Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Marchinha da FlaGay, cantada por Clóvis Bornay, pra quem nunca ouviu

Como todos sabem, tenho o maior carinho pelo Framengo e sua história. Confesso que não conhecia essa marchinha em homenagem a uma das torcidas do Framengo. Obrigado pelo serviço de utilidade pública, Jorge Eduardo. Como o Blog não é homofóbico e não tem nenhum tipo de preconceito, publico aqui a letra para que todos cantem ouvindo o som mais abaixo. E contenham-se nos comentários, amigos. Dona Solange está de volta

A letra e a música pra cantar junto:


16 comentários:

Jorge Eduardo Antunes disse...

Cultura popular.

FOGO F disse...

PC, assim você mata os tricolores de inveja.

Anônimo disse...

A Flagay também foi criada no final da década de 1970. A torcida foi fundada oficialmente em 1979 pelo carnavalesco Clóvis Bornay. Torcedor do Botafogo, Bornay convocou a torcida flameguista homossexual para ir a uma partida contra o Fluminense.

Sem pressão

pc guimarães disse...

E tome desculpas!

Cristian Hofman disse...

Faz parte da democracia e do folclore nacional.
Ademais, essa torcida nem deve existir mais.
Quanto ao fundador, um ilustre torcedor faísca.

SRN

Cristian Hofman disse...

Faz parte da democracia e do folclore nacional.
Ademais, essa torcida nem deve existir mais.
Quanto ao fundador, um ilustre torcedor faísca.

SRN

Anônimo disse...

Nunca vi esse video ou notícia na Globo. Portanto nunca existiu

FOGO F disse...

Era o que faltava. Os framenguistas tentarem empurrar um dos ícones da FlaGay para a torcida do Fogão. O cara se declara flamenguista em vídeo e música e alguns não admitem. Ou será que ele era botafoguense mas onde se sentia em casa mesmo era na FlaGay?
Não adianta, a FlaGay tem história e ela se confunde com a história da torcida do framengo. A História ninguém apaga, nem mesmo a Globo e o sistema.

Frederico disse...

Honestamente, não ligo nem um pouco para "provocações homofóbicas" rsrs também sou contra o "politicamente correto" que não permite brincadeiras com minorias, desde que não sejam preconceituosos, ou induzam ao preconceito, e esse é o caso do PC, que é um cara democrático e que tem minha admiração. Talvez eu conheça o PC mais que a maioria de nossos irmãos flamenguistas, e trata-se de um autêntico "pedra noventa", o Maurício Menezes, no livro do Senta falou tudo!!!

O Flamengo é a maior torcida; maior entre homo e héteros. Intelectuais e analfabetos; ricos e pobres; marginais e pessoas do mais extremo caráter.

Bornay é uma figura histórica e folclórica de nossa cidade. Originalmente botafoguense converteu-se à religião flamenga. Ouvir a marchinha, que eu desconhecia, naquela sua característica dicção com a língua presa, deixou-me feliz. é a prova, mais uma vez, de que o Mengão é o mais homenageado e lembrado. Por fim, diga-se que o carnavalesco foi também um museólogo de grande prestígio e cultor das nossas tradições populares. 10, nota dez!!!

Marcos Paret disse...

Lacraia, no funk (e este não era ex botafoguense), também cantou o menguitote à larga (no bom sentido da largueza, claro).

FOGO F disse...

Como não sou do meio nem framenguista, achava que a FlaGay era folclore. Mas pesquisei no google o que o sistema esconde e, vejam só o que descobri. "O maior movimento gay entre torcidas organizadas"- claro, se é framengo é "maior do mundo". Mais de 40 mil sócios.
https://www.youtube.com/watch?v=7L38k3s7518

Quais serão as desculpas diante disso?

Não é melhor a torcida do framengo sair logo do armário em nome do combate à homofobia? Não seria melhor terem orgulho de seus gays?

E o grande amigo do PC, o Xexeo, o que ele tem a dizer sobre isso?

Anônimo disse...

Resumindo... Clube de bibas loucas. Kkkkkk

Anônimo disse...

Isso ai frederica, orgulho gay. Como vocês mesmo cantam: Uma vez baitola, baitola até morrer. Kkkkk

Anônimo disse...

Foguinho também é clube de baitola, isso nunca foi novidade pra mim, Clovis bornay, carlos imperial, agnaldo timotheo, tudo gay e torcedor do bichafogo, ou você acha que a estrelinha decadente como simbolo dos foguetes foi atoa. Essas Bichafoguenses!!!

Anônimo disse...

Sai do armário louca, deve ter cansado de cantar isso no carnaval. Kkkk

Anônimo disse...

O engraçado é que o Clovis Bornay era torcedor do Botafogo !
A dúvida é: porque criar torcida gay e musicas afins para o time dos outros e não para o time dele ?