Livro sobre o Sandro Moreyra

Livro sobre o Sandro Moreyra
PRÉ-LANÇAMENTO - 22 DE AGOSTO - GENERAL SEVERIANO

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

O segundo chororô mais longo da história: quase 25 anos depois colunista flamenguista ainda chora por causa do gol do Maurício

Caramba, carambola! Vocês já viram a coluna do meu camarada Renato Maurício Prado no Globo de hoje? O colega volta a falar do segundo chororô mais longo da história. Chororô de 24 anos a essa altura do campeonato?! Calma, meu querido amigo, mas um choro de cada vez. Já comecei a escrever o "Jogo do Senta, a verdadeira história do chororô". Alô alô meu editor Cesar Oliveira: topa fazer também o "25 anos do Recordar é viver, Maurício acabou com você" ou "Um choro de cada vez"?



Claro. Como negam tudo vão dizer que isso não é chororô. Assim como o Jogo do Senta.

ALÔ ALÔ, XEXÉU: VOCÊ JÁ SENTIU A MÃO DE UM ESTRANHO NO SEU OMBRO?
Matam-me de rir.

30 comentários:

Mario_av disse...

Eu acabei de ler e pensei a mesma coisa. Como choram!

Mario_av disse...

ALÔ XEXÉU!!!
ESCOLHE AÍ, PRESENTE ESPECIAL PARA VOCÊ.

http://www.meiahora.ig.com.br/public/uploads/printcovers/04102013.pdf

pc guimarães disse...

Pois é: como choram! E dão desculpas. Quer apostar como vão dar um monte aqui no Blog?

pc guimarães disse...

Festival de celulites. Xexa vai adorar.

eduardo schiefler disse...

me divirto !!!
o xexa gosta de carne !!

:)

Fabio Medici disse...

ENQUANTO ISSO...

O VASCO AINDA PULSA...

Allan Gouvêa disse...

Engraçado que outro dia enviei ao PC, por e-mail, matéria do Jornal do Brasil, o Jornal mais isento do Brasil em todos os tempos, falando sobre a partida, a matéria não falava nada sobre jogadores chorando ou sentados, a matéria falava de confusão em campo, por conta de erros da arbitragem beneficiando o foguinho... Será essa mais uma Lenda criada pelo PC... Não custa lembrar que o PC acreditou nos 1000 gols do Túlio... e também que o Seedorf ganhar 5 mundiais pelo foguinho....
.
Hoje em dia qualquer Editorzinho faz montagens com jogadores em pé e outros agachados, e pelas imagens nem devem ter usado um desses editores famosos como photoshop, parece imagem editada em paint mesmo.
.
E é hilário ler que o limitadíssimo Maurício tirou o foguinho de um jejum de 24 anos... Quem ler acha quem "ganharam" um BR, ou uma Copa do Brasil, ou ainda uma Liberta... NÂO!!!! Foi mais uma das 17 conquistas do foguinho em campeonatos Municipais....
.
SRN

Allan Gouvêa disse...

E o que devia estar pensando Túlio e Diguinho no dia em quem invadiram a coletiva de imprensa aos prantos ? Palpite: Como vou me transferir para um clube grande agora ?!!! Nem carioquinha deixam eu "ganhar".... Como vou jogar no Figueirense agora ?? E os outros jogadores, estavam pensando o que ? Tomara que o Flamengo tenha pena de mim e me contrate...
.
SRN

Marcos Paret disse...

E como choram.

O assunto muda para 'gol do Maurício' e o allan, que deve ter chorado um monte com a onda do 'seenntaa' no blog, veio choramingar a sentada de novo.

Mas PC. Quem até hoje tem dificuldades para se explicar na mídia é o Flamengo Carlos Félix, o que virou de costas para a jogada em que o goleiro 'da casa' bateu roupa e Paulinho Criciúma pegou a sobra mandando a bola para o gol.

É muito engraçado como reclamam de 95 mas nem querem ouvir falar do primeiro jogo (falta vencida).

Choram até hoje por 89 mas falar do gol que o juiz não quis dar é coisa DO PASSADO.

A sanha em tentar impingir a outro clube (no caso o Botafogo, cujos torcedores falam, argumentam) uma sina, uma história que é sua é risível.

Expliquem.

- A expulsão do Dodô em 2007.

- O fato de um timaço (o Botafogo) andar em campo para um timeco (o menguitinho) em 92.

- Aquele "fusões e aquisições" da dupla Kleber/Plínio junto ao Ipatinga em 2006.

- O jogo do Serra Dourada contra o Galo em 81.

É muita coisa não? E vejam, arrotam estas maracutaias como grandeza.

Por isso mesmo, Emelec, Cabañas, Universidade (nem precisam de um bom teste na Europa para que possam mostrar o seu real tamanho, aquele que a emissora não consegue aumentar - extra muros é mais difícil).

Marcos Paret disse...

O JB não falou da ridícula sentada (a do ridiculengo) allan, pois era um periódico tão sério que evitava assuntos escabrosos. Estes assuntos iam, invariavelmente, ou para o JS, ou então para tablóides.

Veja, nesta linha, como a matéria dos 6x0 com gol de letra no dia do aniversário tem abordagens com tons distintos entre este e os outros jornais.

real disse...

PC, achei nesse blog uma outra visão sobre o jogo o senta:

http://www.fimdejogo.com.br/blog/2013/09/11/ai-e-outra-historia-o-flamengo-sentou-em-campo-contra-o-botafogo/gh

REAL

real disse...

Tem outra sobre o mito do Botafogo ser o "responsável" pelo penta da seleção...

http://www.fimdejogo.com.br/blog/2013/07/09/ai-e-outra-historia-o-brasil-e-penta-gracas-ao-botafogo/

REAL

pc guimarães disse...

Real: fui lá ver. Mas pra mim apareceu que a página procurada não foi encontrada. Como vai ser um livro imparcial e bem apurado, quero ver essa visão. Tem como enviar de novo por aqui ou direto para o blogdopcguima@gmail.com ?
Agradeço.
Quanto ao chororô do Allan, falar o quê? Não deu na Globo ele não acredita.

FOGO F disse...

Não foi empurrão como diz o RMP. Foi um empurrãozinho com a ponta dos dedos de uma das mãos que durou uma fração de segundo e que não foi percebido pelo árbitro, apenas detectado pela câmera muito bem posicionada. Se o árbitro tivesse visto poderia (ou não) marcar falta, mas o Maurício foi muito discreto.

Empurrãozinhos como estes fazem parte do futebol porque é impossível eliminá-los e detectá-los. Acontecem em todas as jogadas divididas. Em todas. Há até recursos menos discretos que são tolerados como aqueles em que os jogadores puxam levemente a camisa do adversário ou o segura levemente pelo braço, por pequeno espaço de tempo, e o árbitro vê mas não marca nada. Sobre o empurrãozinho, como não é possível marcar todos eles em uma partida de futebol e eles existem em grande número para ambos os adversários, estatisticamente não há favorecimento a um deles.

Então este chororô do RMP e dos framenguistas não passa de chororô de criança que joga bola no play.

O que não pode é gol em impedimento claro (Obina), pênalti não existente marcado (Ferrero em Fábio Luciano, Bolívar contra o Cruzeiro ou Lima contra a Ponte), mão na bola etc..

pc guimarães disse...

Real: consegui abrir. Mas o que tem é um post com certeza escrito por um framenguista negando um FATO. Não vi nada sobre o Jogo em que o Framengo sentou. E não me parece um blog confiável. Muito parcial. Vou confiar mais nas minhas pesquisas. Se elas comprovarem que o jogo não existiu, imparcial que sou, mudo o foco e faço o livro: "Senta, o jogo que não existiu". Algo assim.

pc guimarães disse...

Se o empurrado fosse o Maurício e o Marsiglia tivesse comentado esse jogo aí do chororô de 1989, Fogo F, teria dito: "Tocou mas não foi o suficiente para deslocar o adversário". O Arnaldo diria assim: "Futebol é lance de contato físico...". E aí o Milton Leite diria assim: "Segue o jogo".

pc guimarães disse...

Pessoal: vocês já repararam o cagaço dos framenguistas com a publicação do livro do Jogo do Senta, né? Tem gente aqui pesquisando até na Enciclopédia Barsa.

pc guimarães disse...

Consegui ler o post que o Real indicou. As desculpas de sempre. Não tem a menor credibilidade. Um blog, repito, com certeza escrito por um framenguista. Claro que não ia passar recibo. Claro que deturpa as declarações de Flávio Costa. Mas eles arrumam desculpas para tudo, Vide 1981, 1987, 1992, 2007, 2008, 2009, 2010..

http://www.fimdejogo.com.br/blog/2013/09/11/ai-e-outra-historia-o-flamengo-sentou-em-campo-contra-o-botafogo/

real disse...

O outro blogueiro é Flamengo, assim como vc é Botafogo, cada um puxa a brasa para sua sardinha... Mas a foto apresentada levar a crer a possibilidade do time do Flamengo estar apenas aguardando o fim do jogo, pois o time não reiniciou a partida. Nem todos estão sentados e parecem estar à beira do campo. Talvez não tenha existido ordem para sentar, somente para não mais jogar, o que é muito feio também. Mas o que importa é que ficou pra história.

REAL

pc guimarães disse...

Reparem as desculpas nos comentários também. Um colega do blogueiro lembrou a matéria do GLOBO (sempre ele) e o cara dá desculpa).

A globopress já atua desde a década de 40. Independente se foi penal ou não, o gol existiu. Ai vem a estória do chororô…..Na verdade quem começou foi mulambada, já na década de 40 40. Eles não assumem, mas na verdade foi exatamente isto que aconteceu. Frente a superioridade Alvinegra, a mulambada sentou. Vide trecho manipulado do joenal, e qual jornal???? Globo: “direção do Fla publicou uma nota oficial em que tentava explicar que o time tinha permanecido “inativo a partir do momento em que o juiz, por sua incapacidade e inconsciência” tinha validado o gol. Mas deixavam claro que reconheciam a superioridade do Bota no jogo, que a vitória alvinegra foi bonita e líquida.”. Reparem tentava explicar. Sem mais. Abraços do Alvinegro que te gosta muito……"

A DESCULPA:

Caríssimo Luiz Sergio: você comete uma injustiça ao dizer que o jornal O Globo defendeu o C. R. Flamengo. Tanto nas versões matutina e vespertina, O Globo condenou a atitude do Flamengo (na verdade, do vice-presidente do clube que, antidemocraticamente, mandou o time sair de campo, contrariando o desejo do técnico e do time, que queriam continuar o jogo). Para O Globo, tinha sido gol. Assim como os outros jornais da época que li para escrever este texto: O Mundo Esportivo, Correio da Manhã e Jornal do Brasil. Quanto ao “tentava explicar” foi no sentido de fazer um esforço para explicar o inexplicável, ou seja, a atitude antiesportiva do dirigente do Flamengo. Os jornais da época garantiram que o C. R. Flamengo foi exemplarmente punido e tinha que ser mesmo. Não há justificativa para uma medida radical e desrespeitosa como essa. No meu modo de ver, está é uma mancha indelével na história do Flamengo, mas que deve ser colocada na conta do tal vice-presidente que deu a ordem. Agradeço o seu comentário e retribuo o afeto que o amigo me dispensa."

SÃO TODOS IGUAIS.

MARCO CAMEJO disse...

Ué Pc,

Você não fez camisa, boné, chaveiro e vai escrever um livro sobre um jogo polêmico que aconteceu há quase 70 anos!?

Porque o Renato, jornalista como você, não pode escrever uma matéria (o cara escreveu algumas linhas) sobre um jogo polêmico ocorrido há 25 anos?????


pra você- grão-mestre da ordem dos falsos paladinos defensores da moral e bons costumes- o remake do jogo do senta é um resgate de uma história que a mídia flamenga insiste em não lembrar, o mundo precisa saber ou como você mesmo diz: " As crianças precisam saber".

Já as poucas linhas que o Renato escreve é mais um denotativo do
lastimê rubro-negro...Ah faça-me o favor!!

Antes que a fumaça se desfaça, antes que silenciem o brado dos descontentes: HIPOCRISIA, SEJA BEM VINDA!!!!

Cristian Hofman disse...

Se o limitado atacante faísca tivesse sido empurrado pelo zagueiro do Mengão, e o arbitro nada marcasse, com certeza teríamos o mais longo chororô da história do futebol. Maior até que os recentes 2007,2008 e 2009 em que nada de anormal o ocorreu.

SRN!

Marcos Paret disse...

PC.

Elas estão descontroladas.


E vai tentando ler o chororengo pois elas mesmas acabam trazendo fatos ao blog.

Estão pesquisando PC!

hahahahah


São mesmo risíveis.

pc guimarães disse...

Mas eu não estou chorando, meu caro Camejo. Vou resgatar um jogo histórico. Simples assim. E cuidado chorões: o globoesporte.com pode falar desse jogo. Aí vai ser brabo. Fico imaginando no próximo jogo do Glorioso com o Framengo aparecer uma faixa na torcida do Botafogo com a palavra SENTA. Morreria de tanto rir.

pc guimarães disse...

Pois é Paret. Estão descontrolados mesmo. Aqui, no face. Deixa isso cair nas bocas de matildes.
Não vejo a hora de ver uma faixa na torcida do Botafogo num jogo contra eles: SENTA!

MARCO CAMEJO disse...

Pc e demais membros da liga da justiça, pergunto-lhes:



Quem inventou o avião?


Sim, mas o que tem a ver? ( perguntam-se mentalmente)

explico:

no limiar do novo século a Time fez uma edição especial com as 100 maiores invenções do século que estava terminando, entre bugigangas e demais traquitanas históricas estava o avião que( pra Time) foi inventado pelos Wright brothers; A Veja resolveu replicar essa edição( mania que brasileiro tem de copiar tudo que americano faz) da Time aqui, com uma simples, porém polêmica diferença: a edição brasileira trazia Drummond em vez dos Brothers yankes.

Fato é que independente de quem realmente inventou o avião ( eu acredito no 14-bis do Drummond)a "verdade" americana se fez, atualmente somente brasileiros e alguns franceses mais saudosos acreditam no 14-bis, pois o mundo todo lê a time e apenas nós lemos a veja.

Beleza Camejo, mas continua a pergunta: " E eu cú isso"

Simples caros amigos monocromáticos: o que passará pra história???

O tal jogo do senta com um livro, boné, chaveiro, camisa, broches, lantejoulas e paetês pra uma torcida que não comemora nada há 18 anos e que cada vez fica mais velha, menor e não se renova ou o chororô de 5 anos atrás transmitido ao vivo e a cores rapidamente acessado na internet e defendido por uma torcida que tem a alcunha de ser a maior do mundo????

Quem levará o título de chorão???

Ao vencedor colírios, aos perdedores lenços.
Se é que me entendem.

Pablo disse...

"...Talvez não tenha existido ordem para sentar, somente para não mais jogar, ..."

Matam-me de rir as incoerentes justificativas...

Abs
Pablo

Pablo disse...

PC, porque você não lança a rashtag #sentamulambada?

Vai virar uma febre na internet...

Abs
Pablo

Cristian Hofman disse...

E o tri(sic) caro Pablo, ainda acreditas?

Mata-me de rir!

MARCO CAMEJO disse...

"...virar febre na internet..."



kkkkkkk botafoguenses e suas sandices...


Alguém avisa aí que internet, twitter e facebook são coisas modernas...A época do sinal de fumaça, pombo correio, jornal de papel já acabou...