botafogo). Mas chutava forte.

O Botafogo ganhou de 1 a 0, gol de Roberto, com passe do lateral Mura. E sem precisar da ajuda de juiz e bandeirinha. A torcida do Framengo saiu chorando.


PC Guimarães comenta 78. Agora aqui no blog

Para ler é só passar a mãozinha.

Renato Maurício Prado brinca com o Fogo

Deu hoje na coluna do Renato Maurício Prado. Até achei engraçado. Mas esse meu camarada está brincando com o meu Fogo. Não deve ter amor à vida.

Se correr o bicho pega, se ficar o Dunga come

Deu hoje na coluna do Ancelmo.

"Botafoguense" esquisitão ensina Luciano Huck a dançar


Vocês viram o CQC ontem? No quadro Top Five" botaram um cara esquisitão com a camisa do Botafogo, com trejeitos tricolores, ensinando o Luciano Huck a dançar.

Só pode ser coisa desse conluio do Framengo, das arbitragens, da TV Globo, da CIA, do Supermercado Aurora (Teresópolis) e das Agendas Pombo para desmoralizar o Botafogo.

Mesmo assim procurei no youtube e nos tubos e conexões tigre e nada encontrei. Se alguém conseguir o link, manda pra mim, por favor.

ps do pc: SAN, sócio do blog, esclareceu tudo e mandou link. O vídeo realmente faz parte de um conluio contra o Botafogo. Foi editado. É parte daquele interessante quadro do Luciano Huck em que ele faz o papel de um entregador de pizzas. Foi entregar uma encomenda numa boate erótica em Copacabana e acabou chegando na hora do ensaio das dançarinas. O coreógrafo David Júnior ensaiava com uma boazuda com a camisa do Botafogo. E Huck gravou. Mas que ficou engraçado ficou.

O vídeo tem mais de 25 minutos. É bem divertido. Para quem tiver tempo, eis o link: http://caldeiraodohuck.globo.com/Caldeirao/0,,9422,00.html#sintonizador-SintonizadorAutomatico_1

Torcedores mascarados agridem trio de árbitros. Isso é que é "uma piração total"

Está dando no globoesporte.com

Que mundo é esse? Árbitros incompetentes e mal-intencionados e torcedores alucinados e violentos.

Colunista do Globo divulga campanha "Um dia sem roubar o Botafogo. Eu apoio"

Deu hoje no Globo. Agora o mundo vai saber que o Botafogo é roubado, mas tem muita gente protestando. Especialmente este blogueiro invocado.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Blog intensifica campanha "Um dia sem roubar o Botafogo. Eu apoio"

Meus amigos: devemos ter novidades amanhã. Os blogueiros botafoguenses que quiserem copiar a imagem e divulgar em seus blogs e sites serão bem-vindos. Mensagens via e-mail também. E o blog e o Botafogo agradecem. O time errou, a diretoria errou, os jogadores erraram, mas ninguém pode esquecer que fomos ROUBADOS.

Jonathas afastado, Eduardo também, Michael já tinha sido. O último a sair apague a luz

Alguma coisa está fora da ordem.

Eu é que não ponho a mão nesse treco.

Tá FEIA a coisa! A frase mais ouvida pelos botafoguenses nessa segunda-feira. PC Guimarães Comenta 78

ISSO

e muito mais nessa segunda-feira de cinzas na coluna "PC Guimarães comenta" 78, por volta de 16h, no site do Correio do Brasil (http://www.correiodobrasil.com.br)

MEUS AMIGOS: voltei, mas não estou podendo falar porque estou rouco de tanto xingar o Estevam Soares.


Balanço da Rodada, por José Luis F: "O BOTAFOGO É A ESPERANÇA CARIOCA"

Aqui fala Massaranduba Júnior. O patrão continua recluzo numa caverna e não quer papo com ninguém. Quando soube que o JLF estava enblomando e não queria cumprir suas obrigassões contratuais, mandou que eu pegaçe um licóptro e arrancaçe a coluna dele a forssa. Arranquei mermo e o cara foi para no hosptar. Vortei pra sede do brog todo orgulioso pençando que tinha feito tudo serto. Só depois é que discobri que a coluna que o patrão quiria era esse tal Balansso da Rodada.

Ordis são ordis. Eis o tau balansso:

"Num oferecimento das Granjas Couto Pereira, Entregas Expressas Ilha do Retiro, Chocolate Olimpico e Baíle do Avaí oferecemos:

BALANÇO DA RODADA

Semana auspiciosa para o futebol carioca. Pela primeira vez em anos o futebol carioca tem uma representação à altura num campeonato internacional. As cores alvinegras prometem redimir os fiascos de Flamengo e Fluminense em passado recente quando foram vergonhosamente eliminados em pleno Maracanã por um time do Equador e outro do Mexico, países de pouca tradição futebolística.Vamos aos fatos:

Fluminense - continua a pré-temporada para 2010. O ritmo de treinos intensivos com pelada nas 4ªs feiras e nos domingos pode pareer exagerado mas acho que o Cuca está certo. É preciso começar desde já a dar preparo físico ao time. O amistoso disputado no Peru cumpre a função de acostumar o time com os longos e incômodos deslocamentos da segundona e quanto mais cedo começar o condicionamento melhor.

Flamengo - beneficiado pela arbitragem em Porto Alegre, que recomeçou o jogo sem a menor condição do campo. O jogo com o Internacional não foi no Beira Rio mas dentro do próprio rio, impossibilitando o Inter de jogar futebol. O empate em 0 a 0 foi o resultado óbvio.O Tite deveria ter levado o time a campo com pés de pato no lugar das chuteiras. Não me consta que tenha nada na regra que o impeça. Para não falar da notória vantagem que o Adriano levava devido à sua flutuabilidade, resultado da sua capa de gordura característica dos mamíferos marinhos. Com este resultado atípico o Flamengo consegue se afastar um pouco da zona de rebaixamento levando pela primeira vez os analistas mais sérios a considerar a hipótese de que talvez o rubronegro carioca não seja rebaixado.

Botafogo - esperança carioca no cenário internacional, o Botafogo sapecou implacáveis 2 a 0 no perigoso time do Emelec, base da surpreendente seleção do Equador. Na próxima 4ª feira, no alçapão de Guayaquil, o Fogão deverá cumprir a segunda parte da tarefa de garantir a representação brasileira nas 4ªs de final do campeonato sulamericano. Valeu a decisão de poupar jogadores no jogo de ontem, mesmo correndo o risco de algum contratempo como aconteceu.

Mais uma vez a arbitragem foi decisiva ao expulsar o zagueiro Emerson por uma falta pouco mais que trivial na intermediária.Na verdade, o juiz foi traído pelo seu daltonismo. Ao tentar puxar o amarelo saiu o vermelho e ele só percebeu quando o jogador alvinegro já se encaminhava para a lateral do campo (esta informação me foi passada por fonte seguríssima: a irmã da minha empregada é contraparente do cunhado do porteiro do prédio onde mora o tio da mulher do juiz do jogo e me garantiu que o árbitro capixaba reconheceu esse fato ontem de noite).

domingo, 27 de setembro de 2009

ENTRADA PROIBIDA

Nem pensem em sacanear o Botafogo ou o dono do blog. Massaranduba Júnior, meu leão-de-chácara, tem ordens para dar porrada em quem se atrever.

Inustiça no primeiro tempo

O Botafogo fez 11 finalizações no primeiro tempo, o outro time apenas 2. O tal de Magal bateu até na sombra. Um goleiro fez cera e saiu. O outro entrou e continuou fazendo cera. O lateral do outro time foi cruzar uma bola, a bola bateu no Juninho e entrou. 1 a 0 pro que veio pra empatar e fazer cera.

Vamos virar, Botafogo. Tu és o Glorioso.

Não são os botafoguenses que choram. São os jornalistas que reconhecem que o Botafogo é roubado em todos os jogos - 4

Depois de Renato Maurício Prado, Fernando Calazans, Márcio Guedes, André Lofredo, os paulistas Xico Sá e Mauro Betting, Hélio dos Anjos, e até Zéroberto Wright (fora os que não li, não vi e não ouvi), agora é a vez de Serjão Cabral reconhecer que o BOTAFOGO é sempre PREJUDICADO pelas arbitragens.

Deu hoje no Lance!

E tem gente que acha que o Zico sabia bater faltas!



Já pensaram nesse cara ao lado do Juninho?

Quem mandou o link foi o framengueiro Maurício Menezes.

Só existe uma coisa melhor do que um bom churrasco gaúcho

A gaúcha do post abaixo.

Mas tem gente que prefere gritar Mengô.

Chega de torcer pelo Flamengo. Agora vou torcer pela gaúcha


Torci pelo Framengo nos jogos contra os pequenos: Atlético do Paraná, Sport e Coritiba. Agora é contra o grande Internacional. E tenho um pé no Rio Grande do Sul. Adoro o povo gaúcho. Vide a moça que ilustra este post.

Mas tem gente que prefere o Guiñazu.

sábado, 26 de setembro de 2009

Cruzeiro ganhou com gol irregular. Adivinha quem foi o juiz?

Esse incompetente não toma jeito - nem vergonha. Até quando vai continuar fazendo cagadas no futebol? Ele e Marcelo de Lima Henrique deveriam ser banidos do Esporte.

Deu no globoesporte.com

E se Richarlyson jogasse na seleção e treinasse para pegar o Peru?

Não precisa responder, Xexéu (rs).

Certos títulos jornalísticos são perigosos demais.

Deu no globoesporte.com

Imaginem se o Zico jogasse no Botafogo!

Deu na coluna do Ancelmo, no Globo. SE jogasse no Botafogo, Zico já estaria preso há muito tempo. Ou, pelo menos, desde 2007 naquele jogo do "impedimento" do Dodô, ou em 2008, no jogo daquele "pênalti" no Fábio Luciano. Imaginem o que ele não faria se um jogador do time adversário ameaçasse um jogador do seu time e não fosse expulso.

E o Fluminense entrou pelo cano! Ou melhor, pelo tubo

Aí já é sacanagem. Muita sacanagem. Respeitem o Flu, pô!

Quem mandou foi o Bi-Nato, do falag, vascaíno e gozador.

"O Fla não é grande". É o que dizem

Não tem culpa eu. Não é gozação, nem provocação. Deu hoje no Lance! Foi o André Dias que falou. Agora que o Xexéu vai ter um ataque. André joga no time queridinho dele.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Será Jobson um novo Maicosuel?*

Tô achando que esse moleque vai bombar.

Foto: globoesporte.com

* O título deste post é inspirado numa manchete do Jornal dos Sports dos anos 70 quando um jogador chamado Puruca jogava no Botafogo. Após uma partida em que bagunçou o coreto do time adversário, o JS exagerou: "Será Puruca um novo Pelé?". Nunca esqueci essa capa e dou uma boiada para ter uma cópia e publicá-la aqui no blog.

Adriano botou fogo em Roma e Nero era um baita ponta-esquerda do Botafogo




Taí o que o Eduardo queria (ver a razão em comentário do Eduardo no post abaixo).

Mas, cá entre nós, que essas franjinhas desses imperadores eram coisa de tricolor, isso era.

Gil, o novo "craque" do Flamengo, e a resposta sutil



Quem lembrou foi o Moreira. Vá ser "elegante e sutil" assim lá na ... lá na... Gávea.

Será que os tricolores concordam com o Gil?

Não são os botafoguenses que choram. São os jornalistas que reconhecem que o Botafogo é roubado em todos os jogos - 3

ROUBO CONTRA O BOTAFOGO.

Agora foram Xico Sá, na Folha de S. Paulo, e Mauro Betting, no Lance! (até os paulistas já estão admitindo).

Eu também não aguento mais esse assunto, mas é que está todo mundo falando e escrevendo sobre os roubos contra o Botafogo. Renato Maurício Prado, Márcio Guedes, Fernando Calazans, André Lofredo, Zéroberto Wright (até ele!), Hélio dos Anjos e muitos outros.

Como diria Brizola: "ALGO HÁ!".

São fatos - e fartos.

Quem vai ficar com o dinheiro do Mané?

Deu hoje na Folha de S. Paulo na matéria sobre a indenização e aposentadoria para ex-jogadores que foram campeões mundiais (o Botafogo tem um monte na lista).

O Mané era danado!

O cartão que desce redondo

Deu hoje no Lance! Sei não, mas tô achando que esse árbitro é tricolor.

Gil melhor do que Kaká?

O cara "jogou" no Botafogo e ninguém lembrou nada disso. Bastou vir para o Framengo...

Assim eu morro de rir.

Botafogo roubado. Não é de hoje que isso acontece

De folga na Tanzânia, nosso comentarista José Luis F acaba de enviar a colaboração. Merece o depósito que vou fazer hoje à tarde.

Reparem nas listras verticais das camisas do jogadores.

Não são os botafoguenses que choram. São os jornalistas que reconhecem que o Botafogo é roubado em todos os jogos

Renato Maurício Prado, framengueiro assumido, volta a falar dos roubos contra o Botafogo em sua coluna de hoje no Globo.

Gostaria que a CBF e a Comissão de Arbitragens informassem quem é que vai pagar o prejuízo se o Glorioso deixar de disputar a Sulamericana do ano que vem por causa dessa roubalheira?

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Uma vez Flamengo sempre roubado. Até contra os pequenos

É impressionante. A gente está quieto no canto, lendo um livro num chuvoso Rio. Vem dar uma espiadinha na Internet e pronto. Mais mutretinha básica envolvendo o Framengo. O globoesporte.com está divulgando uma relação dos 10 maiores erros de arbitragem no Brasil em 2009. O Botafogo consta como roubado em dois jogos (só dois?!).

O Framengo como beneficiado em um (apenas um?!). Curioso, né? É sempre o Framengo. E contra um time pequeno! Vocês lembram desse jogo? Eu já tinha esquecido. O vídeo é uma vergonha. Por que o bandeirinha fez aquilo?

Ser BOTAFOGO

Vocês viram ontem na telinha do plimplim. Embora tricolor, meu saudoso camarada Paulo Alberto Monteiro de Barros, o "Arthur da Távola", captou bem o que é ser BOTAFOGO. Ser BOTAFOGO é diferente. O botafoguense não compactua com picaretagens, não aceita ser roubado sem reclamar. Tudo para o botafoguense é difícil. Não tem essa de depender de juízes e bandeirinhas para conseguir vitórias e títulos. Consegue as coisas na garra, na luta, com muito esforço, contra tudo, contra todos e, especialmente, contra os árbitros.

Mas Paulo Alberto escrevia melhor do que eu:

"Ser Botafogo é possuir uma espada de fogo e luz para enfrentar, iluminar e desbravar. É apreciar claras definições e alternativas extremas: a do branco e do negro. É ser súbito, safo, seguro de si. É saber o que querer e querer o que sabe.

É ser estrela solitária ou solidária; é tomar partido, ousar e desbravar. Ser Botafogo mistura nobreza sem aristocracia com popularidade sem demagogia. É furar, varar, ultrapassar, chegar, enfrentar pedradas, tormentas e adversidades e sempre conhecer a melhor matéria do próprio sonho. É incendiar-se sem incendiar ninguém

É insistir e crer onde os fracos desistem. É sobranceria, guerra, gorro, rasgo, Biriba, Carlito Rocha, Macaé e superstição. É adotar o embate para torrar e moer a emoção.

Ser Botafogo é clarão do alto da montanha, é esquina carioca, atrito, vontade de “saldanhar” a opressão, é águia, água-forte, firmeza, mais ciência e fúria que pausa ou vacilação. É o único time de intelectual que chega ao povão.

Ser Botafogo é garrinchar a vida com a elegância de um Nilton Santos e as peraltices de Quarentinha. É gostar de peleja, vitalidade, capacidade de decidir, autenticidade, batida de limão, filé com fritas, passear na chuva, sanduíche de mortadela, filme de heroísmo, goleiro valente, contrastes intensos; é curar gripe com alho, mel e agrião. Na adversidade, o botafoguense não come mel; come abelha para continuar e construir.

Ser Botafogo é saber discordar da desconfiança. É deprimir-se e recolher-se até voltar a labareda. Aí é bater de frente, olhar firme, detestar receio, medo, pântano, mentira e derrisão. É conhecer o risco e ousá-lo e tudo fazer com categoria e vontade de viver. É vencer.

Ser Botafogo é não desistir de insistir, de teimar e buscar. É faca, fato, feito, festa, furor. Queimadura.

Ser Botafogo é buscar a forma nobre de competir e saber empunhar a estrela da vitória interior e a estrela solidária às melhores formas do amor. É fazer da vida, festa e furacão; flor e labareda; esperança e realização."

Jogador de futebol faz cada coisa!

Deu hoje na coluna do Ancelmo.

Não são os botafoguenses que choram. São os jornalistas que reconhecem que o Botafogo é roubado em todos os jogos

Os botafoguenses nem reclamam mais. Torcedores, jogadores, dirigentes, comissão técnica e até o Papa já se acostumaram. Ontem, contra o Meleca, o André Lima sofreu uns 525 pênaltis e o Thiaguinho outro, claríssimo, que até o framengueiro Roberto Assaf (sempre justo e atento, apesar de torcer pro time do apito) reconheceu.

E não adianta chorar, framengueiros. Está na Imprensa. Tirei do Lance! São fatos e fartos.

Por que o Flamengo sempre quer as coisas do Botafogo?

Entra ano, sai ano, entra time, sai time, entra diretoria, sai diretoria, é sempre a mesma coisa: o Framengo está sempre de olho nas coisas do Botafogo. Parece até criança invejosa, de olho no brinquedo da outra criança.

A lista é grande: lembro de cabeça Iranildo, Clayton, Zé Roberto e os que não chegaram a ser contratados. E todos quebraram a cara, pois praga de botafoguense pega.

Agora o Framengo quer o come e dorme Michael, que, acaba de sacanear o Botafogo; e o Gil, que não deixou a menor saudade.

Não é à toa que eles roubam o que é nosso nas decisões.

E não adianta chorar, framengueiros. Lido com fatos. Tirei as duas notícias do Lance! de hoje.

Roubos contra o Botafogo. Até o Márcio Guedes reconhece

Deu na coluna do Márcio Guedes, no Dia. Um amigo mandou. Márcio, como quase todo botafoguense, mete o pau no Glorioso. Mas essa roubalheira nem ele consegue deixar de considerar estranho.

As Musas do Blog do PC: Fernanda Lima (de calcinha e sutiã)

Para amenizar um pouco o post abaixo (sobre as picaretagens do prefeito Eduardo Paes) uma imagem bonita. Nem é preciso comentar. Deu num desses sites de celebridades. Tem mais fotos lá: http://extra.globo.com/lazer/retratosdavida/#225943

Mas tem gente que prefere ver o Vampeta na G Magazine.

A INDÚSTRIA DA MULTA do prefeito Eduardo Paes

Como meus milhões de leitores sabem, o blog apoia a campanha do jornal Extra contra essa vergonha oficial que é a INDÚSTRIA DA MULTA.

Guardas municipais (pelo lado da prefeitura), PMs (pelo lado do governo estadual) e outros funcionários públicos pagos com o meu, o seu, o nosso dinheirinho vão para as ruas com o objetivo explícito de arrecadar.

O Extra de hoje faz uma denúncia grave contra a prefeitura do Rio de Janeiro. Espero que em vez de falar basteiras contra a torcida do Botafogo, o prefeito mauricinho, dos riquinhos da Barra, venha a público explicar essa picaretagem oficial.

"É blitz, papai?", artigo do pc no JB de hoje

Tem artigo no JB de hoje. Estou metendo o pau (não se entusiasmem, tricolores) nas blitzes com "hora marcada".

Para ler é só passar a mãozinha. No artigo, jamais no autor.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Quando não tem roubo tem Fogão

E olha que o Botafogo correu perigo. Marcelo de Lima Henrique (aquele do pênalti do Fábio Luciano) foi o quarto árbitro. Deve ter sido ele que fez a cagada de não avisar ao árbitro que os times estavam com uniformes parecidos para a imagem da tv. Aliás, Marcelo de Lima Henrique e Djalma Beltrami deveriam ser proibidos de entrar no Engenhão.

Cala a boca, Eduardo Paes

Quem mandou o link foi o Jimmy Snow. Que mané esse mauricinho, prefeito dos riquinhos. Por que não cala a boca e vai cuidar dos buracos da cidade?

Fluminense no Peru. Tudo a ver

E o Fluzão?!. O Peru endureceu, mas o empate com dois gols foi bom. Agora é pegar o Peru aqui no Rio e segurar o 0 a 0 ou o 1 a 1.

Romário calado é um poeta

Vocês viram isso? Esse Romário!

Deu na capa do Globo.

Bebeto vai dar pra técnico

Deu hoje na coluna do Ancelmo, no Globo.

Taí. Um bom nome para técnico do Botafogo. Afinal, quando jogava futebol, Bebeto era conhecido como "Chorão" (perco o amigo, me autossacaneio, mas não perco a piada).