Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 13 de março de 2013

Beckenbauer diz que é Botafogo, Seedorf dá entrevista para a CNN. Tá incomodando. Cuidado pra não botarem coisas nos cafezinhos dos jogadores, Maurício Assumpção


Mas tem gente que acha que ser internacional é jogar contra times da Bolívia e da Venezuela em torneios na América do Sul.

Cuidado, Botafogo. Vem sujeira por aí.

Tá dando no globoesporte.com

3 comentários:

Pablo disse...

É bom o Seedorf andar com uma garrafinha de água mineral própria no bolso...

Aliás, depois do Dodô, alguém mais foi "flagrado" no anti-doping da Globo?

Abs
Pablo

Zabumbeiro de Zona disse...

|

Opinião de um palmeirense anônimo que li e concordei:

"Seedorf é a imagem quase extinta do craque: um jogador reverenciado por seu talento e caráter. Mesmo sendo a estrela da equipe, jogou com o destemor e a vontade de um garoto recém-saído do juvenil. Ao término da partida, tirou a camisa, e nela não se via qualquer tatuagem. Um dorso simples, como sua conduta cotidiana, sem baladas, sem declarações facciosas e ofensivas, sem corte e cor de cabelo diferente a cada semana. Um sujeito que realmente engrandece não somente as cores de sua equipe, mas de todo o futebol, e por que não dizer, dos bons exemplos que o esporte pode oferecer à Cidadania. Ele é um gentleman na acepção da palavra. É uma lição pra estes marrentinhos que mal sairam das fraldas, se julgam como os reis da cocada preta. O cara ganhou tudo, vem jogar no Brasil, de repente poderia dar uns migués, fazer corpo mole, mas ao contrário, justifica até o último centavo o salário que ganha. Eu queria muito ter o prazer de vê-lo vestir e dignificar a camisa do Palmeiras. Parabéns ao Botafogo por tê-lo em seu elenco."

|

Cacau Avila disse...

Emocionante caro Zab.

E é o tipo de opinião que faz bem, vindo de fora. Aqui, principalmente pelo calor dos jogos, nem sempre temos facilidade como beneficiários que somos do fato (a presença do craque) para ter o discernimento correto e colocar tudo em palavras.

Muito marcante o texto do palmeirense.

Eu, particularmente, vejo poucos craques que possam ser comparados ao Seed neste quesito (caráter e espírito de equipe).

Nilton Santos talvez seja aquele que mais se enquadra nesta situação.