Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

domingo, 27 de outubro de 2013

Granja São Januário


Tá feia coisa! Pobre coadjuvante.

Fonte: globoesporte.com

12 comentários:

Cacau avila disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
pc guimarães disse...

sem palavrões, meu caro amigo anônimo. toda vez que eu ler, vou deletar. este é um blog de amigos, de nível. não é chat global.

Cacau avila disse...

Isso mesmo amigo , esse blog é de familia , não para qualquer um . me senti ofendido com o que ele disse

Marcos Paret disse...

PC.

Como eu disse no post acima, você sabe que este é o mote deles: detestam quando botafoguense argumenta e danam a clonar nomes. Lá no Globo eletrônico eles usam e abusam disto até conseguirem bagunçar a área de comentários.

Se começarem aqui também, o diálogo vai ficar complicado pela confusão que causa. Enfim, tenho meu próprio blog e, apesar de ser apenas um local para amigos (conhecidos), vai muito bem obrigado.

Marcos disse...

O fake aí poderia pelo menos caprichar mais no português. Pela quantidade de erros, a gente sabe muito bem pra que time ele torce.

MARCO CAMEJO disse...

Pra mim pouco importa, mas como já vi esse assunto aqui, eis uma prova que garrincha, maior idolo botafoguense, era, de fato, torcedor do Flamengo.



http://www.youtube.com/watch?v=qCIJgcIGDPY

eduardo schiefler disse...

Fake e covarde que se esconde atrás de anonimato não é coisa só de rubro-negro, especialmente aqui, que tem uns safados/preconceituosos que torcem pro bota e escreveram um bocado de merda tempos atrás.
Já falei até com um amigo advogado na época, é fácil fácil descobrir quem é, cadeia não, mas que tu tira uma grana boa de um idiota assim tu tira. Só não fui adiante porque o PC deu um alô.

Marcos Paret disse...

Eduardo meu amigo.

Também sou a favor da punição pecuniária mas antes de me ofender por palavras tão inacreditavelmente grotescas, por exemplo, dirigidas a uma filha que já disse aqui que tenho, confiando no bom senso, penso primeiro que tentar processar por danos morais alguém tão despreparado pode ser o mesmo que procurar uma sorveteria no deserto de Atacama.

Assim, deixo passar batido. Sempre fico na internet e eles, sempre vão. Voltam sim mas não duram "15 segundos".

Pelo papinho de hoje, já deletado, este aí pode estar me acompanhando desde 2007, lá nos antigos boxes de comentários de O Globo. Se for quem penso, coitado, pressionei tanto por duas vezes que se percebia o cara do outro lado da "linha" passando mal mas, turrão, não querendo abandonar o computador.

Se expressou até com termos "vão aceitar ou não bandeira branca? Estou estendendo!".

'Vão', pois mais dois alvinegros estavam comigo mas, não raro, saíam cedo e ficava somente eu debatendo e puxando por sensatez mas no fim, se espreme este tipo de cana estragada e não sai nada.

Não ligo mesmo. Minha família não está no debate. Aqui, só passam em matéria de assunto, meu time e os times de quem quer debater. Se alguns não sabem dialogar, não sou eu quem vai consertar o país.

Como disse o Camejo mais cedo, LAMENTÁVEL!

Marcos Paret disse...

Camejo meu caro.

Só para que "não ligues" mas para que leves para outras discussões, vai aqui mais uma informação.

Para muitos é útil.

Sabe quem era flracomenguitista doente?

Jairzinho, o Furacão.

Antes que a TV transformasse o risível time do menguitinho em super vencedor não sei do que, a onda era: o menguitinho passeava nos cariocas tapetudos e em nível nacional, não era nem traço.

Aí, a cada final de temporada, os jornalecos do Rio anunciavam que todos os destaques dos times fora do eixo Rio-S. Paulo viriam para o timeco. Era um fuzuê danado, até o ano virar e eles voltarem de Merica, Buião, Fio Maravilha e Liminha de novo.

Assim, em relação a times do Rio, bastava um contrato de um fera terminar para todos alardearem a "vontade" do atleta de ir parar no pequenengo.

Com Jairzinho a coisa ia às raias do absurdo. O cara torcia pela coisa e assim, iram em cima com papo de "você é torcedor daqui, vai largar o Botafogo não vai?". Ou então, contratos eram anunciados, assinaturas dele eram alardeadas mas creia, o cara nem passava lá na porta.

Quando a Copa de 74 terminou, contrato dele foi mesmo com o Paris Saint German.

Sempre foi assim (mídia), mas tudo muda.

A Unimed parece estar saindo de foco em matéria de futebol e ano que vem já teremos novidades.

Uma delas: a volta deste insistente Botafogo à Libertadores, acima de tudo, acima de todos os males.

MARCO CAMEJO disse...

Paret,


Como escrevi acima: "Pouco me importa", pois de que adianta fulano ter sido torcedor do meu time se não conquistou nada por ele. Só me importo com ídolos campeões pelo meu clube...Friso a provocadela: CAMPEÕES PELO MEU CLUBE, VESTINDO A CAMISA DO MEU CLUBE. rsrsrs

eduardo schiefler disse...

Marcos, dificilmente eu entro na internet à noite, só vi teu comentário agora.
Cara, uns anos atrás um covarde desses, que tenho certeza absoluta que ainda comenta por aqui me chamava de pela alcunha de um racista bastardo que nem vou citar o nome,entre outras coisas.
Eu até deixei de lado, mas que fui até um advogado, fui mesmo.

Marcos Paret disse...

Já neste caso, pelas características de um comentário já excluído, pensei, pensei e vi que só pode ser o marginal em quem 'batíamos' muito lá no Globo.

O ódio 'especial' que o elemento nutria por mim e pelo companheiro que lá comentava com nick Heleno de Freitas era tamanho que ele descia invariavelmente ao setor sul, subsolo da moralidade. Só que eu, por alguns dias, não ia dormir e assim, o cara que deve ter horário comercial (o meu é 10 às 18) penava e arregava.

Mas não raro, bastava um jogo ruim do Botafogo para lá estar ele. E o jeitão era o mesmo: via informações no meu blog, depurava as mesmas e as deturpava como lhe parecia mais agradável. A sujeira era grande.

Tenho quase certeza de que é o mesmo que veio aqui.