Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem

Sandro Moreyra, um autor à procura de um personagem
À venda no buscapé em 16 livrarias e em diversas livrarias ao vivo (Clique na imagem acima)

Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Parabéns torcida do Botafogo por aplaudir o time mesmo na derrota

Passei 21 anos vendo o Botafogo jogar partidas memoráveis e não ganhar títulos. Mas nunca deixei de acompanhar o time. Foi o período em que mais fui a jogos do Botafogo em diversos campos. Caio Martins, São Januário, Marechal Hermes... E estava na decisão de 89 do chororô por causa do gol do Maurício. Hoje não pude ver o jogo mas cheguei a tempo de ver o apoio da torcida.
Ah se a bicicleta do Sidão entra!

Sou botafoguense mais do que nunca. Com muito orgulho.

4 comentários:

Marcos Paret disse...

Hoje, ao menos, com o ímpeto por vezes até eficiente do Botafogo e a superioridade técnica do ótimo time do Santos (mormente do meio para o ataque) vi um jogo superior ao segundo tempo que vi do jogo da Arena Palmeiras, quando cheguei em casa do estádio.

Infelizmente, nosso time deu aquela bobeira no início e assim, eles se fecharam e foram segurando o jogo no abafa.

Ainda no primeiro tempo, quando estávamos ainda a todo pano, o juiz não viu o zagueiro adversário tirar uma bola na área com a mão e preferiu dar escanteio, nada que desabonasse a arbitragem, pelo menos no quesito honestidade, já que tecnicamente eles andam de mal a pior.

Vida que segue.

Vitor José Biolchi disse...

DISSE, PC, coisa que um grande botafoguense diria.
A torcida neste jogo, me encheu de orgulho.

Aliás, estes caras que estão aí comandando o Botafogo e, principalmente, o presidente, só não vou chamá-los de GENIOS porque não conquistamos um carioca nestes últimos dois anos e não estamos (ainda) no G4. Pegar um clube arrasado pela incompetência, demagogia, irresponsabilidade, temeridade e sei lá mais o que, é tarefa DE GENTE GRANDE. Hoje o time paga em dia (dirão-me "mas isto é obrigação". mas lhes digo: não foi isto que se viu nos últimos 22 anos, 1993 a 2014); tem jovens e futuros bons jogadores não fatiados com os abutres do futebol ; contratos de médio a longo prazo com bons jogadores (Camilo e outros). Jogadores que não dão certo? Acontece até no Real Madri, com jogadores contratados a peso de ouro... MAS... COM CERTEZA VAMOS FECHAR COM A CAIXA (somente se os "deuses de Carlitos Rocha" estiverem irritados com Estrela mais linda do universo é que pode dar errado; e como os "deuses do Carlitos, nunca se irritam com o GLORIOSO, não há risco); precisamos destes "trocados" para dar continuidade rumo à GLÓRIA maior.

Anônimo disse...

Ótima análise do Vitor José.

Abs
Pablo

Panis et Circenses!!!! disse...

Botafogo tá no caminho certo...


Deixando a rivalidade de lado, to gostando de ver o time foguense e seu jovem técnico.

Sei que vocês não vão concordar, mas o trabalho está dando certo por que a diretoria entendeu que o botafogo não podia ficar pensando como equipe grande tendo um elenco de time mediano.

Tal proposição não é vergonha, vergonha é se achar time grande, gigante igual ao vasco e ser rebaixado 1 ano após subir.

O sucesso atual do flamengo é decorrente dessa filosofia. Lembro em 2013 quando a diretoria assumiu que a filosofia foi justamente essa: cortar despesas desnecessárias( mandar embora vagner love), aumentar receitas e, principalmente, permanecer na serie A pelos dois primeiros anos.

O planejamento foi feito e o flamengo vai terminar o ano com receita maior que sua divida, provavelmente classificado à libertadores, disputando o título com grandes possibilidades de vencer, elenco forte e com grana pra contratar mais "diegos" e "guerreros"...

Não é vergonhoso admitir que a diretoria do botafogo deve seguir o exemplo deixado pelo flamengo.