Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Dunga, o Indefensável. Paulinho Criciúma

Faço minhas as palavras do ídolo eterno Paulinho Criciúma.

DUNGA, O INDEFENSÁVEL!

Por longo do meu pobre tempo
Defendi Dunga!

Penso que depois de 2010 ele deveria ter continuado a frente da seleção!
Hoje e depois de muito pensar e analisar, cansei!

Dunga é rasteiro quando põe Alisson no gol em lugar de Jeferson
Porque sabemos que o melhor goleiro no Brasil hoje é Jeferson!
Quis justificar o injustificável sobre bolas altas na área de uma
Medíocre Venezuela...
Alisson tem 4 cm mais que Jeferson, 1.93 por 1.89
A justificativa é vazia para não falar vagabunda!

Dunga mente quando em silêncio de segundos
Não responde espontaneamente porque mudou o goleiro!

Dunga é oportunista quando escala Filipe Luís na lateral
quando sabemos que Marcelo é sempre e hoje melhor!

Dunga é um exército bem armado para lá do horizonte dos pampas
Para atacar quem não o ataca!
É fósforo aceso sem motivos!

Dunga é vingativo infantil
Quando não convoca o melhor zagueiro do mundo, Thiago Silva!
É a birra da braçadeira, como criança que reclamou do pirulito vermelho
que não ganhou é reclamou e
Dunga líder, levou a sério coisa tola!

Dunga consegue fazer de laranja um limão amargo!

Mudar goleiro? Lateral? contra um adversário tão incapaz é fácil,
Bancar os mesmos no futuro próximo já não será tão simples!

Dunga não perdeu o vestiário
Porque nunca o teve sem a postura do "medo"
Da cara feia e da agressividade gratuita
Querendo aliviar em frases ou comentários sem graça onde só ele ri!

Hoje não tem nos selecionáveis alguém que possa conversar ao seu ouvido!
Todos, e entendo, apenas o ouve pela conveniência e o prazer de ali estar!

A seleção não jogou nada
Apenas diante de uma seleção horrível
Se impôs pela incapacidade alheia!

Hoje Dunga não me convence
A seleção não convence
O futebol apresentado não convence....

Mas eu me convenci
Que teremos um futuro perigoso
sem falar que as seleções das classificatórias
São todas, todas, ruins!

Não mais é possível defender quem não se defende
Nem aquele que se confunde

Em erros grosseiros, medindo capacidade do talento por centímetros!

13 comentários:

alfredo waknin disse...

Golpe baixo. A convocação do Jeffer"são" tem sido contestada. A imprensa paulista insiste que o Cássio seja o 1 da seleção, a RGT defende o goleiro "dus framengu". No jogo contra o Chile o locutor Luis Carlos Junior perguntou se o fato do Jefferson jogar na série B, poderia prejudicá-lo...Lamentável. Um desrespeito sem tamanho ao profissional que sempre demonstrou ser.

Marcos Paret disse...

Minhas perguntas para uma seleção que não me representa..

Cadê o Philipe Coutinho?

E o Pato, o P. H. Ganso, o Lucas (do PSG)?

Sabendo que a seleção jamais foi um primor de tática mas que sempre destruímos qualquer sistema tático europeu com o talento dos nossos jogadores (um dos maiores exemplos foi a finalíssima da Copa de 2002), podemos saber o porquê de não vermos estes atletas em campo?

Anônimo disse...

Quem barrou o Jefferson foi o Paret.

Explico:

Depois que o PC desinfetou o Blog afastando os ladrilheiros insandecidos que apenas atrapalhavam o bom debate com sequência de posts inúteis e repetitivos, com destaque para o "rei do playground", a grande midia voltou a frequentar o espaço.

Quando o Paret fez um post definitivo sobre a questão do goleiro da seleção, enquadrando um mulambo aqui no Blog, a RGT contra-atacou com essa matéria:

http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-portugues/noticia/2015/10/julio-cesar-diz-que-quer-se-aposentar-no-benfica-me-abriu-portas.html

Na sequência o Dunga barrou o Jefferson para colocar um goleiro inseguro que nunca havia jogado pela seleção. Coincidência?

A RGT não engole o Jefferson por motivos óbvios. E são capazes de tudo, até mesmo forçar a volta do goleiro mais fracassado da história do futebol brasileiro.

Abs
Pablo

Marcos Paret disse...

Quem afastou o Jefferson nos afasta, segundo a história, desde 1912 caro Pablo.

Desde aquela época, vemos, através da boa leitura, como não suportam um time/clube independente, que não se afilia a maracutaias e nem compactua com os podres poderes.

Nunca aturaram um Botafogo forte.

O clube deu parte da sua história pessoal à seleção. Se não ganhamos Libertadores e muito mais Taças Brasil, isto se deveu a passarmos anos anteriores, de Copa e subsequentes sem a metade mais talentosa da nossa equipe.

Atuávamos, em épocas de seleção, com meio time reserva e assim, ganhávamos um campeonato mas não conseguíamos ir bem em outros.

Assim perdemos a Taça Libertadores de 63, só para ficar neste exemplo.

Sabe o que acontece? Se lixam.

Amaral Milhomem disse...

Lembro em 2010 que o Dunga passava todas as coletivas repetindo : comprometimento, comprometimento e etc.... chegava a ser chato e virou motivo de piadinhas à época. Cadê o comprometimento com seus atletas Dunga? Queimando uma turma sem motivo aparente vai tornar essas eliminatórias ( que pra mim será fácil de se garantir pelo nível das outras equipes) difícil de manter o grupo para o que realmente importa: Rússia 2018. Dessa maneira, dá pra se pensar, que realmente exista um certo favorecimento a atletas sulistas nas convocações : vide a esdrúxula opção pelo Gefferson lateral lembram? que foi lamentável só de imaginar! Na minha opinião o arqueiro alvinegro poderia sim ter interceptado o primeiro gol do Chile, mas esperar que seres humanos "nunca" tomarão uma atitude equivocada é, no mínimo, de uma falta de humanidade que beira a idiotice. E um líder precisa de humanidade pra seus comandados se sentirem alguém que realmente faz algo importante em prol de um bem " supostamente" maior. E também lhe falta a mesma atitude ao bancar o Oscar : que contra o Chile destruiu todos os contra-ataques do Brasil tomando decisões errôneas nos momentos chave. O Dunga transforma um copinho de iogurte numa tempestade do século ao minar meio time contra a pobreza futebolística da Venezuela. Espero que Jefferson, Marcelo, Hulk e outros continuem aceitando, por enquanto, essas sandices do Dunga. Por enquanto, porque os dias dele certamente estão contados se continuar dessa maneira treinando a Seleção.

Marcos Paret disse...

Eu bem que avisei.

Em 2013, o Mr. calça apertada (O. de Oliveira) nos deixou sem um título brasileiro difícil mas perfeitamente viável (as derrotas em sequência, no Maraca, para Ponte e Bahia bem provam isto).

Em 2014, com o seu conhecido destempero, Emerson, um ótimo jogador, deixou o elenco à deriva criando panelinhas que, não podendo ser desfeitas ou contornadas por um presidente despreparado, acabaram por nos levar à segunda divisão.

hahaha

O menguitinho juntou os dois no mesmo time.

gtavares disse...

Parabéns ao Paulinho Criciuma, pena que foram poucos que contestaram essa covardia do infeliz Dunga, o CA Torres, foi um que também detonou essa sujeira. Vamos ver quanto vai render a venda do Allison para os bolsos do Dunga e Rinaldi.
GT

Marcos Paret disse...

A Globo esperneia...

http://espn.uol.com.br/noticia/550313_a-clubes-globo-nega-espanholizacao-do-futebol-brasileiro?cmpid=fb-uol


Será que se os números de audiência/dinheiro de P&G, Bebidas, Casas Bahia e afins continuar afinando à média atual, as fortunas dos 3 irmãos será suficiente para cobrir o rombo mundial?

Mais Eikes virão!

Torquemada disse...

Paulinho esqueceu um detalhe fundamental que ilustra perfeitamente a imbecilidade e falta de coerência do anão: por duas ou três vezes ele teve que chamar o Daniel Ameba Alves para a lateral por desfalque de um dos convocados na posição. Seria óbvio concluir que o Daniel seria o reserva, portanto, de um dos dois laterais preferidos do anão. Mas todas as vezes que foi convocado ele entrou como titular!!! Ora, se ele é titular na vaga do titular ausente, por que ele não foi convocado como o reserva, então?

Mutreta, imbecilidade, ignorância, favorecimento... tirem suas conclusões.

Anônimo disse...

Os SENTÕES da RGT ficaram de cabeça quente depois de mais uma surra para o Figueirense ontem e manchetaram com raiva lá no tablóide EXTRA:

"Medíocre" !

Mas, convenhamos, o SENTÃO sem esquema de proteção sempre foi isso que a manchete do Extra retratou. Ou não?

Abs
Pablo

Marcos Paret disse...

Olha aí Pablo!

Tirar um pereba destes aí para dar lugar ao Julio Sete não é problema. O grande problema seria não achar outra desculpa para barrar o Jefferson mais à frente, assim que ele começasse a fazer os seus milagres para esta nossa defesa na seleção.

http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/2015/10/taffarel-exalta-julio-cesar-que-almeja-retorno-selecao-maior-prazer.html

"Não garantir" é eufemismo barato.

Anônimo disse...

Subornos na Copa do Brasil desde 1991?

http://espn.uol.com.br/noticia/550634_j-hawilla-confessa-pagar-propina-desde-1991-suborno-envolve-ate-a-selecao-brasileira

Botafoguenses já sabiam. São os tais "titulos de expressão" que o Botafogo não "ganha"...

Fala mais Hawilla, fala...RGT, Traffic, Hawilla, Ricardo Teixeira, ISL, SENTÃO, "títulos"...tudo conectado.

Alô FBI, libera os arquivos do processo !

Abs
Pablo

Guilherme B. Pacheco Pereira disse...

Há uma coisa no Dunga anterior ao seu "futebol”, como jogador, e anterior ao seu "futebol” como técnico. Dunga se conduz e sempre se conduziu a partir da força, da impulsividade e, pior, da agressividade desmedida. Seu código é o da ameaça. Foi assim em 2010 e está sendo agora. Não é confiável. É burro, não sabe falar, não sabe argumentar, não convence ninguém. Parece mau caráter e covarde. Se conduz como um protonazista. Com ele não iremos longe.

Guilherme