Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Ô time sem sorte!!!

Ah se aquela bola do Dória aos 40 e tantos entra!!! Ah se o juiz fosse sério e não desse apenas 3 minutos de prorrogação! Ah se o time jogasse sempre assim!

Não vamos desanimar. O Botafogo nunca jogou bem contra times pequenos. E nunca vai conseguir as coisas sem luta. Muita luta.

EU ACREDITO!!

10 comentários:

pc guimarães disse...

Porra, Globo! Vá se f@#$%¨&*+ Fale dos mil jogos que o Botafogo foi prejudicado pela arbitragem. Vão encher o saco com esse lance duvidoso em todos os telejornais de amanhã.

Marcos Paret disse...

Desculpe a sinceridade PC mas, não só do alto de quem viu, de Rogério a Marinho Chagas (vi com consciência mais ou menos ali de 67 a 75, times muito bons) e hoje, ter que ver isso aí em campo, mesmo sabendo que o problema é a falta de elenco, não pode querer que joguem sempre assim.

Jogando assim, não venceríamos nem o Náutico aqui no Maraca.

Discordar é democrático mas conforme já postei por duas vezes no meu blog, excetuando-se o Náutico (e teria que haver um tira-teima), estamos jogando o pior futebol entre os outros 19 times.

Eu disse isso após o jogo contra o péssimo Inter e, como para provar que eu não estava errado, a confirmação veio no jogo de hoje, quando um timeco sem qualquer virtude tocou a bola e tomou conta do meio de campo como se fosse ele o time a jogar em casa.

Com este futebol, só iremos à Libertadores por milagre, já que este futebol não tem mesmo como melhorar.

Hoje, o Furacão perdeu mas poupou quase o time inteiro e poupou justamente para o confronto contra nós aqui. Coitados: ainda não sabiam que estamos "sem time". Agora me diga (me digam amigos alvinegros), qual o milagre que deverá se materializar no gramado do Maraca para que vençamos os paranaenses no próximo sábado, do jeito que estamos, totalmente sem meia, com um ataque pífio e com a nossa defesa sobrecarregada e nervosa?

Esperemos por um elenco mais numeroso então no ano que vem.

Pablo disse...

O time mostrou raça hoje. Voltando a jogar no limite podemos chegar.

Sorte nossa é que Grêmio e Goiás estão no mesmo nível que o nosso.

Abs
Pablo

pc guimarães disse...

Respeito a sua opinião, Paret. Mas hoje eu gostei. Não achei o time apático como das outras vezes. Repito: não temos sorte. Se dependermos de sorte nunca vamos ganhar. Tem que ser na luta. E espero que lutem até o fim. A torcida merece. Hoje apoiou o time o tempo todo.

Léo disse...

Queda de rendimento assustadora do time, jogadores pregados em campo e com medo de errar passes, e por isso, errando 50% deles, meio de campo que não consegue articular um ataque com mais de cinco passes porque a bola queima nos pés ou não tem jogador que se apresente para receber, sem contar os iluminados de sempre...

Seria fácil culpar apenas os jogadores, mas a sucessão de fatos negativos iniciada pela interdição do Engenhão, principalmente, a venda e a perda de jogadores importantes no decorrer do campeonato levaram ao quadro atual.

Apesar da saída do G4, o Botafogo era o único clube com possibilidade de fazer frente a regularidade do Cruzeiro, qualquer outro a nossa frente neste momento não possuí um elenco melhor daquele que tínhamos antes da vergonhosa questão do Engenhão alimentada por parte da imprensa.

Não deixa de ser contraditório que essa parte da imprensa, notadamente, aquela que pertence a Rede Globo, a palavra é pertence mesmo, que tanto inventou fatos para perturbar o ambiente ou ampliou assuntos sem qualquer explicação plausível relacionada ao interesse do leitor, agora tenha que se contorcer na verborragia do seu escrete para fundamentar perante aos compradores dos seus pacotes e aos seus bilionários patrocinadores, como que o "campeonato mais disputado do mundo" - da Rede Globo - possua um vencedor com cinco/seis rodadas de antecedência.

O ódio dos donos do futebol brasileiro ao Botafogo resultou em um belo tiro de canhão na sua própria contabilidade publicitária, aposto três garrafas de vinho, como antes de terminar o brasileiro, vamos ter uma mesa redonda em um programa de TV ressuscitando a ideia do mata-mata, afinal, é preciso manter a massa animada, agradar o patrão e garantir o emprego...

E vamos para as últimas rodadas, aliás, a salvaçao da TV neste reta final são as ordinárias campanhas de Flu e Vasco.

MARCO CAMEJO disse...

uÉ????



E a tal imparcialidade???

os paladinos defensores da moral e ética do futebol não vão falar do roubo contra a lusinha???


Ah se fosse em jogo do Flamengo!!!

Marcos Paret disse...

Roubo Camejo?

Putzzz..

Pretendia deixar passar batido mas você tá insistindo tanto que não tive como não vir ao assunto.

Roubo cara? Que roubo, cara pálida?

Botafogo roubando no campeonato? Beneficiado por arbitragem?

Não quer contar outra não? Por exemplo, o que houve com o super mega hoje em S. Paulo?

Mario_av disse...

Desandou o caldo, virou angu com caroço. Impressionante como o time se desfigurou. Tecnicamente perdemos jogadores importantes, que mesmo não sendo titulares absolutos ajudavam muito a manter uma melhor qualidade do elenco. Mas taticamente o time se perdeu. Jogava sempre em bloco, compactado, com defesa, meio de campo e ataque ocupando juntos uma mesma região do campo. Agora não há mais isto. Defesa é defesa, fica plantada lá trás, não avança para acompanhar o meio de campo. O meio de campo só toca a bola lateralmente, e os atacantes ficam perdidos no meio da zaga adversária. Apesar de perder algumas chances de gol ontem, só lembro de uma em jogada bem feita, trabalhada, como deve ser: aquela em que o Octávio entrou pela direita e cruzou para o Elias, que chutou para fora. O resto foi em faltas e em bate rebate.
O Seedorf já ficou manjado, ninguém mais deixa ele solto. Sempre colam alguém para não deixar ele dominar e pensar a jogada, dão sempre o bote, na maioria das vezes com faltas.
Faltam 4 jogos, e acho que o Botafogo só consegue a vaga na Libertadores se ganhar 3 destes jogo: Atlético Paranaense, São Paulo, Coritiba e Criciúma.

Caju disse...

Ué e o gol da Lusinha anulado indevidamente? Cadê o complô CBF/Globo/Cia/KGB/Fla press!?

Sorte? Vai ler um livro...."A bola não entra por acaso"

O retrato do times de vocês foi uma faixa escrita pela torcida faísquenta atrás do gol do Lauro:

"Botem vontade que apoiamos"

Uma mentira né...Primeiro que exigir raça de um time que não tem e outra é exigir apoio de uma torcida ausente...

Chora paraguaio...Pocoto

SRN!

Marcos Paret disse...

Engraçado Caju. Como eu disse em post acima que vocês não têm argumentos e repetem 30, 40 vezes a mesma ladainha e como você vem ao blog corroborar isto.

Esta lenga-lenga citada aí por você foi a que surgiu logo no terceiro comentário e eu já a havia rebatido mas, mesmo que você não tivesse visto ainda a publicação da minha réplica, é muita falta de cérebro ver que um coleguinha de camisa reclamou (choramingou) o mesmo fato (o gol mal anulado) e ainda assim, repetir o comentário sem tentar, ao menos, mudar o texto.

Vocês são mesmo risíveis.



Gol do Lauro.

Gol do Rogério Ceni.