Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

domingo, 12 de abril de 2015

O vale-tudo pro Mengão

Imagem: globoesporte.com

Início de Framengo e Vasco. Uma agressão do botinudo framenguista e o juiz dá apenas amarelo. Por muito menos o Fred foi expulso semana passada. Logo depois um "lance duvidoso" de pênalti. O juiz claro favorece o Framengo.

É todo dia, é todo ano.

Mas é só ouvir o Luis Roberto que os bobinhos vão acreditar na lenda do Mengão.

Isso sim é que dá nojo. Quem não é framenguista fanático não aguenta mais isso.

17 comentários:

Anônimo disse...

O chororô da Globonews pela pífia adesão à sua "manifestação" pró-golpe de hoje parece resenha pós derrota do SENTÃO.

O povo tá ficando esperto.

Abs
Pablo

Péricles disse...

O juiz daquele jogo simplesmente perdeu a paciência com o Fred. Vc não sabe o que o Fred faz em campo, ele humilha os adversáriios e o juiz só porque a UNIMED (acredite, até hoje é a UNIMED) paga R$750.000,00/mês pra ele. Tá certo que o Fred decide jogos contra times medíocres como o seu (e o meu tb). Mas vc acha que ele vale este salário?

Esta falta aí é falta normal de jogo. O jogador chuta e atinge um jogador que vem de trás. Alguns juizes dão amarelo, outros não. Acho que amarelo é pra faltas frontais e com intenção...

Celso Ricardo disse...

Já foram 3 faltas dignas de expulsão. Chama a polícia...

Gustavo Menezes disse...

"Espelho, espelho meu! Existe algum time mais 'maió e honestu' que o meu?!"
Como eu disse em post anterior:
Que sina! Diariamente tentar se convencer de que é honesto.

Marcos Paret disse...

No final d jogo, mais um tremendo "Alemanha 7x1.

Pelo menos uns dois atletas menguiteiros mandaram o do apito tomar no centro do...........ú.

Foi na frente das câmeras... A grob's pode até tentar esconder mas duvido q já não tenha as imagens no YouTube... O lance? Já se haviam passado os dois minutos de acréscimo mas o goleiro menguitista, sobre o qual vai ter esta semana, de novo, ôba-ôba de seleção, dera uma saída rápida de bola.

Lhes ensinam na Gávea que sempre que eles puderem ter uma jogada vantajosa, nada pode parar o jogo.

Jorginho, o pastor, já alardeou......"já fui de lá...sei como as coisas acontecem lá..".

Ricardo Carlos disse...

Quebraram a cara ? Kkkk isso que dar falar antes de acabar o jogo.

Sem comentários pro Dagoberto.

santos disse...

A velha regra do futebol carioca: não se expulsa jogador do Fla em jogo decisivo.

Vocês que são bons em estatísticas, você se lembram de jogadores rubro-negros expulsos em jogos de semi-final ou em final? E tô falando desde os tempos do Zico...

Quando será que vai surgir um juiz com peito para expulsar jogador do Urubu em jogo decisivo, no Rio?

Lembro quando expulsaram o Valdir Papel com dez minutos de jogo na final da Copa do Brasil. "Ah, mas foi uma entrada forte". Pois é, a favor do Fla, é fácil aplicar a regra. Quero ver é expulsar um jogador deles, ainda mais no primeiro tempo.

Bom, vida que segue. Vamos ver o próximo jogo.

Vascão 2015

santos disse...

Outra coisa: temos as manifestações dos Sem Teto, dos Sem Terra, e agora temos a mais nova modalidade: a passeata dos Sem Miami!

Se a Dilma quiser acabar com essas passeatas da direita, basta baixar o dólar, pra essa classe média poder voltar a fazer compras em Miami. Na mesma hora, vai esfriar esse movimento.

Hoje fui caminhar na praia de Icaraí e teve uma passeata dessas. Na linha de frente, os empresários com suas motos Harley & Davidson e suas jaquetas de couro. Depois, um carro de som no talo puxando aquela classe média de Icaraí, que tem diarista dois dias por semana para não pagar direitos trabalhistas, mas se acha a mais pura elite da cidade.

Na primeira parada técnica, o Luiz Roberto chama os flashes das passeatas. Beleza, primeiro, São Paulo, com sua tradição de passeatas de direita desde os tempos da TFP, mas realmente, tinha muita gente. Depois, o cara me chama um flash de Aracaju, com menos de 300 pessoas! Caramba, nas manifestações do sindicato da minha empresa dá mais gente do que isso! E na segunda parada, foi pior: eles mostram uma passeata que não deveria ter nem 30 pessoas.
Se querem dar golpe, pelo menso que façam o negócio direito. As imagens não seriam para mostrar que o País se levantou contra o Governo? Pois bem, as imagens dão a entender que os paulistas é que querem derrubar a Dilma.

Vascão 2015

pc guimarães disse...

Tamos juntos nessa também, Vasquinho. Quanto ao comentário do nosso ingênuo RC ainda acima é aquela justificativa do "ah mas eles fizeram também". Três agressões de jogadores framenguistas contra os jogadores vascaínos e nada aconteceu. Quando um vascaíno resolveu dar a dele também vem a desculpa.
E o Vazião. Não disseram aqui que hoje daria 3 vezes mais do que ontem? Sabem de nada. Inocentes.

pc guimarães disse...

E palavrões ofensas pessoais não passam aqui no Blog. Não quero clics que nem os grandes sites. Quero debates.

Cristian Hofman disse...

O Mengao foi prejudicado claramente hoje, tivemos 6 cartões amarelo contra apenas 3 do viceino.
Disso os chorões não falam
Rumo ao FLAXFLU da final
Srn!

Marcos Paret disse...

É Santos, sabemos que tem reclamação para tudo mas estarrecem os 13% de aprovação da mulher lá no poder.

Ou seja, ela não consegue mais o apoio incondicional nem daqueles a quem vive 'bolsando'...

Os bolseiros adultos (tamanho original).

pc guimarães disse...

O Chris é um piadista.

Caju disse...

Vai PC...Heheheheh

"Eu sou Vascão!!"

Repete ai meu querido!

SRN

Caju

pc guimarães disse...

Eu sou apenas pela moralidade no futebol.

Anônimo disse...

pC

"Eu sou apenas pela moralidade no futebol."


Então exija que seu time seja rebaixado duas vezes por ter virado a mesa em 86 e 99.


Camejo.

Marcos Paret disse...

Não liga para o cajuzim PC.

Ele é apenas Caju, o breve.

Vai tentar zoar até sábado, pois sabe que leva uma sumida bem grande se o vasquitinho fizer o placar no domingo.


E aí cajuzim, podemos ou não levar a Taça para contarmos como foi a história em Natal, João Pessoa, Limeira, Ribeirão Preto e que tais?

Vai ser vergonhoso hein? Contarmos quem estava querendo o troféu e como o levamos para casa (honestamente... nunca esqueça).