Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

sábado, 20 de setembro de 2014

Por que o STJD não fez a mesma pressão quando Petros agrediu o juiz?




O Emerson pode ter mil defeitos mas nesse caso da CBF ele tem total razão. E também não me lembro de ver o STJD fazer pressão contra o Framengo quando o Willlians chamou o juiz de "merda".

O futebol brasileiro é uma vergonha sim. E Framengo e Corinthians são os clubes mais beneficiados do Brasil. Até quando? Até quando?

7 comentários:

Anônimo disse...

E o que dizer do "roubado é mais gostoso" do goleiro mulambento, não aconteceu nada, não é

Anônimo disse...

Concordo com o PC, o Sheik tá longe de ser um exemplo de comportamento.

Mas se ele se sentiu encorajado a por a merda no ventilador vestindo a camisa do Botafogo, ótimo.

O Botafogo é isso aí. Ninguém cala. Desde que alguns garotos do colégio resolveram peitar a elite da época, lá no início do século 20.

É só estudar a história do clube para ver que SEMPRE lutamos contra o status quo.

O dia que o esquema Globo/CBF cair será um dia de glória não apenas para o Botafogo e o futebol brasileiro.

Será um dia de glória para o país. Por que? Basta perguntar para a Receita Federal.

Abs
Pablo
PS: sobre as Organizações Globo, devemos reconhecer que as torcidas do Vasco e do Coritiba têm sido ultimamente mais, digamos, corajosas...

FOGO F disse...

Concordo inteiramente com o que disse o PC. Mas tem outra declaração do Sheik que não foi comentada na mídia do sistema e que tem grande importância. Ele disse que quem faz o futebol são os jogadores. Acho que ele foi incompleto. Quem faz o futebol são os torcedores e os jogadores. É do público que gosta de futebol que saem os jogadores e o dinheiro que paga tudo, inclusive os super salários e propinas para os cartolas e para a CBF.

Mas para a CBF, quem faz o futebol são os cartolas e ninguém abaixo deles na hierarquia que tentam manter, principalmente os jogadores, tem direito a manifestar opinião (como reclamou o Sheik). Aliás os jogadores formam o nível mais baixo desta hierarquia. Este Paulo Schmidt que denunciou a Portuguesa para salvar o frufru se considera mais importante para o futebol que o Sheik ou o Kaká ou qualquer outro. Reprimir opiniões é vital para a CBF manter as coisas sob seu controle. É isso que está em jogo na punição so Sheik. Aí vem a mídia, pretensamente politicamente correta (como diria o Seedorf) e declara que as manifestações do Sheik foram "impróprias". Não informa nada sobre o jogo e ainda diz que o árbitro não interferiu no resultado. Para esta mídia as três expulsões, a revolta dos milhares que compareceram ao jogo e a de outros muito mais numerosos que acompanharam de outras formas não representam nada, simplesmente não aconteceram porque não deu na Globo.

Acho até que o Sheik poderia ter evitado o que fez, assim como o Ramirez e o Júlio César. Os jogadores deveriam levar em conta que não estão simplesmente jogando futebol como pensa o Sheik. Eles estão jogando também com a CBF e o sistema. Os três expulsos acabaram prejudicando o Botafogo. Mas depois dos fatos não podemos condená-los sem levar em conta tudo o que ocorreu e, principalmente, a vergonha que é a CBF, o STJD, a arbitragem etc..

marcelino dantas disse...

Tô com você PC, devem seguir os trâmites legais e aí sim, férias pro Sheik beijar quem ele quiser e deixar o Botafogo lutar sem ele.

FOGO F disse...

Ouvi no rádio (CBN) que o eterno submisso que desonra as tradições do Botafogo, aquele que quer se enturmar com a turma da CBF e da Globo, Maurício Assunção, escreveu uma carta à CBF logo depois das declarações do Sheik dizendo que não concordava com o Sheik e que as declarações dele eram de responsabilidade somente dele. Para quê? A Diretoria e o M.A. estão se borrando de medo dos ditadores da CBF e do STJD e de suas arbitrariedades? Têm medo que o Paulo Schmidt peça perda de pontos para o Botafogo? Será que não têm vergonha se se submeterem como fazem na Iakuza? A Diretoria do Botafogo também é uma vergonha!

Anônimo disse...

FogoF, o rebaixamento do Botafogo, depois de tudo o que o Assumpção fez pela Globo, será a prova definitiva de que não faz diferença alguma ser submisso ao Sistema.

Assumpção sairá do Botafogo rebaixado pela porta dos fundos, apesar de, na minha opinião, não ter sido um mal presidente. Cometeu erros, mas os maiores problemas do Botafogo vieram de fora do Clube.

Abs
Pablo

FOGO F disse...

É Pablo,
porém o M.A. representa uma mentalidade medíocre existente no clube que acredita que vai se dar bem se agradar aos de cima ( e se dar mal se fizer o contrário). É a mentalidade que acredita que vai a algum lugar cultivando um conceito rasteiro de profissionalismo de mercado que de competência não tem nada.

É constrangedor acompanhar o futebol assistindo às manifestações de prepotência desta gente que dirige o futebol brasileiro como os coronéis escravagistas dirigem suas propriedades rurais no Brasil. Assistir a este Paulo Schmidt declarar que o Sheik "desrespeitou as autoridades" e por isso deve ser julgado. Para a alegria deles o nível educacional médio dos jogadores é baixo e a submissão é total. Para quem assiste é um horror.

Além disso não temos imprensa crítica e independente. A grande imprensa está tão comprometida neste sistema que não tem nem independência nem capacidade de pensar fora da lógica da CBF. É chatíssimo ouvir estes jornalistas. Os únicos que vale a pena ouvir são os estrangeiros, como o Tim Vickery por exemplo.