Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Trocar o Glorioso pelo Sentão é uma tremenda roubada, William Arão

Vamos falar sério: o William Arão não é lá grandes coisas. Mas nesse futebol que temos pra hoje e até mesmo nessa seleção desse mau caráter do Dunga tem vaga. Mas ingênuo e manipulado como quase todo jogador de futebol por essa praga de empresários que se apoderou do futebol brasileiro pode jogar fora a carreira. E ser vítima da praga botafoguense que pega mais do que modismo lançado pela Globo.

Poderia listar um monte de jogadores que deixaram o Botafogo seduzidos por propostas de clubes gaviões que vivem de olho nas coisas dos outros, mas vou citar só uns dois ou três. A começar por Túlio Maravilha. Depois de virar ídolo do clube e colaborar ativamente na conquista do título brasileiro de 95 decidiu ir para aquele cemitério de craques chamado Corinthians. Deu no que deu. Nunca mais foi o mesmo e até hoje fica migalhando por aí o carinho da torcida alvinegra. Que ainda abriga o antigo ídolo mas sempre com o pé atrás. 

Lembram daquele vesgo Clayton, que jogava direitinho no Botafogo, e foi acabar no Sentão? E Maicosuel? Nunca mais foi o mesmo. Dodô idem. Chegou a jogar naquele clube que vira mesas e que vive querendo ser igual ao Botafogo. O outro Túlio, o Guerreiro, verdadeiro ídolo, dispensou esse clubezinho de bairro que só passa do Túnel para ir a jogos no Maracanã. Cadê o Lucas lateral, que chegou a jogar na seleção, e o Gabriel, que fazem figuração no Porco paulista? E o ingrato do Daniel que nunca mais vai passar de eterna promessa no São Paulo? Aliás, esse tricolor paulista é outro useiro e vezeiro de botar olho gordo nas coisas dos outros.

Cadê o Juninho, o Joilson e o Dória? E o Vitinho, que pintava como craque de seleção, e agora é come e dorme no Inter? Pimpão, que nunca passou de um Pimpão, se precipitou e foi ser mais uma lá na casa do cacete.
E o Almir faz um gol aí? Traiu o Botafogo e sifu. Duvido que não esteja arrependido.
E tem mais gente nessa barca. Quem lembrar, manda aí.
E me recuso a acreditar que houve entrega na última terça-feira como andei ouvindo por aí. Ou melhor, por lá, em General.

ps do Blog: precisei realmente limar aquelas mesmices dos sentões que nada acrescentavam ao Blog. Cagações de regra, eternas desculpas para as mutretas e armações, tentativa de botar o Glorioso no mesmo lixo da história em que eles vivem e outros mimimis. Quem tiver alguma coisa nova e consistente pra dizer que diga e eu aprovo. Blablablás aqui não mais. Quem pauta o Blog é o blogueiro e as pessoas interessantes.

Sentão nasceu pra ser sacaneado e não pra sacanear.

16 comentários:

FOGO F disse...

Pois é, PC, entre outras coisas a vocação nata destes tricolores do Rio e de SP que se consideram elite econômica é "pegar nas coisas dos outros".

Marcos Paret disse...

"...Sentão nasceu para ser sacaneado..."

Pois é PC, e pedem né?

Putzz.. conheço alguns com cérebro até privilegiado, gente muito bem formada culturalmente mas vá gostar de ser bajulado (mídia) assim lá no fundo da Lagoa!

Não enxergam nada, não conseguem separar alhos de bugalhos.

Enfim - chega de mimimi mesmo.

______________________________________________

E como se diz lá no blog do JB..

Bora falar de Botafogo.

Acho que se o time não se desligar amanhã e o Rick não inventar lá do banco, uma vitória é possível e assim, outra contra o Bahia aqui, na volta, pode sim garantir o retorno à série A.

Por enquanto, não tenho muito o que dizer do comportamento do 11 em campo. Os caras são muito estranhos, parecem dormir nos jogos ditos fáceis e em outra ponta, recebem um Bragantino que vinha bem e o colocam no seu lugar. Tá muito esquisito isto.

pc guimarães disse...

E já disse e repito: comentários sem conteúdo não serão mais aprovados. Time grande não arma nos bastidores pra conseguir as coisas. O Rio tem 4 times grandes: Botafogo, Vasco, Flu e Fla. Cada um tem a sua história, cada um tem a sua forma de conseguir as coisas. Cada um se orgulha de suas tradições. Chamar qualquer desses times de time pequeno é falta de informação e infantilização. E este Blog é sério e não tem tempo a perder com babaquices e cagações de regras. A trégua acabou.

Rodolfo Fischer disse...

Como perguntar não ofende, alguém saberia me dizer quando foi que o "Sentão" ganhou algum título honestamente?

pc guimarães disse...

E não adiante se vestir de mulher pra xingar as pessoas aqui no Blog e muito menos confundir liberdade de expressão com ofensas pessoais. Querem elogios ao Sentão comprem O Globo, vejam a TV Globo.
Acabou a trégua. Nasceram pra ser sacaneados e não pra sacanear ninguém.

pc guimarães disse...

Também não sei, Fischer.

FOGO F disse...

Está aí a prova de que o Botafogo é o time de maior torcida do Rio de Janeiro e de que o Corínthians é o time de maior torcida no Brasil. O Sentão é o terceiro em número de torcedores no Brasil, atrás de Corínthians e São Paulo e seguido do Botafogo que é o quarto:

Ranking Nacional (venda de camisas, setembro/2015)

1. Corinthians – 28,5%
2. São Paulo – 13,6%
3. Flamengo – 10,5%
4. Botafogo – 7,4%
5. Palmeiras – 7,2%

Já no Rio de Janeiro o ranking de venda de camisas é: o Botafogo lidera com 34,4%, contra 29,9% do Flamengo, 20,2% do Vasco e 9,1% do Fluminense.

Fonte: Blog Na Bola - O Dia Online

Não é isto, sentões?

Marcos Paret disse...

Fogo.. Não somos a maior torcida. A maior está entre eles e o Vasco, já que morro insistindo em que não têm nem vírgula destes tais 30/35 milhões que tanto cantam.

Mais de 60% deste quantitativo vem das noveleiras, namoradas e parentes que não sabem quem é o cara que anda no meio dos jogadores no campo e nem o que vale para impedimento, escanteio ou lateral.

Esta gente, quando os juízes somem, some também da torcida, esconde os panos comprados (e aí vou me explicar sobre camisa) na Uruguaiana.


///Falando agora sobre a venda de camisas///
Eles tanto aprontam por aí que sempre acabam por bagunçar os ambientes. Zonearam os espaços de comentários do Globo, que era um bom forum até que o jornal mudou tudo e ficou um mingau só. No Lancenet, como o jornal precisa, deixam o deles à solta mas prendem os nossos para que não fiquemos batendo muito neles. Não sei se já mudou isto, já que desapareci de lá.

Tentaram tanto zonear aqui que o PC desistiu daquele mimimi.

Mas quando vinham, se rasgavam pq eu lembrava que a um executivo da Nike havia soltado na imprensa que a Adidas iria se arrepender de despejar aquela grana lá na sede que não é deles (é um comodato), já que de cada 10 camisas nas ruas, uma era das lojas (oficial) e 9 do mercado paralelo. Eles só faltaram tentar me achar na rua para passar com o carro por cima.

Tá aí o resultado - Veja que, mesmo com os torcedores modinha, ainda assim têm pelo menos 3 vezes mais torcida do que nós mas estamos em primeiro lugar no Rio.

Cheguei a mandar este link para o PC. Lideramos no Rio, no Maranhão e em Minas, só perdemos para os 2 grandes de lá e alguns times de cidades fortes, com clubes sociais organizados.

Anônimo disse...

Será que a RGT vai convocar aqueles peritos para confirmar se o áudio é mesmo do Sheik?

http://extra.globo.com/esporte/flamengo/audio-vaza-na-web-mas-sheik-nega-ser-autor-de-criticas-canteros-do-flamengo-17861260.html

Só o Dodô foi "flagrado" nesse país por conta de um tal "femproporex" e o Botafogo, mais uma vez, deixou de ganhar um "título de expressão".

Fala Sheik !

Abs
Pablo

FOGO F disse...

Pois é Paret. Mas os sentões sempre utilizam como "argumento" para acreditar na "maior torcida do mundo" dados como esse. Por exemplo, em 20012 vendemos muito mais camisas que o Corínthians, ou então, tivemos mais público no brasileirão de 2013 (não falam que é por causa cda capacidade do Maracanã) etc..

Então podemos usar também: Somos o maior do Rio e o quarto do Brasil. Por que não? Se for para sacaneá-los etá valendo.

O framengo tem bons números nacionais porque tem mais torcida no norte e nordeste. Quando o futebol chegar ao Acre o seringueiro deixará de declarar às pesquisas que tem simpatia pelo framengo. No sul e sudeste os torcedores são mais informados de como o framengo ganha títulos. São mais informados da história do sentão.

Cristian Hofman disse...

Boa noite a todos!
Acho uma pena o blog tomar esse rumo, mas....
Sobre a venda de camisas, sugiro ao amigo que veja o ranking. REAL de vendas das lojas de artigos esportivos,aí terás o choque de realidade.
Se quiser te digo os nomes das principais, sem merchan.

Um abraço!

Saudações do campeão de vendas!

pc guimarães disse...

Cristian: você e framenguistas como você são bem-vindos. Mas baixaria, ofensas e cagações de regras não. O rumo sadio é o que vou me esforçar pra ter de volta no Blog. Isso aqui não é blog ou site de grandes corporações que precisam de cliques para ter anunciantes. O Blog é independente. Você não tem ideia das grosserias e ofensas que tenho monitorado. Perderam a cabeça e estão querendo tumultuar. Criam até novos nicks pensando que vão passar, mas a linguagem é a mesma dos nicks anteriores. Só vai comentar aqui quem souber se comportar de forma civilizada. Escrevi um livro no ano passado, que fez algum sucesso na Midia, com a orelha e o posfácio assinadas por sentões. E dedicado a outros sentões, inclusive meu saudoso pai. Mas ninguém vai pautar nem mandar no Blog. E muito menos ofender quem quer que seja. Disse e repito: quer ler elogios ao mais beneficiado procure os grandes veículos ou os colunistas amestrados e fanáticos.
grande abraço
O Blog vai retomar o rumo das gozações sadias.

pc guimarães disse...

E com licença que acabo de perder mais um amigo. E framenguista.

Anônimo disse...

Uma tal "nassão" que só envergonha o Brasil:

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/marilizpereirajorge/2015/10/1697984-mais-do-que-um-jogo-de-bola.shtml

Conclusão: a NBA não virá mais ao Brasil durante um bom tempo.

Abs
Pablo
PS: Já imaginaram se a Disney resolvesse retalhar os SENTÕES? Estaríamos livres daquela poluição visual nos parques de Orlando...

pc guimarães disse...

Não adianta, Pablo. Não sabem se comportar. Não é só aqui. Mas negam. Viu a desculpa nos comentários? Queriam desestabilizar o time americano. É muita loucura. Os caras vieram brincar e os doidos foram em peso ao estádio achando que aquilo era sério. Gente que nem sabia quantos pontos valem uma cesta. A soberba não tem limites.

Marcos Paret disse...

Christian.. vc, graças a Deus, estudou e tem uma educação digna de nota mas infelizmente (não me queira mal), é muito do mimimi meu parça.

Menos cara! O site trazido aí (também vi no meu face) é altamente confiável.

Para uma dessas aí não tem mimimi que não suma com um bom lenço (e nem precisa ser de linho). Vendemos mais camisas do que qualquer um no Rio (estando na segunda divisão) e no Maranhão.

Temos uma venda muito boa (a melhor dos grandes de fora) em Minas e nem precisaríamos liderar nisso - a torcida dos povudos é umas 4 vezes maior do que a nossa, no mínimo.


Mas não se amorfine: a rica torcida sãopaulina também perde para nós em algumas praças.