Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

A solução final (parte 1): e assim nasceu o Esquemão

Meu camarada Zé Sérgio, jornalista meio carioca meio niteroiense, publicou em três capítulos no site do meu outro camarada e patrão Fábio Lau uma sátira que reflete muito bem o que acontece no futebol brasileiro e que só os mais fanáticos tentam negar. Diz aí, Zé:

A SOLUÇÃO FINAL (parte 1)

- Heil, Himmler!
- Heil, Heydrich!
- O führer Blatter me incumbiu...
- Sei, sei, a Solução Final! Conte com as SS!
- Não dá mais para conviver com essa besteira de paixão pelo futebol!
- Claro. Queremos euros, dólares, marcos, ienes, reais...
- Falando em reais, o Brasil vai aderir ao nosso esquemão...
- Fiquei surpreso, Heydrich! Aquele país de pretos e pobretões hahaha!
- E vamos ter em nosso apoio boa parte daquele pessoal que hoje iria nos vagões direto para os nossos "campos de trabalho"...
- Hahaha, assim você me mata de rir. Arbeit, arbeit, hahaha! Viel arbeit!!!
- Framengo e Curíntia, tá tudo dominado!
- Que futebol que nada!!! Vamos vender muita bolsinha, sapato, blusa, camiseta, tênis, garrafinha de suco, mamadeira, chaveiro, pendrive, refri, boneca inflável...
- Sócio torcedor, hahahaha. Sócio consumidor, isto sim!
- Vamos ganhar nesse megainvestimento. Verba master pros dois ...claro que nossa parte será imensamente maior do que a dos clubes, senão o führer manda fuzilar a gente! Pro resto: Palmeiras, Vasco, Fluminense, Gremio, Cruzeiro, Inter, Bahia, Atletico MG, esses vão ficar felizes com os restos do banquete.
- Mas Botafogo e Santos, kaputt!!! Concorda, Himmler?
- Jawohl! Esses dois times de merda ajudaram a paralisar nosso processo durante décadas com aquela porcaria de futebol-arte!!!
- Um nojo, amigo, um nojo. Falando em arte, você sabe onde estão guardados aqueles rembrandts que a gente roubou?
- Saber eu sei, Heydrich. Mas você não está querendo arranjar confusão com o führer, né mesmo? Olha lá... e cuidado com aqueles tchecos que te pegaram na encarnação passada, hein?
- Auf wiedersehen!

- Como dizem os otários, digo, os torcedores brasileiros, vamos que vamos!!!

3 comentários:

Péricles disse...

Muito engraçado! Morri de rir...

A melhor parte é quando vc cita o Botafogo como exemplo de futebol-arte. O futebol-arte do Botafogo se resume ao período 1957-1968 (quando vcs venceram 1/4 dos seus parcos títulos). O resto é nada.

Já o Santos não, o Santos periodicamente nos brinda com aqueles timaços de "moleques da Vila". Deve ser porque ao invés de viver chorando eles se preocupam em jogar bola...

Marcos Paret disse...

Péricles.

O futebol arte parou com a seleção de 70, que teve igualmente a marca 'Botafogo'.

Não tem como negar. Os mais novos acreditam mas quem for novo e inteligente, pesquisa.

Apagaram as imagens do 6x0 dos arquivos mas assim como as fotos da perereca da Carolina Dieckerman, não tem como apagar tudo da internet.

__________________________

'O futebol arte parou em 1970' (afirmei eu) - você sabe o que dizia Pelé por ter desistido da seleção aos 29 anos, não indo disputar a Copa de 74, na qual teria (ainda) apenas 33 anos?

Claro que não sabe. Seu futebol começou com a Globo.

Péricles disse...

Marcos Paret

Teve futebol arte depois.

Teve a seleção de 82, que se não
tivesse sido "reforçada" pelos perdedores natos das galinhas de MG Luisinho/Toninho Cerezzo (que lembrança amarga) e pelos bambis Waldir Perez/Serginho Chulapa teria ganho aquela Copa com um pé nas costas. Como o técnico era o burro do Telê ele levou essas malas do Atlético-MG e só o Éder jogou bola. Os outros entregaram o jogo contra a Itália.

Aquele time deveria ter jogado assim:

Raul
Leandro
Mozer
Edinho
Junior
Andrade (jamais faria aquela bobagem que o Cerezzo fez...)
Falcão
Zico
Adílio
Sócrates
Éder

Se jogássemos assim, sem centroavante rompedor mas com um ataque de craques teríamos ganho a Copa invictos...

Quanto à Seleção de 70:
Félix (Flu)
Everaldo (Grêmio)
Brito (Vasco)
Piazza (Cruzeiro)
Carlos Alberto (Santos)
Clodoaldo (Santos)
Gerson (São Paulo)
Pelé(Santos)
Jairzinho (Foguim)
Tostão (Cruzeiro)
Rivelino (Corinthians)

e mais o PC Caju. 2 faíscas (1 titular) em 22 jogadores não é muito...