Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Obrigado, Roberto Porto!


Robertão: o pessoal está esperando você lá em cima para falar BEM do Botafogo. A gente por aqui agradece a sua carinhosa presença. Você vai fazer MUITA falta. Obrigado por me ajudar a escrever o Senta e, mais ainda, muito grato pelo prefácio. Ficou me devendo o depoimento pro Sandro. Mande notícias, querido.

31 comentários:

Frederico disse...

Puxa vida!! Ô Guima, que tristeza! Havia escrito no post abaixo uma "croniqueta" de fim de ano, e até disse que só voltaria a postar ano que vem, mas uma notícia como essa cria uma exceção.

Admirava muito Roberto Porto, um dos maiores conhecedores da história de nosso futebol. Torcedor apaixonado do Botafogo, Porto sempre agiu com lisura e isenção em sua atuação jornalística.

Manteve um blog notoriamente anti-Flamengo, mas sua intenção era promover a rivalidade saudável e avivar novos corações botafoguenses.Nunca incitou o ódio e era a estrela maior do "Loucos por Futebol". Tive o privilégio de trocar e-mails com ele, era uma pessoa afável, educada e receptiva.

Lembro-me de suas colunas no JS, nas mesas de fim de domingo na TVE e de um excelente programa sobre gols históricos na Rádio Nacional em meados da década de oitenta; Porto possuía um incrível acervo de narrações.

Esse ano de 2014 tem sido terrível em criar orfandades irreparáveis. Estou bem comovido.

Meu caro Porto, desde aqui na Beira da Lagoa, e como torcedor do Simpaticíssimo presto minhas mais sinceras homenagens.

ps. a última vez em que entrei em contato com Roberto Porto foi para parabenizá-lo pelas excelentes narrações de seu filho, o que o encheu de justificado orgulho.

Abraços pesarosos, Fredera.

Marcos Paret disse...

74 anos de uma vida dedicada à profissão e ao amor alvinegro.

Se não chegou a ser um dos próceres no exercício do seu ofício, estando um pouco abaixo de nomes como Saldanha, e Sandro, para ficar nestes dois, foi sim um dos nossos mais diletos representantes.

Que o céu o receba com alguns dos mais belos dribles da lenda maior do futebol.

Frederico disse...

Paret, francamente eu discordo, creio que foi sim, um dos próceres de nosso jornalismo esportivo.

Não vou estabelecer postos hierárquicos, até porque cada um tem suas características, no caso de Porto, entre suas notáveis qualidades, estavam a ampla divulgação da história do futebol e a manutenção das saudáveis rivalidades que enriquecem o imaginário futebolístico e uma notável erudição futebolística, além, é claro, de um texto de natureza primorosa, sem faltas ou excessos, verdadeiros guias de como se escrever sobre o futebol.

Escrevo isso em virtude de achar há muito que seu talento foi menos explorado do que poderia ter sido, Roberto merecia mais espaço e mais oportunidades; prazer e disposição pelo labor jornalístico nunca lhe faltaram.

Um abraço, Fred.

Cristian Hofman disse...

Um dos maiores expoentes na arte da "crônica".

Descanse em paz!

SRN!

Mauricio Peres disse...

Além de grande botafoguense, Roberto Porto era um sujeito culto, educado e extremamente simpático.
.
Seu talento jornalistico já faz falta.
.
Que descanse em paz.

Caju disse...

Uma pausa nas nossas discussões diárias...

Mas por uma triste coincidencia, dias trás, li um artigo no qual seu autor, relata as dificuldades sofridas pelo falecido jornalista...

http://jornalggn.com.br/blog/urariano-mota/jornalista-roberto-porto-urgente

Que seja recebido em paz...

Abraço fraterno aos familiares.

Caju

Marcos Paret disse...

Sem dúvidas Caju.

A notícia de que estava em um leito no Hospital do Andaraí não é senão um sinal de precariedade na situação financeira.

Uma grande pena. Profissionais assim mereciam respeito das instituições deste país, tão preocupado em tombar casarões, danças, em fazer bolos de quilômetros para comemorar aniversário de ruas (atos até compreensíveis).

Vamos cuidar também dos nossos representantes nas artes (nas letras, etc.).

Anônimo disse...

Enquanto os bons se vão, as porcarias ficam:

http://esportes.r7.com/futebol/fotos/ronaldo-zomba-de-jornalista-por-noticiar-suposta-batida-de-carro-com-cinco-anos-de-atraso-05122014#!/foto/5


A internet está aniquilando a Globo aos poucos...

Abs
Pablo

Frederico disse...

Gostaria de dividir com todos os amigos do blog um pensamento que tive hoje, na verdade, pensei muito sobre história do futebol e no Porto, duas coisas que se confundem...caramba!!! Quanto se perdeu do que só estava na cabeça dele? O Roby falou sobre isso.

Mas, o que eu queria dizer é que, provavelmente, o último texto do Robertão foi o prefácio do livro de nosso querido Guima, o que torna a obra ainda mais valorosa e histórica.

Continuo triste, é amargo ver toda uma geração indo e nenhum representante ficando, hoje, mandam nas tvs, jornais e "mesas" os burrocratas do futebol, com suas malditas pranchetas e dados do futebol espanhol.

Paulo Cézar Guimarães é o último dos românticos, e abro, também um espaço para o Apolinho.

Vida longa aos românticos!!!!!!

Anônimo disse...

PERSEGUIÇÃO IMPLACÁVEL

Diante da derrota do Montenegro e da resistência do novo presidente do Botafogo ao Golpe do Engenhão, uma raposa felpuda da prefeitura contou para a sogra do cunhado da tia do primo da concubina do garçon do Antiquarius qual a estratégia armada por Paes e Odebrecht (com apoio do Marcelo Campos Pinto) para asfixiar o Botafogo.

Paes mandou destruir o entorno do Engenhão e essas obras só ficarão prontas na véspera da abertura dos jogos olímpicos. O Objetivo é tornar a ida aos jogos no Engenhão um inferno, fazendo com que o torcedor desista de ir e o clube tenha prejuízos com a posse do estádio.

Para completar a asfixia, a PM irá emitir laudos vetando clássicos no estádio por motivos de "segurança" em virtude do acúmulo de entulhos nas ruas que cercam o Engenhão.

Mas dois fatores podem atrapalhar os planos do Sistema:

1. a torcida do Botafogo vai chegar junto caso o novo presidente mostre-se mais aguerrido que o Maurício. Não serão esses obstáculos no entorno que irão inibir a torcida do Botafogo;

2. O Governador Pezão não parece inclinado a fazer o jogo sujo do Paespalho/Odebrecht/Globo.


Há testemunhas.

Abs
Pablo

santos disse...

Anônimo, talvez eu não esteja tão bem informado sobre o assunto quanto você. Mas, houve um grande erro na idealização/ projeto/ construção do Engenhão. Para evitar maiores problemas, foram feitas desapropriações apenas para a construção específica do Estádio. Um estádio desse porte, precisa de uma área para "respiro", que seria uma área para concentração e trânsito dos torcedores no entorno. Seria interessante também uma área para estacionamento, ou até um edifício-garagem. Em outras palavras, deveriam ter desapropriado uma área maior em volta do estádio.
Não estou bem informado sobre o que você está dizendo, mas será que não estão querendo sanar o erro ou pelo menos amenizá-lo?

Vascão 2014

santos disse...

E sobre o passamento do Roberto Porto, meus sinceros pêsames à família.

O Botafogo e todo o Esporte Nacional estão de luto.


Vascão 2014

Anônimo disse...

O Engenhão já dispõe de estacionamentos internos. O maior deles, com vários andares, é 100% coberto.

Anônimo disse...

Marcelo Mattos na saída de campo:

" ...Não aconteceu por vários motivos. Vamos ver o que vai acontecer, mas espero que esse time volte a disputar as primeiras posições, a Libertadores, e que ninguém mais impeça o clube de crescer. Quando viram que estava crescendo, cortaram a asa do Botafogo. Mas em 2016 a gente vai estar de volta à Primeira Divisão..."

Essa é a verdade. Sacanearam o Botafogo e continuam sacaneando. Não admitem o crescimento do Clube. Nossos problemas estão dentro de campo e não fora.

Se o novo presidente não entender isso vai sair pela porta dos fundos como Bebeto e Assumpção que ousaram desafiar o Sistema.

Abs
Pablo

Anônimo disse...

(Sorry. Corrigindo)

Marcelo Mattos na saída de campo:

" ...Não aconteceu por vários motivos. Vamos ver o que vai acontecer, mas espero que esse time volte a disputar as primeiras posições, a Libertadores, e que ninguém mais impeça o clube de crescer. Quando viram que estava crescendo, cortaram a asa do Botafogo. Mas em 2016 a gente vai estar de volta à Primeira Divisão..."

Essa é a verdade. Sacanearam o Botafogo e continuam sacaneando. Não admitem o crescimento do Clube. NOSSOS PROBLEMAS ESTÃO FORA DO CLUBE E NÃO DENTRO.

Se o novo presidente não entender isso vai sair pela porta dos fundos como Bebeto e Assumpção que ousaram desafiar o Sistema.

Abs
Pablo

Anônimo disse...

(Sorry. Corrigindo)

Marcelo Mattos na saída de campo:

" ...Não aconteceu por vários motivos. Vamos ver o que vai acontecer, mas espero que esse time volte a disputar as primeiras posições, a Libertadores, e que ninguém mais impeça o clube de crescer. Quando viram que estava crescendo, cortaram a asa do Botafogo. Mas em 2016 a gente vai estar de volta à Primeira Divisão..."

Essa é a verdade. Sacanearam o Botafogo e continuam sacaneando. Não admitem o crescimento do Clube. NOSSOS PROBLEMAS ESTÃO FORA DO CLUBE E NÃO DENTRO.

Se o novo presidente não entender isso vai sair pela porta dos fundos como Bebeto e Assumpção que ousaram desafiar o Sistema.

Abs
Pablo

Anônimo disse...

O Palmeiras escapou do rebaixamento com 40 pontos.

Cadê os "matemáticos" da Globo e seus 46 pontos?

Pândegos !

Abs
Pablo

Fernando Almeida disse...

Pablo, os matematicos da globo ou não levam em consideracao o desempenhos de campeonatos anteriores onde um time nunca foi rebaixado com 46 pontos, salvo exceção o corinthians em 2007.

SRN

Marcos Paret disse...

O Engenhão é sim uma pedra no sapato dos sem teto e seus apoiadores na mídia.

A jogada do Bebeto, simplesmente genial, deixou a todos de queixo caído e assim, veio aquele terrível 2007/9 (pegamos o estádio em agosto/2007 mas já no início do ano se sabia quem conseguiria vencer a licitação).

Agora é tirar mais um coelho da cartola para se sair bem desta nova enxurrada de sacanagens até 2016 passar.

Marcos Paret disse...

........Palmeiras..

E escaparia se tivesse perdido o jogo de ontem Pablo, com incríveis 39 pontos.

Ou seja, a matemática foi solenemente esculachada (erraram no topo e na base da tabela) e o Botafogo pediu mesmo para cair, já que simples vitórias contra dois dos times fracos para quem perdemos em casa e estaríamos na série A.

A escolher..

- Bahia (o jogo que o marginal do sheik entregou)

- Figueira

- Palmeiras

- São Paulo (aquele que tiramos de um Maraca que ficaria bem cheio e levamos para campo neutro).

Atlético-PR

Aquele próprio 0x1 na partida contra o xoxo Fluminense também fez falta.


No ano mais fácil para se escapar da degola, num time mexido o ano inteiro (mudamos de time após a temporada passara, após a Libertadores e na dispensa grotesca dos 4 da virada setembro/outubro), deixamos de permanecer na elite por jogos absolutamente inexplicáveis.

Marcos Paret disse...

Firme em 2015 Glorioso!

Vai ser mais fácil o menguitinho jogar honestamente do que repetirmos tantos erros como neste ano para se esquecer.

Anônimo disse...

Paret, o Bebeto foi muito esperto nesse processo do Engenhão. Ficou dizendo para a Globo que "não tinha interesse" no Engenhão o tempo todo.

Ele colocou o foco num estádio na Zona Portuária. Daí os Marinho mandaram os "jornalistas" fazerem várias matérias dissecando a situação do Porto. Licenças, gasômetro, perimetral, etc, etc...

Todos os dias saíam matérias que exploravam algum aspecto a inviabilizar a empreitada do Bebeto. Mas sempre focando na zona portuária.

Daí, de repente, o Bebeto deu o "baila comigo" no Sistema e venceu a licitação pública do Engenhão, dentro da Lei.

A partir daí a perseguição a ele foi implacável. Assim como aconteceu com o Assumpção na contratação do Seedorf e negociação de naming rights milionários, Bebeto foi considerado uma "ameaça" ao projeto da Globo.

A Globo faz com o futebol brasileiro o que ela fazia com o País na Ditadura Militar.

Abs
Pablo

Anônimo disse...

Eu sempre disse que o Eurico é maior do que o Vasco. Pois bem, ele mal sentou na cadeira e já mudou o lado das torcidas no Maracaneike.

Vai rasgar o tal contrato da Odebrecht com o FluminenC e enfiar no rabo do "presidente" do timeco das laranjeiras...

O Vasco sem o Eurico não passa de um Olaria da Gama.

Abs
Pablo

MARCO CAMEJO disse...

Paret,


Que bom que você retornou meu amigo, quanto tempo hem!

Enfim algum foguemse admitindo que a culpa pela queda foi do próprio clube.


Um brinde à sensatez!

MARCO CAMEJO disse...

Pablo,


"PERSEGUIÇÃO IMPLACÁVEL"

(...)



Não se esqueça que, mesmo que, todas essas artimanhas e estratagemas escusos para ferrar um time que se ferra sozinho(...) mão deem certo existem planos B.


Ei-los:


1. Asseclas de Eduardo Paes já entraram em contato com seres de Alpha Centauro - aqueles que adoram rabiscar nossas plantações- para fazerem desenhos estranhos no gramado do engenhão e assim interditar mais uma vez o estádio.


2. O pai de santo de Eduardo Paes- Um tal de Caboclo Papacu Rasteiro- fez o nobre prefeito entrar em contato com espíritos amaldiçoados daquela região e, em troca de uma gorda oferenda, os penados prometeram atormentar os jogadores foguenses para que percam seus jogos lá.


3. Por fim, Japoneses que tem interesse em contratos na wonderful City, prometeram (caso tudo não dê certo) invocar Godzilla para por fim de vez ao estádio e destruir o poderoso botafogo de vez.


Pronto, você já tem todas as desculpas para mais um ano de sofrimento com seu time.

Enjoy!

Marcos Paret disse...

Voltei exatamente de onde Camejo?

Sempre com seus factóides e sua falácia?

kkkk

Sempre estive aqui, na derrota para o Santos e nesta semana pré 38ª rodada.

Não impute a mim fatos que não condizem com a realidade, prezado!

___________________________

Bebeto/Estádio do Porto/Engenhão.

Pablo meu amigo, a história pode não ter se passado exatamente desta forma: pegamos sim o Engenhão licitamente (através da Lei 8.666) mas no caso do estádio do Porto, Montenegro foi aos microfones falar de uma certa pixotada que o Bebetão deu com os investidores portugueses (os mesmos que ergueram o idêntico Estádio da Luz) e, na hora da assinatura para o início da construção, os caras desistiram, pegaram o avião e se mandaram prometendo jamais voltar a negociar com aquele cara.

O lance foi dinheiro além do combinado (expressamente declarado pelo Montenegro).

Claro que (aí já é suposição minha), tendo isto se dado ali por volta de 2005/2006, Bebetão deve ter dado este passo "em falso" já com o bizu de que com a Cia. Botafogo, pegaria o novo estádio sem concorrência, já que todos os outros clubes (inclusive o CNPJ alvinegro) estavam inviabilizados de participar da licitação pela situação fiscal que viviam.

Então prezado, tem muito mais angu neste caroço do que os já citados, claro, com a ênfase na verdade de que o estádio foi interditado por tudo menos pelo risco de ver a arquibancada desabar e que os podres poderes escolhem sim por quem os sinos irão dobrar.

Conversa para mais do que 'dois "dedins" de prosa'.

Marcos Paret disse...

*de ver A COBERTURA desabar.

MARCO CAMEJO disse...

Paret,



"Voltei exatamente de onde Camejo?

Sempre com seus factóides e sua falácia?

kkkk

Sempre estive aqui, na derrota para o Santos e nesta semana pré 38ª rodada.

Não impute a mim fatos que não condizem com a realidade, prezado!"


Já ouviu falar de ironia??

Anônimo disse...

Paret o tal banco envolvido no assunto é o Espírito Santo, que de "santo" só tem o nome.

Cambada de picaretas.

Abs
Pablo

Marcos Paret disse...

Sim Camejo. Ironia é (deveria ser) usada como tal.. É fina, sutil e sempre bem humourada.

Sua participação teve bom humor mas no campo da zoeira e neste caso, zoação não tem muito a ver com ironia.

Aliás, comove a sua sempre necessidade de lançar um factóide e depois, vir corrigir a minha interpretação.

De toda sorte, não quis ser impaciente e ranzinza: repito, estive sempre aqui, na vitória ou na derrota (algumas vitórias de 2014 foram belas).

Na série A ou na B, gigante é gigante. Veja o caso do Flu, que se não descobrir como tirar leite de pedra irá trocar de lugar conosco em 2016.

Marcos Paret disse...

Sim mas o estádio era ponto certo. O terreno, se não estou mal informado, era o que foi posteriormente cedido para a construção da Cidade do Samba.

Bebetão cochilou nessa, já que estaríamos com o estádio pronto desde 2010 (no máximo), o projeto Seedorf poderia ter deixado seus frutos e, claro, só mesmo uma maracutaia de fazer a da Petrobrás parecer brincadeirinha de amigo oculto iria interditar um projeto desses no caso 'Maracakeike'.