Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Assalto no Alto. Culpa da "Indústria da Multa". E agora?


Muita gente que mora no Grajaú, Tijuca, Vila Isabel e bairros próximos prefere subir o Alto da Boa Vista, para ir à Barra da Tijuca, com medo de passar pela Estrada Grajaú-Jacarepaguá. A estrada nunca tem policiamento e quando a PM está presente é para fazer aquelas "blitzen" que todos conhecem. Só querem saber se o IPVA foi pago ou se o extintor de incêndio está vencido. Como fazem diariamente no Maracanã, próximo ao Viaduto Oduvaldo Cozzi. Autoridade pública só quer moleza para faturar. As multas de trânsito são uma mina de ouro.

Acabo de passar pela estrada do Alto, por volta de 19h30. Não tinha policiamento. Mas o "pardal" estava funcionando. Um absurdo determinar a velocidade de apenas 40km naquele local. O objetivo, claro, é FATURAR com a INDÚSTRIA DA MULTA.

E agora? Depois do que aconteceu com o filho do ex-médico do Botafogo e da Seleção Lídio Toledo ainda vão manter aquele pardal picareta para faturar "um troco" dos motoristas?

Como devia ser bom o Alto da Boa Vista da época dessa foto!

Esqueci de contar que na ida passei pela Grajaú-Jacarepaguá, por volta de 18h. Também não tinha policiamento, mas o "pardal" estava funcionando.

Nenhum comentário: