Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

JOGO DO SENTA no programa do Edson Mauro na Rádio Globo

Para quem não ouviu no programa do Edson Mauro, eis o link AQUI.

7 comentários:

Marcos Paret disse...

Se você for para o programa do Penido (17 às 19 hs), passa uma descompostura naquele antigo estafeta do Januário de Oliveira.

O antigo lek da Educativa, Sérgio Du Bocage (hehehe... que nick hein?) virou torcedor remunerado e posa de membro de uma daquelas raças ruins ao microfone da emissora na maior cara de pau.

Gustavo Menezes disse...

Com licença dos amigos.
Aproveito o espaço para lembrar aos nobres irmãos de manto sagrado GLORIOSO (o original) tentar explicar aos 'comuns' que aqui frequentam, hoje iludidos pelos holofotes sobre times FRACOS, um pouco do que é sentir-se escolhido por algo muito maior.
Sentir-se orgulhoso por seguir quem faz a história mundial deste esporte.
Basta ver a repercussão internacional das últimas declarações de um dos craques da atual equipe e, mais importante, de nova ação pioneira do Botafogo: a concentração opcional dos seus jogadores na véspera dos jogos no Rio de Janeiro.
Ação consciente, profissional, e não ato de rebeldia como nos passam alguns jornalistas mal-intencionados ou de 'rabo preso' com dirigentes ou ditadores como a época do não menos pioneiro Afonsinho (pesquisem,'comuns' do 'copy and paste', pois eu relato o que vivenciei).
Assim como a camisa do Botafogo FEZ a história deste esporte no Brasil dentro de campo, vestindo os maiores jogadores brasileiros consagrados internacionalmente, e ainda hoje FAZ história vestindo a maior contratação estrangeira de todos os tempos, o Botafogo está contribuindo diretamente, mais uma vez, com as profundas mudanças do futebol no aspecto profissional.
A concentração opcional já praticada na Europa, foi introduzida oficialmente aqui pelo Botafogo desde o estadual, de forma ordeira e profissional. Assim como Afonsinho o fez na década de 70 em relação à Lei do Passse' e os Marinhos o tratavam como rebelde.
E Seedorf faz parte do comitê do movimento 'Bom Senso FC'.
Isto sim, nos enche de orgulho, isto é ser GRANDE!
Lembrem disso nobres gloriosos que por vezes reclamam demais, pois somos sim muito exigentes.
E aprendam, de queixo caído, meus caros e manipulados 'comuns'. Para vocês mais uma pílula de sabedoria. O significado de nossa alcunha: GLO-RI-O-SO |ô| - adjetivo
1.Que dá glória; cheio de glória.2. Bem-aventurado; ilustre, honrado.3. [Irônico]Vanglorioso, vaidoso.(Dicionário Priberam da Língua Portuguesa).
Bom dia a todos.

Gustavo Menezes disse...

Para os molambos que tentam se impor, sem sucesso, com falácias sobre grandeza:
http://m.sportv.globo.com/site/programas/redacao-sportv/noticia/2013/11/apos-conhecer-todos-seedorf-diz-que-acertou-ao-escolher-o-botafogo.html

Marcos Paret disse...

Gustavo.

Lambendo-se com aquele roubo escancarado da Libertadores, estes cariocas que bem o sabemos, vários brasileiros de apito e encomendados pela TV e um jogo não oficial em Tokyo, você já sabe qual será a resposta deles né?

E agora, a resposta vem sempre com um "puxa, lá vem o Paret".


A propósito:

Afonsinho - revelado em São Paulo (interior), teve no Botafogo a sua passagem como craque de futebol, chegou à seleção e fez parte do elenco multicampeão do final da década de 60 (cariocas, 3 torneios internacionais de clubes de Caracas, Taça Brasil 68 - esta eles odeiam, NÃO A TÊM) e...

NO BOTAFOGO CRIOU SUA CONSCIÊNCIA COMO LÍDER, FEZ FALER A SUA VOZ, ELEVOU-A NACIONALMENTE.

Pablo disse...

Gustavo Menezes acordou inspirado. Que bela análise.

Eu aplaudo de pé.

Abs
Pablo

FOGO F disse...

O framengo é mesmo muito divertido. Não tinha visto isto, via coisa séria quando o link apareceu:
http://www.youtube.com/watch?v=1_JptWXxTRY

gtavares disse...

Beleza de texto Gustavo.
GB