Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

domingo, 8 de junho de 2014

Fluminense tenta imitar o Botafogo e toma uma surra da Itália



Mata-me de rir. Só não tomou de uns 7 ou 8 porque o técnico botou o time titular frio para treinar.

Mania que times comuns como Flu e Fra têm de querer ser Botafogo e Santos e tentar ser internacional.

Este vídeo é imperdível.

17 comentários:

Pablo disse...

A partir daí o Dr. Roberto, já rico e poderoso graças ao apoio à nossa sanguinária Ditadura, determinou que era preciso matar o Botafogo.

Começava a se desenhar o primeiro grande golpe de nossa história. A tomada de General Severiano.

E foram 21 anos de tortura.

Abs
Pablo

Marcos Paret disse...

O Botafogo é o Botafogo, o resto é periferia.

E a oração pró-menguitinho aí ao lado ficou ótima. Lembrei daquelas correntes feitas pelo rádio nos anos 70, na qual o locutor mandava colocar um copo d´água sobre um pano branco na mesa durante a oração.

Os menguitolenses estão precisando muito.

Zabumbeiro de Zona disse...


Faltam 37 dias para o PIOR DO RIO no Brasileirão tentar sair da zona de degola.

19º!

KkkkkkkKkkkKkk...

Thomas Beta disse...


Putz grilla...

Quando a gente pensa que o complexo de vira-latas já atingiu seu ápice os caras me aparecem com essa...

Rapá... a Argentina era ruim, mas tão ruim, mas TÃO RUIM que nem se classificou para a Copa de 70!

Pior ainda, perdeu de 3x1 para a Bolívia!

E olha que essa Bolívia que a gente vê hoje, e que nem está na Copa, é um dream team perto do que era na década de 60.

Olha... eu nem era nascido mas sou obcecado em ler sobre esses anos de chumbo, dos quais 1968 foi certamente o pior. Não é à toa que o Botafogo estava tão bem ambientado naquele ano, exaltado por seus amigos militares e Armando Nogueira.

Os militares estavam com um plano de incremento do patriotismo (haja lavagem cerebral...), sabiam? Naquele ano enganaram os trouxas com todo tipo de balela, tipo que o Roberto Carlos tinha ganho o Festival de San Remo. Ridículo!

E aí, mandavam os jornais publicarem qualquer coisa de vantajosa em relação a outros países, por mais mentirosa que fosse, sabedores do complexo de vira-latas que assola grande parte dos brasileiros (os botafoguenses, então...).

Essa do jogo com a horrenda Argentina exemplifica bem o troço.

E o pior é que passam os anos e essa turma do Charles Borer não muda nada! E sentem orgulho do troço todo!

Êta saudades...

Marcos Paret disse...

E o Botafogo de 1962 Thomas? 1962 é coisa muito antiga? Passado (desmontei a respostinha fácil). 1981 igualmente o é.

em 1981, o mundo era ........



De leeeeveeeeeeeeeeee

Marcos Paret disse...

A propósito de podres poderes e seus desmandos sem controle.


Ligado em Franklin Martins ou, se ele não permanecer na linha, em quem o substituir na seguinte tarefa.


Controle de mídia no país, medida sim complicada mas necessária.

O idéia dos defensores da midida é "partir" a rede engodo em tantos pedaços quantos sejam necessários para lhe tolhir o poder quase absoluto que detém hoje.

______________________________

E tenho que explicar - não sou contra atos antidemocráticos e assim, acho nefasta qualquer tentativa do partido que manda no país de amordaçar a imprensa. Mas, contudo, sou totalmente contrário à situação de um órgão, com poderes com limites estratosféricos, fazendo cabeças, formando opinião e destruindo tudo o que não lhe parece necessário, que é a situação de mídia que vivemos hoje.

rbn disse...

Pode gozar com pau dos outros à vontade, mas a verdade é que aquele apagão do Flu no começo do 2º tempo estragou tudo.

Até então, o jogo foi equilibrado, e o empate seria o resultado mais justo.A diferença foi a eficácia da Itália, que em 6 chutes, meteu 5 lá dentro, sendo o 3º e o 5º "ofertas da casa".

Pra quem gosta de estatística, aí vai, mesmo com um Fluminense desfalcado de 5 titulares:
-57% de posse de bola pro Flu contra 43% da Italia..
-11 chutes do Fluminense contra 6 chutes da Itália
-12 faltas marcadas contra o Fluminense e 15 marcadas contra a Itália.
-4 corners pra cada lado.

Ah, eram os reservas da Itália...

Ok, se fosse contra os reservas do Brasil, era Jefferson, Maicon, Dante, Henrique e Maxwell; Fernandinho, Hernanes e Ramires; Bernard, Jô e William.

Fraquinho, né?

Cristian Hofman disse...

Acho que o futebol dos clubes nada tem haver com seleção e copa do mundo.
Mas como só faíscas só podem tirar onda com as conquistas da seleção, vale a pena ver a matéria especial no Globo de ontem sobre os craques que não levantaram mundiais.
No que tange ao supercraque Zico, eis a emblemática frase:
" Se o Zico não ganhou uma copa do mundo, azar da copa do mundo."
Isso ilustra de forma veemente a limitada visão dos faíscas em relação ao assunto títulos, clubes e seleção.
Acordem!
Srn

Pablo disse...

Nahabeta, nessa época a seleção brasileira era freguês da seleção argentina.

Volta pro playground.

Lá é mais fácil.

Abs
Pablo

Pablo disse...

Ventos de 70 Km/h hoje no Rio derrubaram árvores e postes.

Mas o Engenhão, "esquecido" pela flapress, segue de pé.

E ainda tem gente que acha que a crise do Botafogo foi gerada dentro do clube...

Abs
Pablo

MARCO CAMEJO disse...

Sei lá cara...

Toda vez que entro aqui é esse cheiro de naftalina.


Mario_av disse...

E os Argentinos não sentaram.

Daniel Victor disse...

http://www.fogaonet.com/semcategoria/fa-do-botafogo-torcedor-polones-vai-ao-clube-e-mostra-tatuagem-de-garrincha/

...

Paulo Victor Viana disse...

Obina é melhor que Eto´o (Eto´o, 2014)

Era tudo o que os lunáticos framenguistas queriam ouvir. O pior que muitos colegas aqui do blog vão levar isso a sério em seus argumentos chulos nas caloradas discussões.

http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/06/09/ate-etoo-entra-no-embalo-e-decreta-obina-e-melhor.htm

Marcos Paret disse...

Cristian meu amigo.

Se o zico chupettinha amarelou EM TRÊS COPAS DO MUNDO, ...

...azar da rede Globo.

__________________


E ela não desiste - é garrafinha, é neguebinha, é drogbinha...


:-)

Marcos Paret disse...

Então nos poupe do amistosozinho de 81 Camejo.


Melhor falarmos da TEREZA HERRERA de 1996, sobre a Juventus da Itália E NA CASA DELA.


É antiga mas já foi anos depois. E ainda passamos pela, à época, boa equipe do La Coruña (tinha até titulares da seleção brasileira).

Pablo disse...

Deu no Globo né nahabeta? Matéria "especial" com o "supercraque" amarelão não ganhou nada Zico...

Mata-me de rir.

Abs
Pablo