Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 22 de abril de 2014

"A estréia", Carlos Eduardo Novaes (Exclusivo para o Blog do PC)

Carlos Eduardo Novaes, meu Mestre. Não preciso apresentar. Exclusivo para o Blog. Sem mais delongas.

"A primeira rodada do Brasileiro teve a menor média de gols (1,6) desde o início do sistema de pontos corridos. Não se pode dizer, porém, que o nosso Botafogo tenha contribuído para tal escassez. Ele “aceitou”  três do São Paulo – o maior placar da rodada – e não fosse por Jefferson teria elevado substancialmente esta pobre média.

O novo técnico Wagner Mancini vai ter que suar sangue para transformar esse burocrático bando em um time de futebol. No primeiro tempo, com o legado (escalação) deixado pelo “planejador” Eduardo Húngaro, o Botafogo foi um espectador privilegiado, assistindo de dentro do gramado ao adversário jogar sem adversário.

 No segundo tempo já se fez sentir o dedo de Mancini que mandou o time adiantar a marcação, fez duas acertadas substituições e, assim, o Botafogo conseguiu com muita dificuldade e pouca objetividade levar a bola até a área do Rogério Seni. Ufa!

Quem assistiu ao jogo deve estar pensando no esforço hercúleo que o treinador terá que desenvolver para colocar o Botafogo “na ponta dos cascos”. Na verdade, Mancini terá que começar do zero, do bê-a-bá do futebol. Botar os jogadores para treinar passes, chutes a gol, orientá-los a diminuir os espaços, a jogar mais agrupado, a decorar algumas jogadas, a chegar ao ataque e – mais importante -  a impor seu jogo (e não ficar esperando o adversário tomar conta do campo). Todos sabemos que não será uma tarefa fácil, sobretudo porque o time desaprendeu tudo o que sabia nos quatro meses que passou nas mãos do planejador.

O que ocorreu contra o São Paulo – principalmente no primeiro tempo – foi que o time não teve tempo de assimilar as orientações do novo técnico e abandonou as “desorientações” do antigo treinador. Resultado: jogou menos do que vinha jogando (e eu pensava que isso era impossível!). Lembrou-me um episódio com o ex-goleiro Manga, narrado pelo querido Sandro Moreira. Manga jogou muito anos no Nacional do Uruguai e, segundo Sandro, voltou ao Brasil mudo, sem conseguir articular uma palavra. Conta o cronista que nos anos em Montevidéu ele não aprendeu espanhol e esqueceu o português.

Para o próximo jogo contra o Inter no domingo,esperamos que o Botafogo venha com a cara (e a escalação) do Mancini. Caso o tempo seja curto para isso, que pelo menos tente fazer tudo ao contrário do que fazia antes nesta desastrosa temporada."

14 comentários:

Marcos Paret disse...

O mestre é O MESTRE.


Já quanto ao menguitinho, peço encarecidamente (direto do face):


Vamos parar com esta coisa de ficar criticando o Felipe pois em matéria de flracomengo, é melhor roubar do que matar.

Simples assim.

:-)

Marcos disse...

Tem que começar pagando os salários dos jogadores. Ninguém trabalha de graça.
Depois disso a gente poderá começar a falar alguma coisa de futebol.

Marcos Paret disse...

Iiiiihihihihi.

Como eu havia esquecido.

Esta é para o zamorista Caju.


"Aqui ó" Caju!


O tal do 'limeirinha carioca' informa que:

NENHUM MENGUITOLEIRO PODE POR A MÃO NA TAÇA DA COPA DO MUNDO..

hehehehe


N E N H U M

Só podem pegar na Taça Fifa os chefes de estado (incluido o Pres. da entidade) e JOGADOR QUE FOI CAMPEÃO DO MUNDO.


DO BOTAFOGO...

Jairzinho
Amarildo
P. C. Caju
Zagallo(já chega?)


Os falecidos..

Garrincha
Nilton Santos

DO MENGUITINHO...

ééééééé.. (vou pensando aqui, valeu?)

________________


Ah porr... Não ligam né?

Somente a CB importa.. Sei.

hahahahahaha


Chupa aí, 'el pequeño que no sorpreende'.

Pablo disse...

Marcos, é isso que quer o TRT. Libera a penhora quando o time estiver eliminado.

Reabrem o Engenhão com o time na Série B.

Seedorf manteve os jogadores sempre alerta sobre esse aspecto. No fim, todos os jogadores receberam tudo o que tinham direito.

Seedorf não deixou o time perder o foco nas horas mais difíceis.

E o Jefferson? Que tipo de líder é esse? Falando merda na Globo pra que?

Abs
Pablo

Eduardo dudu disse...

Caros Alvinegros e demais associados repito a postagem última, digo o seguinte.....Pablo, uma coisa a te dizer....sim nosssos maiores problemas foram, são e continuam a ser criados dentro de GS......outra: caranguejo virou filósofo do reino gayvea....onde a fantasia rola solta e tudo que ele escreve é verdade (sic) e dá esporro até no jornalista PC...ahahahah!!! Cajuzinho o mané de todos os manés framinguistas..inventor de histórias esportivas fantasiosas....o verdadeiro Forrest Gump do blog.....cajuzinho na verdade a culpa não é sua...Culpado na verdade são seus pais que de tanto apanharem de Manga e Cia passaram esse ódio a Estrela Solitária a vc, um incauto freguês e telespectador da grobo....

MARCO CAMEJO disse...

Não tem nada a ver com o assunto, mas...


Que me desculpem as outras escolas, mas não existe samba sem a portela.


https://www.youtube.com/watch?v=N-6SMDK-jCo



"Porém! Ai porém!
Há um caso diferente
Que marcou num breve tempo
Meu coração para sempre
Era dia de Carnaval
Carregava uma tristeza
Não pensava em novo amor
Quando alguém
Que não me lembro anunciou
Portela, Portela
O samba trazendo alvorada
Meu coração conquistou..."

Marcos Paret disse...

Porra Camejo, para que fostes virar isto aí, cara?


Você..

- tem uma princesinha linda (a minha tem 13 mas até hoje me lembro do tatibitati);

- é gente boa que só.

- E é Madureeeira poooorraaaaaaa!


Deus salve a Portela, o Império e a capital do samba.


Estou longe mas a saudade sempre bate. Qualquer dia, levamos a nossa turminha a este novo point (o parque... ainda não fui). Não sei se é apropriado. Me esclareça, ok?

_____________________

Eduardo dudu.

Não reclame do 'cajuzim' prezado amigo. Ele é a atual diversão do blog.

Perdemos o Allan fake, perdemos o outro lado do Allan, o tal sidinho facebook, decerto que não viveríamos aqui na nossa zoeira sem um bucha como esse. kkkkk

Deixe-o. E leia apenas um comentário dele (todos são iguais).

Marcos Paret disse...

Esta história de Beija-Flor (odeio essa m... esse troço) multicampeã, de um cara de hollywood numa escola da Tijuca (a coisa virou superprodução de cinema?) e de Caxias-Rede Globo é apenas ópio para o povo.


No meu entender (que é pouco mas é esclarecido), nada é mais importante do que a Portela, a única.

Nem a Mangueira, nobre e digna de todas as honras, supera a águia em matéria de força e de nome.

FOGO F disse...

Vejam o que é o peso da identidade dos clubes de futebol. O presidente do São Paulo declarou que quer Kaká porque, para ele, Kaká tem a cara do São Paulo pois "é bonito, tem todos os dentes na boca, é alfabetizado..." Já Juvenal Juvêncio, o antecessor, disse que não sabe ir a Itaquera e detonou o bairro da periferia.

Estas demonstrações de mediocridade, elitismo social, estupidez, burrice, anacronismo, mal gosto, breguice, burrice mais uma vez, etc., etc. não lembram o clube do bairro das Laranjeiras no Rio de Janeiro? Não parece aquele clube privilegiado pela Globo, mestre no Tapetão e em falcatruas em geral?

O São Paulo, com toda a sua arrogância e empáfia ainda está escudado no fato de ser grande e ter grande torcida, o que não acontece com nosso pequeno flu-flu do Rio.

Por estas e outras tenho orgulho de ser Botafoguense, do time da intelectualidade, do esporte, da inteligência e do bom gosto.

Marcos Paret disse...

E tem mais FogoF.

Os bambis paulistanos venceram apenas um bando de jogadores que entraram em campo com a camisa do Botafogo.

Mesmo com o agora acostumado à metidez Ganso jogando muito bem, se fôssemos lá com um mínimo de organização teríamos vencido.

Nunca esqueçamos que, na fase atual, se reforçaram com Antonio Carlos e tentaram até Negueba.

Como clube são grandiosos, mas parece que andam se perdendo na politicagem.

MARCO CAMEJO disse...

Paret, my friend...



Eu torcia pra beija-flor( talvez pela proximidade com Nova Iguaçu), mas quando deixei de ser exclusivamente rockeiro pra apreciar MPB e samba- principalmente quando me apaixonei pela Clara Nunes-a Portela conquistou meu coração...


Olha que colírio pras retinas:


https://www.youtube.com/watch?v=ixNKuF0AYxQ

Marcos Paret disse...

Pois é.

No meu caso, tendo nascido ainda sob os acordes do som do Elvis e passado a infância inteira (até os 8 anos) numa cidade de interior sem nada (até rádio não tinha), com um sistema de alto falante que só tocava Beatles, não tive como perder a alma roqueira.

Até hoje.

Samba não vai mesmo na minha veia mas respeito é bom e todo mundo gosta.

Clara
Paulinho da Viola
Zeca
Beth
Alcione
Jorge Aragão


E se esqueci alguém não é muita gente mas tenho a plena certeza de ter citado aí a seleção de todos os tempos em matéria de criação musical.

NO dia a dia (no violão ou na cantoria à toa), vai aqui no gogó um Lulu Santos ou alguma boa do exterior mas no respeito, estes acima citados são uma verdadeira divindade.

E esqueci sim - mestre Martinho.


Mas é isso...



Nova Iguaçu é? hehehehe.. Tinha no blog um tal Sidinho facebook que divertia a todos com um jeitão totalmente insólito e queria, em determinada época, que todo mundo votasse no candidato dele..... Em Nova Iguaçu.

Não é seu primo não?

:-)

Abços..


Dia será cheio - só virei ao blog à noite.

__________________________

E pode ter certeza de que, com a gaiatice inteligente do chefe, logo logo ele virá perguntando sobre "um clima"... hehehehe.

Isto, no blog, não falha. Por isto não saimos daqui.

Brigou com a namorada? Blog do PC. O IR comeu um pedação do salário? Blog na veia... Bateram no seu carro?... kkk.. Já sabe né?


Um bom dia p/todos.

Fernando Almeida disse...

Paret, não sou um lunático e muito menos "flanatico" como vc costuma se referir a nós Flamenguistas. Sou muito apaixonado por futebol e ontem me convidei a assistir a peleja entre os Atleticos, o da colombia e o mineiro.

Amigo, o que a cônica esportiva nesse fds criticou os times do Rio foi uma barbaridade. O adjetivo mais leve era "time ruim". Teve um que disse q o jogo do Flamengo foi caso de procon. E vejam só: ontem assistindo ao jogo que me referi acima vi um endeusado pela critica futebolistica brasileira se apequenar diante de um time ruim demais (e era um dos times do tal grupo da morte do gremio) a certa altura da partida estava 23 finalizações dos caras contra UMA (eu disse UMA) do todo poderoso galo de minas...e vejam só o todo poderoso são paulo, candidato a título de acordo com os entendidos...levou uma saraivada do tambem poderoso (sic) CRB de alagoas...fora o cruzeiro q semana passada suou pra empatar com o Cerro do Paraguai no Mineirão.

Onde quero chegar com tudo isso? É que nenhuma equipe brasileira pode ser considerada de outro mundo e muito menos considerada com uma rodada do campeonato favorita a alguma coisa...Se Botafogo e Flamengo hoje não estão la essas coisas os outros também não estão distantes, não.

SRN

Marcos Paret disse...

Caríssimo.

Permite aqui uma análise totalmente crítica, sem clubismo?


Botafogo com Seedorf - time ioiô (sem fôlego, o 10 mais atrapalhava do que ajudava - e ele só tinha fôlego em duas pequenas fases do ano).

Botafogo sem Seedorf - time bom, jogando com 11 até a queda do Wallyson e o sumiço total do futebol do Lodeiro. Quem tiver coragem ali de barrar estes dois forma ainda um belo time (os 3x0 do S. Paulo foram uma tremenda enganação).

Flamengo - endeusado pela CB, tem um craque (candidato a cracaço), Paulinho, e 10 jogadores esforçados (ah!.. apesar da índole sempre discutida, um goleiraço também). No geral, se o treinador pegar no braço de novo, briga com quase todos os times.

Grêmio - empolgação inicial e agora, caindo na normalidade (assisti, só para me acalmar quanto ao meu time, ao jogo da Argentina ontem).

S. Paulo - faça-me rir. Depender dos insossos Pato e Ganso, só mesmo na granja e se os ovos forem de boa cepa. Luis Fabiano? Ceni? Cansadaço de ser enganado.

Cruzeiro - time mediano (pouquíssimos atletas de ótimo nível - 2 ou 3) e que embalou em apenas um campeonato. Pode, de novo, jogando compactado, se dar bem neste brasileirão sem times mais fortes...


E ASSIM, TODOS ATÉ QUE CHEGAMOS AO..

Fluminense - merecia o inferno pela sua história mas jamais passar pelo que passou no ano de 2013.

Que timaço meu amigo, movido, claro, pelo dinheiro fácil dos cooperados (não é da nossa conta - não és médico, certo?).

Ano passado, nós os vencemos por meio a zero com gol no fim do Seedorf mas no dia seguinte, um amigo tricolor me perguntou no trabalho sobre o jogo e eu lhe disse que qualquer um poderia ter vencido.

Embalaram meu amigo. Se não perderem para o Palmeiras em S. Paulo neste fim de semana, anote e me cobre: PINTOU O CAMPEÃO.


Acho que é isso.

E que a sorte nos acompanhe em campo (na vida, graças a Deus, tudo bem).

_______________________

Ah! O mote principal do seu comentário ... a má vontade da mídia de fora com o futebol carioca. Que me perdoem os brothers vascaínos, gente da melhor qualidade, mas o único time que temos que podemos chamar de fraco é o deles. Muuuiiito fraco mesmo. Perdeu o campeonato por um gol ilegal mas cadê capacidade técnica para, taticamente melhor, resolver a partida antes?

Não sei se estou errado, mas acho que é por aí.