Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Tinha que ser Flamengo!


Dando no site do Globo.

Ô sina!

18 comentários:

Marcos Paret disse...

Quem disse que não são 'mundiais'?

Mundialmente esculachados (sempre).


Zé melecas
Cabañas
Olímpias
Tigres


que o digam.


'El pequeño no sorpreende nunca'.

Marcos Paret disse...

"..Siniiiiisstro.."

______________

Pablo mandou lá no post sobre o calção alvinegro mas vale a pena reproduzir.

................................


Resposta de Nélson Rodrigues a um framenguista inFLAmado sobre o que era torcer pelo FLAlido:

– Claro que é pecado e capital (torcer pelo FLAlido). Só doido se apaixona por um clube que tem um urubu de mascote. Ser Flamengo, meu bom amigo, é envolver-se com a negatividade das vitórias alcançadas arrancadas a fórceps. Ser flamenguista é estar condenado a temer, permanentemente, o travo da derrota, até quando o time brilha por aí, fazendo bonito em sub-campeonatos. Nada do Flamengo é lícito, muito menos a vitória. Tudo é escuso e escuro.

Fonte: ‘Isto Não Deu no Jornal’, de José Louzeiro.

Putzz.. “...sub-campeonatos...” (com o hífen obrigatório da ortografia da época).

________________

Será que por (hoje) subcampeonatos, podemos entender o carioquinha de 2014 e toda a rede de maracutaias que o envolveu?

FOGO F disse...

Não é novidade. Se é flamengo é suspeito de alguma coisa. Só achei que houve falta de criatividade da TV alemã. Mas para a TV e para o rádio cai bem, contribui para o realismo.

MARCO CAMEJO disse...

"Mundialmente esculachados (sempre)."


"Ser flamenguista é estar condenado a temer, permanentemente, o travo da derrota, até quando o time brilha por aí, fazendo bonito em sub-campeonatos"



Ai, ai...




Enquanto isso o botafogo acaba de conquistar seu 10° brasileirão, meses após ter se sagrado campeão da libertadores pela sétima vez em sua história diz o "Neverland News".


UM BRINDE AO ABSURDO!!!

Marcos Paret disse...

Camejo, sem chororô meu prezado.

Antes da sua já rotineira contestação e, no dizer do PC, das velhas desculpas, CONTESTE A FAMÍLIA DO NÉLSON RODRIGUES.


O texto não é meu.

Ricardo Carlos disse...

"Goleiro de time pequeno se destaca"

Arnaldo

HAHAHAHAHAHA

BOTAFOGO, NADA PODE SER MENOR

Marcos Paret disse...

BREVE HISTÓRICO

- O menguitinho tentou melar o jogo das bolas na Lagoa ainda no início do século XIX, tentando contestar uma prática sempre usada pelo vencedor de uma decisão em qualquer época, a de fazer cera para manter o placar e o título (o Santos, contra o Santo André, naquele time do Neymar/Ganso, até escanteio cobrou de forma diferente, a fim de passar o tempo).

- O menguitinho, na metade do século passado, tentou melar um jogo no qual foi esculachado e seria humilhado ao extremo (possibilidade de se repetir o 9x2 anterior), sentando-se em campo só para não perder de mais.

- O menguitinho, vinte anos depois, saiu quebrando os atletas do Bangu (porrada armada) só por não aceitar perder a decisão do campeonato para um time de subúrbio.

- O menguitinho foi protagonista do que todos chamam (menos os pouco mais de 15% da população do país que se iludem com a marca) de o maior roubo da história, só para não ter que se arriscar a perder a vaga na Libertadores/81 para o Galo.


Se isto não for uma mania histórica (e não fatos isolados), toda a minha vida, em matéria de discernimento, está equivocada.

Marcos Paret disse...

Rikkkardim 'meu fio'.

Cadê o craaaaaaaack do menguitinho na seleção do campeonato?


Vix.


Criciúma
Chapecoense
Figueira
Sport e...

..
..

não têm atletas na lista não é mesmo?


Risível, o flracomengo e seus iludidos seguidores.

"el pequeño que no sorpreende"

Anônimo disse...

A Globo agora lançou a série "razões da queda" para tentar iludir as pessoas e esconder o real motivo da crise do Botafogo:

O GOLPE DO ENGENHÃO.

Reparem que os comentaristas mulambos ficam transtornados quando esse tema é levantado. Eles querem formar opinião de que o Botafogo é menor do que o framengo e bla, bla, bla...

Até aqui o novo presidente vem mantendo o foco correto de reaver o estádio. Mas será que vai conseguir?

Ele fala até na caracterização do estádio. Seria um golaço. Vamos deixar as cadeiras amarelas para a dupla fra/fru da Odebrecht !

O Maracanã não existe mais. O Engenhão se equivale ao Maracaneike. Inclusive na capacidade.

Abs
Pablo

Frederico disse...

Paret, cuidado com as citações surgidas na Internet, garanto a você, com 100% de certeza que Nelson jamais disse ou escreveu isso.

Nelson Falcão Rodrigues era um homem que guardava profundo respeito por todas as instituições esportivas, são deles algumas das frases mais célebres e encantadoras sobre os clubes do Rio, incluindo aí o seu Fluminense. Mais que isso, Nelson possuía uma especial predileção por textos que enalteciam o Flamengo e sua torcida; Flu e Fla são os dois clubes por ele mais exaltados.

De qualquer forma, o mais importante é frisar a educação e o respeito sempre mantidos pelo pernambucano em relação a qualquer agremiação. Além do mais, as escolhas lexicais do autor deste texto que difama Nelson, mostram com clareza que trata-se de alguém que desconhece por completo as características textuais do grande dramaturgo.

Existem na Net muitos textos atribuídos a escritores; Veríssimo e Victor Hugo estão entre os mais "fakeados". Quem publicou isso ignora por completo as características rodrigueanas.

Por isso, antes de citar é necessário fazer um amplo recenseamento das fontes e averiguar a fidedignidade do texto.

Um abraço, e não me considere mal, fiz a ressalva apenas a bem da verdade e da própria imagem de Nelson, cuja obra, por acaso, foi objeto de meu Trabalho de Conclusão do curso de Letras.

Frederico disse...

Fiz uma rápida pesquisa na Net, essa suposta citação está no livro de José Louzeiro, um livro recente, mais um de seu amplo repertório de literatura de quinto nível. Está explicado! Parece que agora ele também quer transformar Nelson em Passageiro da Agonia, ou não é este o título de seu "livro" mais famoso?

O papel aceita tudo...

Frederico disse...

Só para terminar: olha que detalhe engraçado. A grafia não era a da época, pois trata-se supostamente de texto falado e não escrito, Louzeiro fez a "transcrição" e ignorou o novo acordo ortográfico. Além disso, o urubu só se tornou mascote do Fla em 1969,nessa época Nelson não trabalhava mais no jornal "Última Hora", na redação do qual teria nascido a falsa frase.

Nessa época Nelson trabalhava no agonizante e lendário Correio da Manhã.

Marcos Paret disse...

Não citei o autor Frederico (cuidado com a pressa... ela passa).

Citei o amigo do blog que trouxe a informação.


Quando cito algo que trago como informação minha, normalmente, pesquiso (isto quando não trago coisas da própria memória, já que o que LI chega aos remotos 70/71/72 e vai por aí - o que VI ainda traz situações anteriores).

____________________________

Nunca deixe que a pressa o traia e leia, na próxima, com mais atenção.


Meu comentário:

"........."..Siniiiiisstro.."

______________

Pablo mandou lá no post sobre o calção alvinegro mas vale a pena reproduzir.........."

Cristian Hofman disse...

Eu me divirto aqui!
Os caras estão afundados em um novo rebaixamento que pode decretar a extinção de seu clube, e ainda querem encontrar argumentos para tentar "zoar" o mais querido.

Se cobrir vira circo, se cercar vira hospício.

SRN SEMPRE!!!

MARCO CAMEJO disse...

Paret, fredera e demais...



Sinceramente, se foi Loureiro, Nelson ou o Zézinho da boa viagem pouco importa.


A opinião de alguém( seja lá quem for) baseada no vazio e na raivinha desmedida não servem como amparo da verdade, vejamos alguns trechos:


"Só doido se apaixona por um clube que tem um urubu de mascote."


Ora, então os palmeirenses, cruzeirenses e demais clubes cujos mascotes pertencem ao mundo animal não são dignos???


Percebeu o preconceito??


"Ser Flamengo, meu bom amigo, é envolver-se com a negatividade das vitórias alcançadas arrancadas a fórceps"


Pois é, que dirá torcer para um clube rebaixado 4 vezes e que só cumpriu duas...


"Ser flamenguista é estar condenado a temer, permanentemente, o travo da derrota, até quando o time brilha por aí, fazendo bonito em sub-campeonatos."


Somos o clube mais vencedor do RJ ( EM TODOS OS QUESITOS) e um dos maiores campeões do Brasil...


Temer??? meus caros, não foi um certo clube que, ao encarar o mengo, adentrou o maracanã, viu-o rubro-negro e exclamou: fudeu!!!

Perceberam...Esse texto, uma baboseira adocicada de obra literária se encontra no mesmo patamar dos blog s anti-flamenguistas espalhados por aí.

Falam por que é o que lhes restam.


pc guimarães disse...

A ingenuidade do nosso Camejo chega a comover. Ele acredita piamente no que dizem sobre o Framengo. O tio que iludiu ele no play do prédio fez a cabeça mesmo. Nem lendo alguém que conhece os bastidores ele consegue desviar o foco. Bacana isso. Admiro.

Caju disse...

Koé PC...Depois de comer um pacote de "Cream Cracker", ainda continuas arrotando caviar!? Hehehehehehe

Pois bem, nosso ilustre blogueiro gastronômico e seu incrível "Exército Brancaleone", insistem agora em vestir a síndrome de "Struthio camelus"....rsss.

Filhão, além da Limeirinha ser rebaixada ainda faltando uma rodada para fim dessa tortura, o recém eleito presidente do pequenino, deseja realizar uma auditoria para descobrir o tamanho do rombo...Algo em torno de R$ 750 mi...Hehehehe

Mas como ja disse anteriormente, continuem nos prestigiando, talvez é o que resta nesse momento para a Limeirinha carioca...Hehehehe

A Limeirinha é uma comédia por si só...Hehehehe

Senta no ônibus rumo a Macaé!!!

SRN!!!

MARCO CAMEJO disse...

Pc,



Esse seu discursinho de ingenuidade me faz lembrar uma passagem tenebrosa da minha vida:


Lá pelos meus 12,13 anos, eu jogava bulica( quem teve infância lembrará) com a gurizada num dos já raros quintais de terra.

Acontece que havia um moleque que sempre serviu de sparring pra mim. Eu sempre fui maior e mais forte e sempre botava moral nele, mas o moleque antes franzino ficava cada vez mais forte e aquela altura já não havia tanta facilidade em impor minha moral de machinho alfa do bando.

Nesse dia o moleque resolveu me encarar e eu percebi de antemão que iria perder feio. O que fiz? disse-lhe pedantemente altivo: "Não quero brigar com você" "Estou com pena de te bater de novo" .

Qualquer semelhança com suas respostas evasivas NÃO é mera coincidência.