Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Flamengo sentou em 1944 e fugiu em 1946...

Eu tento não zoar os SENTÕES mas não deixam. O nosso camarada Edgar acaba de enviar o link de um blog chamado "Vexames do Flamengo" falando do jogo em 1946, dois anos depois do SENTA, em que eles choraram e desistiram de jogar contra o Botafogo. A história desse jogo também é contada no livro do JOGO DO SENTA. Só não dei muito destaque porque o livro ia ficar muito grande. E tem um outro chororô do Framengo em 1947.

E aí? Todos aqui já leram o livro do SENTA?



Para conhecer mais este espaço de zoação contra o mais rejeitado dos clubes brasileiros, clique AQUI.

30 comentários:

Zabumbeiro de Zona disse...



SEEENTAAAAAAAAAAAAAAA!!

Marcos Paret disse...

Pois é.

Decerto, cansados de tanto sentar, preferiram correr. A prega-rainha deve ter agradecido muito.

Cristian Hofman disse...

Que ano estamos?
Em que ano isso ocorreu(sic)?
Fala sério, acha que nos sentimos zoados?
SRN

pc guimarães disse...

Um com o velho discurso do "falou mal do Framengo está errado e eu é que estou certo". O outro com o velho discurso global do "não aconteceu depois de 1980. não aconteceu". Comuns e óbvios. Mas entendo o fato de ter vergonha da história do clube pro qual torce. Tanto a história antiga, quanto a recente. Vide a forma como ganharam o Carioquinha desse ano.

Marcos Paret disse...

É sempre bom falar e provar.

Para o pessoalzinho aí do povudo que gosta, mesmo depois do show de torcida do Fogão no primeiro semestre, de ficar cobrando quem vai e quem não vai ao estádio.


http://globoesporte.globo.com/jogo/copa-sul-americana-2014/30-09-2014/sao-paulo-huachipato.html


O trecho do qual quero falar é ..


".....Para poucos

5.545 pessoas


Com o time em sequência ruim no Brasileiro, os são-paulinos não se animaram em ir ao Morumbi ver o jogo: apenas 5.545 torcedores presentes....."


- Jogo decisivo, mata-mata, time com fama de torcidão também.

Anônimo disse...

Vendo o Debate agora e cheguei a minha conclusão meu voto vai para o Tarcisio que teve coragem de enfrentar o Pezão.

Abs
Pablo

pc guimarães disse...

Aliás, esqueci de dizer: como sempre, o Camejo lê errado. Não importa o Blog onde foi publicado. Apenas lembrei que essa história está no livro do Senta. Um livro escrito por um jornalista sério, respeitado e com credibilidade no mercado. Mesmo caso deste blog. Desculpem a falta de modéstia. Mas a gente tem que continuar insistindo em ensinar o Camejo a ler. Tadinho. Só acredita no google ou na Globo.

Marcos Paret disse...

PC.

Sua história está aí, pavimentada, sem máculas.

Já quanto ao livro, conforme bem definiu a matéria do Observatório de Imprensa, FOI ESCRITO DA FORMA MAIS PROFISSIONAL POSSÍVEL, com o jornalista (palavras do texto)...

...OUVINDO OS DOIS LADOS, como é o certo.

pc guimarães disse...

Camejo, querido. O Blog do PC é um blog sério, de um jornalista sério, que apenas escolheu o lado ético para torcer. Peço um favor: não cite outros blogs aqui. Principalmente quando for para criticar. Não seria ético pra mim. Divulguei o blog que ilustra este post porque ele apenas publicou o que está no livro. Como disse, não aprofundei muito no chororô de 1946 e 1947 porque o livro ficaria muito grosso (calma, tricolores). Vc é um cara muito bem-vindo aqui. Principalmente pela sua visão romântica sobre o Framengo. É bacana ver que vc acredita mesmo no que escreve. Mesmo que contra a opinião de grande parte dos torcedores de outros times brasileiros que já foram vítimas do esquema chamado Framengo.
Repito: só evite citar outros blogs. Vc me entendeu, né? Não sou leviano e só publico FATOS. Leia o livro e vc conhecerá a história desses dois outros chororôs framenguistas por causa do Botafogo. E contados por um escritor framenguista. Aqui não se brinca com a informação.
grande abraço

pc guimarães disse...

Aliás, como tenho andado muito ocupado, aprovei indevidamente um outro comentário seu. Mas tive que deletar pelo mesmo motivo do que escrevi acima. Assim como não aprovei um comentário que faz uma acusação a vc sem provas. Se vc quiser criticar outros blogs que não seja neste nosso Blog do PC, vá direto ao outro blog. OK? Desculpe, amigo. Mas a coisa aqui é séria. Alguém precisa contar a real história do Framengo. Fiz um pouco disso no livro que vc se recusa a ler, talvez por medo de perder seus sonhos juvenis. Mas tudo foi documentado com livros, depoimentos e jornais de época. Nada é achismo ou tirado de fontes duvidosas pesquisadas no google.
Outro abraço.

Marcos Paret disse...

PAUSA NA ZOAÇÃO

Acho engraçado este endeusamento de treinadores de futebol aqui no Brasil. Antigamente, Luxa era ‘o cara’. Vencedor de um montão de brasileiros, pedia o que queria e lhe pagavam. Esqueceram que apanhou feito boi velho do Telê quando este, que também era um perdedor nato como técnico, acertou a mão no São Paulo e saiu ganhando em carreira. Eram notórios os nós que o Telê aplicava nos timaços do Luxa, até mesmo naquele Palmeiras estilo Academia (os antigos sabem o que significa este termo).

Ora ora! Quem ganhava jogos e títulos eram Muller, Raí, Pita e vários outros excelentes jogadores pelo São Paulo. Rivaldo, Edmundo, Evair, Roberto Carlos e outra penca de bons atletas pelo Palmeiras. Estes caras do banco são, invariavelmente, entregadores de camisa, motivadores quando conseguem mexer no time e nada mais. Abel, que levou este inconstante Inter ao topo do mundo há alguns anos, está lá hoje bebendo “vinho do bom” apenas por causa do nosso amado levantador de defuntos, o nosso Glorioso. Até nos receber, estava numa fila horrenda, sem vitórias, sem torcida no estádio. Chegamos lá, Wallyson e Zé perderam um caminhão de gols e, numa bola vadia do Alex, construíram a sua vitória. Já virou o time de modinha do momento mas para quem for ver estádio cheio por lá, no nosso jogo, o público era destes ruins que dão aqui no Maraca mas Abel, com certeza, voltou a ser ‘o cara’ outra vez.

Só para citar aqui o mais zoado, quando o flamengo montou o belo time daquele período do Zico, eles perdiam quase todas até que se encontrou o jogador que faltava: Carpegiani, ali por 1978. Quando acharam também aquele já de idade bem alta, o ótimo Lico (era o dono do setor esquerdo do time ali no ataque), o elenco fechou e todos os garotos que subiam davam certo. Pois assim que um treinador saiu, bastou se efetivar o jogador Carpegiani como treinador e nada mudou. Os flamenguistas aqui do blog mais novos acreditem: O TIME JOGAVA COM UM TREINADOR QUE ATUAVA NO MEIO DE CAMPO. Carpegiani treinava o grupo e, no jogo, entrava com o time. Por muito tempo, ele era meio campista e técnico. Ora, quem resolvia a parada era aquele belo elenco em campo e, claro, o jogador/técnico só fazia substituições para que um colega do banco entrasse mais motivado e atuasse sobre um marcador cansado ou então, jogasse de forma diferente do substituído.

Felipão então, depois do nó tático (haha.. ‘nó tático’... façam-me rir) dado no Botafogo no Maracanã, saiu daqui na maior ovação. Trata-se de outra besta quadrada. Ia para o mundial de 2002 sem o Ronaldo até que o Fábio Capello o chamou num canto e disparou: “você está maluco? Quer ganhar a Copa sem este jogador? Se você quiser pensar em algo melhor nesta Copa, não pode ir sem ele de jeito nenhum”*-*... O beócio não foi capaz nem de, sozinho, concluir que Ronaldo estava, fisicamente, em momento infinitamente superior aos outros craques, que se recuperava de cirurgia e não jogou a temporada européia inteira.

Hoje, Mano já não é mais querido no Corinthians (o querem fora), Muricy foi, massacrado, endeusado e agora, criticado de novo no São Paulo e por aí vai.

Ora meus amigos, quem ganha jogo aqui no futebol brasileiro é atleta, jogador (jogador bom, que se frise). Técnico é, no máximo, motivador. Vez por outra, consegue enxergar um setor do campo que precisa ser mexido e assim o faz, mas na maioria das vezes, faz para ver se dá certo. Não me venham com estorinha de Marcelo Oliveira, que pegou um clube podre de rico e em momento de ‘largueza’ (tudo o que eles tentam funciona).

Talvez aí esteja a explicação para que grandes técnicos estrangeiros não dêem certo aqui, como este último que passou pelo Palmeiras. Sem jogadores, o cara precisa ter tempo para montar o melhor esquema tático (vide o Olímpia do Paraguai de 2013) mas aqui, não se tem tempo para nada.

É o que penso.

____________________________

*-* Fabio Capello - treinador italiano, atual técnico da seleção da Rússia.

Fernando Almeida disse...

Análise perfeita, Paret. Parabens.

Anônimo disse...

O Sistema é sempre lento com o Botafogo:

http://www.fogaonet.com/noticia-em-destaque/comunicacao-lenta-entre-cbf-e-fifa-atrasara-retorno-de-jobson-ao-botafogo/

No caso do TRT então já vamos pra 10 meses de "lentidão":

http://www.fogaonet.com/semcategoria/ministerio-publico-emite-parecer-favoravel-a-volta-do-botafogo-ao-ato-trabalhista/

Mas deve ser tudo "teoria da conspiração" né?

Abs
Pablo
PS: não sei quem é Tarcisio e tampouco voto no Rio. Meu domicílio eleitoral é Guarapari, viu nahabeta? Prefiro não declarar meu voto para não desestabilizar o processo eleitoral...

Alberto disse...

Essa é para o Pablo...

http://espn.uol.com.br/noticia/443916_com-103-mil-socios-inter-fatura-r-39-milhoes-e-se-liberta-da-globo

FOGO F disse...

Pausa para café no quiosque após o almoço. Como a televisão mostra as pesquisas de intenções de voto para senador comento que o maior defeito do Romário é nunca ter jogado no Botafogo; de onde sai o diálogo:0
-Flamenguista cliente(FC) comendo um hamburger com 1 kg de Ketchup: O Botafogo está morto.
-Eu: morto nada, logo vai subir. E o flamengo com qualquer tropeço volta para o rebaixamento.
-Flamenguista que trabalha no quiosque (FQ): Time grande não cai. O framengo não cai.
-FC: quem cai é Botafogo, vasco fluminense. Você imagina o framengo na terceira?
-Eu: ainda não caiu só por causa dos homens de preto, da turma do apito.
-FQ: Tá certo.
-FC: não pode cair mesmo. É muito dinheiro. A grobo não deixa...
-Eu: mas pode cair.
-FC: fizeram uma reportage. Aquelas carteirinha que o framengo vendeu. Sabe quanto ganhou?
-Eu: não
-FC: 22 bilhões! (sic) Cadê o dinheiro? Onde foi parar o dinheiro?
-Eu: Ainda tem o dinheiro dos tijolinhos.
-FC: ?
-Eu: E o framengo deve a todo mundo.
-FC: Cadê o dinheiro. Por que o framengo não tem dinheiro para comprar jogador bão?
-FQ: o framengo nunca vai cair.

Taí, até a "nassão" sabe porque o framengo nunca caiu e quem segura o framengo, que o framengo é uma bagunça e não paga suas dívidas. Só falta avisar à Caixa, à Justiça, ao MP.

Cristian Hofman disse...

Aviso ao comédia fogu f:
O correto é Flamengo, nação e globo.
Na próxima escreve direito, mobrau.
SRN!

Frederico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristian Hofman disse...

Estou sentindo um cheiro de TETRA da copa do Brasil!
Agora faltam apenas cinco jogos.
SRN!

santos disse...

"Jornal alemão relembra 7 a 1 e provoca Julio César após derrota do Benfica"

(...)- Goleiro brasileiro dos 7 a 1 também ajuda o Leverkusen - diz a manchete do site do "Bild.


Pois é, PC, enquanto isso, a Globo mantém a lenda de que o sagrado Júlio César não teve culpa alguma nos 7x1.
Tá legal, se fosse o Neuer no gol do Brasil, a derrota teria sido por 3 ou 4 a 1.

fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/liga-dos-campeoes/noticia/2014/10/jornal-alemao-relembra-7-1-e-provoca-julio-cesar-apos-derrota-do-benfica.html

Vascão 2014

gtavares disse...

Até que enfim achei alguém que pensa exatamente como eu com relação aos 7x1. Tivesse no gol do Brasil, o Neuer, o goleiro do Mexico ou Costa Rica, o placar seria no máximo 3x1, não foram frangos do JC, mas foram 4 goals defensáveis por um bom goleiro, coisa que passou longe do JC nessa Copa e a midia corrompida, omitiu esse fato.
GB

Fernando Almeida disse...

O que daria no mesmo, Santos. Ou não?

Anônimo disse...

A SUDERJ Informa:

Sai: Barbosa
Entra: Julio Sete a Um Cesar

Abs
Pablo

santos disse...

Oi, Fernando.
Perder de 7x1 é o mesmo que perder de 3x1? Em que universo?
Pô, cara. Essa foi a derrota mais vergonhosa que uma seleção importante já sofreu. Em todo e qualquer documentário sobre Copas do Mundo, de hoje até o fim dos tempos, esse jogo sempre terá destaque.
Quando os caras fizeram 4x0 eu tive que parar de ver o jogo para acudir minha sogra que tava tendo uma crise nervosa (um piti).
Eu falava pra ela: "calma, isso é só futebol. Perder faz parte do jogo".
Mas, na verdade eu pensava: "Caramba, que lavada histórica". Enquanto eu pensava isso, mais um gol dos caras.
Se tivesse perdido por três gols, realmente, adeus Copa. Mas, acho até que o torcedor perdoaria, aplaudiria no final. Era um time muito jovem contra um time melhor, mais experiente, mais organizado, formado há mais tempo. Perder faz parte, acontece.
Agora perder de sete? Isso não acontece. Ou melhor, não deveria acontecer.
Eu não sei se consigo vestir de novo uma camisa desse time da CBF. Já foi motivo de muito orgulho e agora é motivo de vergonha.
Essa é a diferença entre perder de 3x1 e 7x1.

Vascão 2014

Marcos Paret disse...

Não Fernando. Perder na sua Copa, a Itália e a própria Alemanha o fizeram mas 3x1 é inversamente o oposto de 7x1, em casa ou em qualquer planeta.

Um placar normal mostraria apenas a superioridade do adversário: iríamos para o jogo do terceiro lugar com a moral pouco afetada e jogaríamos muito mais tranquilos.

O bagaço que se apresentou contra o Encerarobber não era mais um time - era um bando de atletas fora de si.


"Dá no mesmo", no caso exposto por você, significaria a não chegada à final e aí concordo.

Não 'dá no mesmo', para mim, se pudéssemos, mesmo sem a taça (e a torcida consciente sabia que não tínhamos time), encerrar a nossa participação dignamente e não novamente goleados.

MARCO CAMEJO disse...

Pc, meu nobre e bom amigo.



1. Minha intenção em citar os blogs foi, em principio, a de exemplificar e, por conseguinte, fazer aquilo que faço quase sempre em meus posts: citar a fonte.

Logo a citação não foi uma critica aos blogs e sim uma critica ao comportamento dos torcedores de vasco, botafogo e fluminense com relação ao flamengo que, por ventura, é destilada a torto e a direita nesses blogs( por isso as citações).

Em quase todos os meus posts tem citação de algum site e/ou blog da internet e nunca sofri quaisquer repreensões aqui, por tal, estranho sua repreenda agora.

Pc, eu gosto da verdade e pra mim a verdade, independente de quem a diga, tem que ser provada... uma das maneiras que tenho pra provar o que eu digo é citando a fonte de meus argumentos, todavia, você é o dono do blog e eu não posso desrespeitar suas regras. Eis o impasse.


2. Você fala em ser ético e sobre seriedade, porém analisemos suas frases:

"O Blog do PC é um blog sério, de um jornalista sério, que apenas escolheu o lado ético para torcer."

LADO ÉTICO PRA TORCER???


Outra:


"Desculpe, amigo. Mas a coisa aqui é séria. Alguém precisa contar a real história do Framengo. Fiz um pouco disso no livro que vc se recusa a ler, talvez por medo de perder seus sonhos juvenis."


Isso é ser ético???

Por fim, Pc, você está agindo como ditador de ideias, vez que utiliza a citação de outros blogs para exemplificar seus argumentos, mas não permite a citação destes para a réplica.


Além de anti-ético isso é injusto.

FOGO F disse...

Sr. Cristian Hofman,
você é novo neste blog ou é novo como torcedor do framengo?
Se você não conhece a "nassão", o "framengo" e a "grobo" você veio de que planeta?

Mais uma coisa: discussão de futebol em blog não foi feita para para agredir as pessoas. Quem está aqui é para se divertir. Se você não tem nenhuma educação, pelo menos deixe seus recalques de lado quando vier comentar. Ninguém tem nada com seus problemas pessoais. Ou então vá fazer terapia em um brog framenguista.

PC, se indivíduos como este tiverem acesso livre ao blog vou deixar de fazer qualquer comentário aqui.

pc guimarães disse...

Camejo: desde que não ofenda as pessoas, o que tento evitar que aconteça aqui no Blog, vc pode comentar à vontade. Mas como botafoguense não tenho que dar satisfação a framenguista, ao que o Framengo representa e só vc, com o seu fanatismo, não consegue enxergar. Citar um blog é uma coisa, criticar o Blog dos outros no Blog do PC é outra coisa. Não tenho tempo para ler e comentar em outros blogs. Em alguns, especialmente de botafoguenses, até gostaria. Não venha como framenguista falar em ética. Aliás, se vc gostasse mesmo da verdade não seria framenguista. O Framengo, como costuma dizer um professor doutor amigo meu: "É a maior prova da impunidade no Brasil". É só ler, ver e ouvir sem FANATISMO. Não queira comparar a história do Glorioso com a do Framengo. Fique aí falando nas quantidades de títulos. Mas de ética e verdade vc nada entende como TORCEDOR DE FUTEBOL.

pc guimarães disse...

FogoF: perdoai o Chis. Ele é framenguista. Vive num mundo de ilusões. Deve ser duro passar a vida tendo que justificar tudo o que o time consegue.

MARCO CAMEJO disse...

FOGO F,




"Mais uma coisa: discussão de futebol em blog não foi feita para para agredir as pessoas. "


A hipocrisia é tão latente aqui que já esta escapando pra desfaçatez, o cara reclama de agressão, mas escreve coisas como:


"Por que o framengo não tem dinheiro para comprar jogador bão?"

como se todo flamenguista falasse errado...

FOGO F: teu diálogo com o "framenguista" do quiosque é tão verdadeiro quanto o seu bom senso...

Fernando Almeida disse...

Paret, concordo com você. A humilhação foi grande e por isso 3x1 não é igual a 7x1. Mas ali naquele jogo, especificamente ali, a Alemanha meteria 7 mesmo se estivessemos com 2 goleiros. Visivelmente se esboçássemos alguma reação a Alemanha não responderia por si. 7 foi pouco. Se realmente quisessem teriam nos enfiado de 10 pra cima.