Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

sábado, 11 de junho de 2016

Brizola na cabeça

Amigos, amigas e tricolores: tenho andado meio sumido, mas sempre atento. É que além do livro do Sandro Moreyra, que está praticamente finalizado, comecei a preparar um livro sobre o ex-governador Brizola e outro sobre o filósofo Leandro Konder. Sabem como é, né? Nós, botafoguenses, somos politizados e intelectualizados. Vamos além do futebol. E este Blog é frequentado por gente fina. Até os nossos framenguistas pensam. Já entrevistei diversas pessoas pro livro do Brizola (ver abaixo). Políticos, jornalistas e outras pessoas que conviveram com o engenheiro. Todas as dicas e sugestões são bem-vindas.

Em tempo: Brizola dizia que era Bangu. 

Como continuo coma mania de blogs, quem quiser prestigiar o blog do Brizola é só clicar AQUI.

Arte: André Hippertt (tricolor)

PCzinho aqui do lado esquerdo do Brizola 

Saturnino Braga, ex-senador e ex-prefeito do Rio (acho que é botafoguense)

Nilo Batista, ex-secretário e ex-governador e vice (framenguista)

7 comentários:

Anônimo disse...

Volta Dilma!

Marcos Paret disse...

Brizola.. para mim, ficou no 1x1 com reservas..

Mas vou ler sim.

Adriano Ferrarez disse...

Satisfação saber que vc está escrevedo um livro sobre o Brizola. Que falta Brizola faz "en esos días" TEMERosos do nosso país. Creio que vc deva abordar no seu livro (quem sabe em um capítulo) os escroques como Marcelo Alencar e Garotinho que Brizola ajudou a projetar. Tive a honra de ver e ouvir Brizola ao vivo na Câmara Muncipal de Muriaé/MG quando estava tomando consciência na minha condição de ser humano nesse mundo.Bom trabalho aí, PC!!! P.S. E o nosso Fogão, hein? Brincadeira, meu velho! Continuemos caminhando e cantando, mas sem Gegê e Diogo Barbosa, por favor!!!

Cristian Hofman disse...

Bom dia!
Deixei de ser esquerda exatamente quando o grande Leonel partiu.Com certeza irei comprar.
Sobre o futebol , acho que o Fla agora patrocinado por a fabricante de isqueiros, pode emprestar a chama para a tocha olímpica e para iluminar a lanterna alvinegra.

Srn!

Anônimo disse...

PC, é verdade que na época do Brizola a bandidagem se fortaleceu, pois ele determinou que a polícia não entrasse nas favelas?

Gero Meneses

pc guimarães disse...

Meu caro Gero. Obrigado pelo comentário. Nos anos 80 e 90 tudo o que acontecia no Rio era culpa do Brizola. O fato de governos posteriores, como o do Moreira e do Marcelo Alencar, abandonarem e destruírem o projeto dos Cieps não comentam ou não sabem. Não pretendo escrever uma ode ao Leonel. Mas vou apurar direitinho para não cometer injustiças. Tem gente que acha que nos morros e favelas só têm bandidos e a polícia pode fazer o que der na telha.
Não é assim. Não era assim. Mas leia o livro quando ficar pronto. Você vai saber a história contada de forma imparcial.

Anônimo disse...

Esse Gero ai deve ser mais um telespectador fiel da Rede Bobo de Televisão, que dá audiência as nefastas novelas e aos Big Bostas da vida e que não tem discernimento em fazer uma critica pessoal. É o famoso maria vai com as outras. O que seu mestre mandar e falar, falaremos todos. O que foi determinado é que a policia entrasse nas favelas e respeitasse o cidadão honesto e trabalhador que existe aos milhares por lá. Porém percebesse que este fato não acontecesse até os dias de hoje. Esse sujeito ai, certamente é mais um daqueles que acham que todo favelado é bandido. A campanha sistemática e odiosa que a Globo fez contra ele, com receio que se Presidente fosse, suas asas poderiam ser cortadas, infelizmente contaminou pessoas como esta aí. Brizola, foi o unico politico que vivenciei que não prometeu. Fez e colocou em prática um projeto educacionaL neste pais. Que infelizmente, por despeito ou inveja ou até mesmo má fé, foi sepultado pelos governantes seguintes. Se não estava como deveria ser, que se aperfeiçoasse e dessem continuidade. Nunca destruir como fizeram. Falasse tanto que o problema deste pais é a educação de base. Pois se isto tivesse tido sequencia, talvez o pais hoje fosse outro.