Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 29 de abril de 2015

"Os Senhores da Imprensa". Quando é que os flamenguistas vão entender que o mito chamado Mengo é apenas um produto da Mídia e dos Poderosos para iludir o povão?

Confesso que, além da falta de tempo, ando meio de saco cheio pra comentar as asneiras que tenho lido em alguns comentários neste Blog. Até erroneamente, pois, como educador, é minha função educar. Outro dia apareceu um desinformado aqui dizendo que eu falo mal da Grande Mídia porque eu tenho "inveja" e que no fundo eu gostaria de trabalhar num "grande veículo". Algo mais ou menos assim. Mal sabe o bobinho que já passei dessa fase. Fui repórter especial e assistente de editor de um grande veículo brasileiro e saí apenas porque pedi demissão para trabalhar numa multinacional. Tenho história nessa porra. Mas pega mal eu ficar falando de mim. Vamos aos fatos.

Não sou apenas um curioso no futebol. Nunca quis cobrir a área, mas, depois que comecei a ficar maduro, decidi acompanhar mais de perto e ler mais sobre o assunto. E de forma aprofundada.

Agora mesmo, me preparando para uma especialização acadêmica, tenho lido alguns livros sobre futebol. Como este "antigo" livro organizado pelo jornalista Sergio Vilas Boas. São depoimentos de diversos jornalistas sobre "Formação & informação esportiva". Quem é do ramo sabe que muita coisa divulgada ali não é novidade. Mas há trechos (ver abaixo) que merecem ser mostrados para os mais ingênuos. Como alguns do belo depoimento do jornalista paulista Mauro Beting, que dispensa apresentação. Dizer que "Flamengo e Corinthians são os senhores da imprensa" não é novidade. Quem pensa um pouco sabe.

Mas o que acontece depois desse favorecimento de espaço nos grandes veículos? Que benefícios esses clubes conseguem graças a esse tipo de coisa? Favorecimento das arbitragens e consequente aumento da torcida graças aos títulos (sic) conseguidos é um desses benefícios.

Mas deixo para os que pensam além refletirem sobre os destaques abaixo. E que os mais ingênuos continuem pensando que o Mengão é um clube sério, com uma administração séria e que os títulos (sic) são conseguidos dentro do campo.

Sem mimimi, por favor. Se não tiver o que dizer, não diga; e vá lá pros grandes sites da vida ler as notícias favoráveis ao maior do mundo disso e daquilo.

Aqui a coisa é séria.
Parabéns, Mauro Beting por expor a ferida pros que pensam.

E me desculpem sentões mais espertos se às vezes provoco mágoas em vocês. Mas é preciso ir além de Luis Roberto e Luiz Carlos Júnior.


"Manda na mídia quem manda na arquibancada"

O Botafogo é desqualificado pela bairrista imprensa paulista

Tratam o Sentão como o primeiro biscoito do pacote

17 comentários:

pc guimarães disse...

E já disse e repito: não adianta se esconder no anonimato e vir aqui baixar o nível e xingar as pessoas. Tragam argumentos novos que eu publico. Como este post sobre o livro. Mauro Beting é um jornalista conceituado e sabe das coisas. Conhece o meio em que trabalha. É claro que o que está no livro não sai nos jornais, sites e blogs. É preciso manter o mito, é preciso continuar iludindo as pessoas. É preciso o circo para fingir que dão o pão.
Apenas fotografei e colei o que o colega jornalista escreveu.
Fato. Apenas fato.
Se não gosta do que lè aqui, vai procurar algum jornalista amestrado ou site que busca cliques em vez da verdade.
Por mais essa não contavam, né?
Ouçam o Luis Roberto e o Luiz Carlos Júnior. Eles tratam o sentão de mengão. Aqui não.
Peço aos flamenguistas inteligentes do Blog que questionem o que o Mauro Beting escreveu.
grande abraço

Gustavo Menezes disse...

Parabéns pelo seu garimpo e faro apurado PC!
Embora tenhamos vicenciado os fatos e sabemos de tudo isso, é sempre auspicioso ilustrar para os ingênuos.
É bom que leiam relatos e opiniões de outras fontes. Quem sabe acordam?

pc guimarães disse...

Pois é, Gustavo. Aqui não tem achismo nem guglismo. É garimpo mesmo. Bela expressão. Quem pensa conhece a qualidade e o talento de um jornalista como o Mauro Beting. Não é preciso dizer mais nada. Mas se garimpar mais tem muito mais coisa. E tenho algumas mais.

Marcos Paret disse...

Mas não é possível..

Esses meninos continuam a tentar acessar o blog xingando o ofendendo sob o manto do 'anônimus'?


FLAla sério hein?

E o mais incrível é os de bem ainda virem aqui ofendidinhos, reclamando justamente quando chamamos o clube (O CLUBE) deles de ajudado e maracutaieiro, como se isto fosse uma aleivosia.

Marcos Paret disse...

Só ganham taças ajudadas (a grande maioria) e aí, no dia em que ela lhes falta, perdem a linha.

Fernando Almeida disse...

Aí amanhã o Betting elogia o Flamengo e é taxado de Flapress...ou que falou apenas para iludir a massa...Assim que a banda toca...

Anônimo disse...

É por essas e outras que o RMP tenta o tempo todo ridicularizar o Mauro Beting na Fox.

Falando em jornalista mulambo fanático, esse Mauro Cezar não toma jeito:

http://www.fogaonet.com/noticia-em-destaque/jornalista-defende-que-metade-do-setor-do-botafogo-seja-aberta-para-vascainos/

O cara tá sempre tentando polemizar com o Botafogo. Coisa feia. As vendas começaram agora e o esquema de cambistas se apoderou de grande parte dos ingressos. Todo mundo sabe disso, inclusive o Mauro Cezar.

É bom lembrar que esse ano teremos mais público nas finais do estadual do que ano passado. Mais uma prova de que a torcida do SENTÃO é menor do que se propaga e, além disso, é VIOLENTA e afasta as famílias dos estádios.

Abs
Pablo

pc guimarães disse...

A sua banda toca assim. A nossa não. Não adianta. Com vocês só desenhando.

Marcos Paret disse...

O blablablá dos ingressos tá flórida.

Mais facista, impossível.

Não aguento isso. Destroem verdades e constroem mitos de uma forma avassaladora. Acesso o meu face e fico com nojo deste elemento nefasto que atende pelo nome de mídia.

Frederico disse...

Prezado Guima, creio que a discussão ao se tornar acadêmica e científica ganha novos ares, mas concomitantemente não pode ser desenvolvida, ampliada e realizada em toda a sua robustez por meio de mensagens em blog. O blog é o lugar da paixão, do arrebatamento, e ciência se faz com neutralidade.

Entendo que exista uma certa ingenuidade dos torcedores do Flamengo que vêm a um blog amplamente contrário ao Flamengo para defender o clube, da mesma forma que há uma dose de ingenuidade por partes daqueles que criam blogs para falar mal do Flamengo ao imaginar que não serão contraditados por uma torcida tão grande e apaixonada.

O espaço aqui perdeu a sua polissemia, produzindo efeitos de sentido linguístico unicamente anti-Flamengo e pró-Botafogo, ao mesmo tempo em que deixou de ser um espaço de "brincadeiras e zoações" para ser um espaço no qual o ódio é destilado por todos os contendores. Creio que houve, para utilizar o jargão jornalístico uma ampla "mudança de linha editorial", tal mudança alterou a característica dos comentários, mas essa é uma opção sua, discordo, mas respeito.

Muito mais poderia ser dito, mas esse não é um espaço, quem sabe um núcleo de estudos sobre "mídia e futebol", você está ligado à FACHA, eu a outras duas instituições (Univás e Unicamp), poderíamos unir esforços para buscar uma compreensão científica da presença da grande mídia em relação aos clubes. Seria profícuo e esclarecedor. Defendi minha dissertação de mestrado sobre futebol, que se tornou livro e foi publicada por uma editora alemã. Hoje meus estudos estão voltados para outras áreas, mas não perdi de vista uma busca científica do futebol por meio do funcionamento da língua e, consequentemente pela discursividade jornalística.

Caríssimo PC, você citou o Betting, tomo a liberdade para colocar abaixo um livro escrito por ele e pelo André Rocha, também já citado neste blog, sobre o Flamengo. Tenho o livro e são elaborados elogios ao Flamengo, como já se pode notar pelo título. Como você realçou, são jornalístas éticos e competentes, que publicaram por uma editora que, embora excelente, não está ligada à grande mídia. Por favor, não tome como afronta essa pequena exposição e a citação da obra, mas ela mostra que o discurso do futebol pode alcançar, como escrevi em minha dissertação, os três níveis da tipologia discursiva criada pela Professora Eni Orlandi, maior linguista brasileira, (autoritário, polêmico e lúdico).


"1981: Como um Craque Idolatrado, um Time Fantástico uma Torcida Inigualável Fizeram o Flamengo Ganhar Tantos Títulos e Conquistar o Mundo em um Só Ano
(Cód. Item 839681) (Cód EAN 9788562063305)"


Essa obra mostra como apesar das posturas,com as quais em boa parte concordo, de Betting, não há espaço apenas para a desqualificação de um clube (Flamengo), ou manifestações de violência simbólica e fanatismo contra outros (atitude e expressão contra o Botafogo por exemplo), creio que o melhor caminho é a pesquisa científica, o estudo constante e a tentativa de manter uma neutralidade na medida do possível. Essa neutralidade é impossível de ser alcançada por completo em virtude do assujeitamento ideológico, brilhantemente levantado por Althusser e desenvolvido por Michel Pêcheux.

Caso não compreendamos essas relações vamos ficar aqui nos engalfinhando pela eternidade.É claro que eu também sofro esse assujeitamento e tendo a defender o meu clube, mas penso que posturas radicais de ambos os lados só podem levar à obscuridade e a falta de entendimento.

Não pretendia escrever mais em seu valoroso espaço, mas como o tema foi tornado acadêmico me senti na obrigação/vontade de emitir uma opinião preliminar.

Um grande abraço a todos e obrigado pela atenção de sempre.

pc guimarães disse...

Taí o pensamento que não bate com o do editor do Blog, mas que acrescenta. Discordamos de muitas coisas, mas debatemos. Em alto nível. Fredera é sempre bem-vindo.
Mas o outro que se esconde no anonimato para desqualificar as pessoas não mais. Pode mudar de nick a hora que quiser. Sei quem você é. Me procura pessoalmente que eu levo você pra falar pra família do cara o que você tenta fazer aqui de uma forma absurda e sem nexo. Estilo Veja de acusar aqui no Blog não passa. Baixaria aqui não. É preciso respeitar quem não pode mais se defender. Como diria minha avó desalmada, a porta da rua é a serventia da casa. Ou então mostre a cara e assine. Ninguém vai tentar desqualificar este Blog. Essa tática é manjada.

Flanático disse...

Quanto ao post:

Notícias relacionadas ao Flamengo, sejam elas boas ou más, sempre tomam grandes proporções.

No dia em que o Flamengo divulgou sua real dívida, depois de uma auditoria feita no clube, aonde apontou uma dívida de R$ 750 milhões, causou um estardalhaço na mídia. No globo esporte ponto com então, a notícia ficou ali entre os destaques por mais de um dia. Muitos cliques e comentários a respeito do “Flalido”.

O Botafogo também divulgou sua real dívida, no final do ano passado, os mesmos R$ 750 milhões. Só que a notícia não causou tanto frisson nessa imprensa que tanto lhe perseguem. Muitos veículos de mídia sequer noticiaram a real dívida foguense.

E o que falar de um pum do jogador do Flamengo num treino que virou notícia em todo o país? Claro, virou motivo de chacota para os rivais.

Eu poderia citar outros exemplos mas no final mesmo assim acabaria sendo taxado de manipulado e ingênuo. Iria retrucar com argumentos parecidos e acabaria sendo censurado no blog, assim como o Camejo foi.

Falem bem ou mal, mas falem do Flamengo.

Flanático disse...

Não à toa, o Flamengo não está na final do Carioca mas não deixa de ser o assunto:

http://extra.globo.com/esporte/vasco/vasco-aciona-psicologa-para-tirar-flamengo-da-cabeca-dos-jogadores-15940186.html

SRN!

Péricles disse...

1) O Mauro Betting é palmeirense. Fanático como o pai.

2) As partes do texto dele que vc destacou não têm nada a ver com o que vc está dizendo. Ele só está dizendo que os paulistas chamam o Foguinho de Botafogo do RJ. Qual vé o problema nisto? Se eles chamarem o flamengo de Flamengo do RJ, de Flamengo da favela ou de Flamengo de Bangu 1 não vai mudar nada. Nem pra mim nem pra ninguém...

3) O Flamengo e o Corinthians já tiveram derrotas feias, vergonhosas, contundentes mesmo. E não vi imprensa nenhuma aliviar. O que eu vejo é justamente o contrário: a arcoirizada fazendo das tripas coração pra diminuir as vitórias deles.

4) Imprensa nenhuma no mundo consegue fazer um time ser mais popular que o outro. Isso aí é uma questão de carisma, simpatia, força desportiva etc. O Flamengo das últimas décadas não me orgulha tanto quanto o do passado, porque tem sido pessimamente administrado. A diretoria atual é uma exceção. Mas não adianta, o Botafogo nunca vai ser um clube tão popular quanto o Flamengo. Vcs não nasceram pra isso.

Marcos disse...

Não é exatamente o assunto do texto, mas é relacionado.
Bom projeto de lei para regular as quotas de transmissão:
http://trivela.uol.com.br/proposta-de-divisao-mais-justa-das-cotas-e-bom-para-globo-tambem-diz-deputado/

Panis et Circenses!!!! disse...

Pc,


"Parabéns, Mauro Beting por expor a ferida pros que pensam."

Bela lembrança: MAURO BETING É FERA!!!



Inclusive ele disse que o melhor time que viu jogar na vida foi o MENGO DE 81!!!



E agora josé??


Mauro Beting continuará a ser parabenizado ou se tornará um mauro cesar pereira?



Camejo.

pc guimarães disse...

E tome justificativas. Justificam tudo. Leia direito, menino. Mas não vou ficar aqui ensinando.