Livro do Senta

Livro do Senta
Clique na imagem e encomende o seu

domingo, 23 de agosto de 2015

Só contra o Botafogo que juiz marca pênalti e volta atrás


 O nome do safado da vez é Márcio Soares Maciel, o bandeirinha. 

Amigos de bom gosto: reproduzo aqui parte do que publiquei lá no JBlog do Botafogo.

Foto: PC Guimarães

Como estava no campo e não vi repeteco, pergunto a quem viu na tv: que pênalti anulado foi aquele? Só contra o Glorioso que juiz volta atrás e anula pênalti.Por que o juiz não deu cartão amarelo para o goleiro do Paissandu que brecou o jogo o tempo inteiro?

Ricardo Gomes falou no vestiário em outro pênalti não marcado.

A diretoria tem que se pronunciar e fazer uma carga no departamento de árbitros. Por muito menos o Sentão faz isso em todos os jogos que perde.

Foto: PC Guimarães

Mas acho que ele demorou a mexer. Hoje ficou constatado que esse Serginho não pode ser titular do Botafogo. O Camacho não é nenhum Carlos Roberto mas é muito melhor do que o Serginho. Diego Jardel também não foi uma boa opção. O Daniel Carvalho fez um golaço mas me pareceu dispersivo no primeiro tempo e muito cansado no final. Continuo achando que o Neilton vai dar alguma coisa. Vi de perto ele dando entrevistas no final ao lado da sala de imprensa e me pareceu um bom rapaz. Temia que ele fosse um badboy.

E a torcida tem que parar de vaiar jogador com 10 minutos de jogo. Quer vaiar, vaia no intervalo ou no final do jogo.

E vá ter falta de sorte assim lá na pqp.

Vida que segue. Somos botafoguenses e não desistimos nunca.

14 comentários:

Anônimo disse...

Engraçado,contra o América mineiro ninguém reclamou do juiz né? No dos outros é refresco!!
Time fraco e limitado, essa é a verdade e temos grande chance de não subir,botar culpa na arbitragem é disfarçar a incompetência do Botafogo!!

Thomas Beta disse...


Hoje assisti ao jogo. Não iria perder a oportunidade de ver um craque jogar.

Claro que não estou falando dos dois jovenzinhos, um da base do Flamengo e outro da base do Santos, muito menos de algum outro desses craques para consumo interno, tipo o Milharão e outros.

Falo do Yago Pikachu. Vi o jogo contra o Fluzeco e fiquei impressionado. Ajudou demais o time! Até o Roger Florzão reconheceu que o Papão merecia ter vencido.

Infelizmente o desgaste de haver jogado na quinta à noite fez ele e o time jogarem bem pouco hoje. Apenas o suficiente para vencer um adversário que, muito embora descansadaço, já que está alijado de outras competições, é visivelmente inferior.



PS: 52 minutos no primeiro e segundo tempo? Santa ajuda! Deixa eu rir...

Thomas Beta disse...


Falando em desgaste, que coisa... até o lanterna desse troço aí disputa a Copa do Brasil! E só não disputa a Sul-Americana por falta de data! E vcs assim, alijados. Sei não... mas pra mim isso aí está menos para “Glorioso” e mais para “Alijadinho”.

Outra coisa que me impressionou, desde o jogo contra os tricoletas, foi a torcida do Papão. Que beleza! No Engenhão ficou melhor ainda, já que o estádio foi feito sob medida para um time com azul claro na camisa.

Quanto a vcs, não se preocupem. O time é ajeitadinho e tenho quase certeza de que farão o revezamento com o Vasquito, talvez até conquistando novamente o glorioso vice-campeonato da Segundona. Hoje foi no detalhe. Bastava aquela bandeirinha gostosona da estreia e vcs tascavam os três pontos.

Só estranhei duas coisas: a não repercussão da falta de fair play do Alijadinho, tal como houve naquele jogo Fla x Sport, e a não adesão ao exemplo alemão citado pelo PC. Puxa... 20 mil pagantes! Quando terão isso de novo?

Faltou aquela sentada agradecida, não acham?

Thomas Beta disse...


Apenas para esclarecer um detalhe do último comente...

Penso que a cera é algo que vai frontalmente contra o fair play...

Achei mesmo que vcs não deviam ter devolvido a bola pro Papão... mas...

Por que com o Fla é tão diferente?

Já estamos jurados de morte para o jogo de domingo por ter feito a MESMÍSSIMA COISA!

Pode isso, PC? Pode isso, Paret?

Isso também está nas tábuas do Moicézar, às quais o Paret teve acesso exclusivo?


Abraço a todos.

Marcos Paret disse...

Thomas veio com tudo. Derrota do Botafogo e jogaaaaço do maior peruano da história (te cuida Vargas Llosa!), não deu outra.

Mas sem viajem Tomas. O goleiro dos caras, logo após o gol deles, começou a passar mal em campo e por pouco não chamam uma equipe do Albert Einstein.

Marcos Paret disse...

Aliás, já que vistes o jogo Tomas... veja de novo para aprenderes o que é cera.

Anônimo disse...

PC, vergonha o que fizeram nossas "autoridades" em relação ao trânsito no entorno do estádio. Simplesmente abandonaram o controle do trânsito promovendo grande engarrafamento.

Qual o objetivo? Irritar o torcedor?

Sabemos que o trânsito na região é complicado mas com um mínimo de empenho das autoridades sempre melhora.

Alô governador Pezão !

Abs
Pablo

Frederico disse...

Caros Thomas e Paret, concordo plenamente com os 7 minutos em cada tempo acrescidos pelo árbitro. Esse negócio de cera no futebol brasileiro já está passando todos os limites. E também acho que cera é falta absoluta de fair play, portanto, jogador nenhum, de nenhum clube deve devolver a bola ao "cerista". No jogo do Fla contra o Sport o árbitro poderia dar mais três minutos, isso com o Sport com um jogador de linha no gol. No fim do jogo, como citou o Thomas, um atleta do clube pernambucano incitou a torcida contra o Flamengo. Uma vergonha, meu medo não é nem em relação aos pontos em jogo, pois creio que a única coisa que o Flamengo pode fazer é se manter no meio da tabela, o que deve acontecer. Mas tenho receio em relação à atitude dos jogadores em campo e da torcida recifense, já engasgada com a enjoativa querela de 87.

Outro jogo que vai pegar fogo e pode acabar em violência é esse Vasco e Flamengo no meio da semana. A situação calamitosa do Vasco, com jogadores, torcida e dirigentes com os nervos em frangalhos, somadas a "tara" do Eurico em vencer o Flamengo e a necessidade do Fla de dar uma resposta após três derrotas para o rival, podem transformar o Maraca em barril de pólvora. Dentro e fora de campo.

Abraços!!!!

Marcos Paret disse...

Agora, sem querer reclamar da "despenaltização" inventada no último domingo na Arena N. Santos, o nosso time é fraco, o nível é aquele para o que o ano exigia e se estamos junto da liderança praticamente desde o começo, é porque os adversários são de razoáveis para risíveis.

O que o Vasco passa este ano é que explica o porquê de ele ter corrido risco de não voltar no ano passado.

Que não se cometa no fim do ano o mesmo erro de 2003, quando acharam que um ou outro atleta enxertado no elenco faria aquele time bombar. O Sr. Valdo não aguentou o pique da série A, os pernas de pau do elenco se mostraram ante adversários mais cascudos e quase voltamos de novo.

Avançou, subiu para a elite, tem que reformular o elenco doa a quem doer. Não vai ter essa de jogador 'bunitim', que ama a camisa e fica regendo torcida (a Av. Carleto tem se tornado mestre nisso - só nisso e em uma falta a cada 2 meses).

Caju disse...

Ah PC, a Limeirinha perdeu porque o árbrito era "framenguista"...rsrsrs

O "gigante" encolheu e foi dignamente "papado"...rsss

Sem mais delongas, senta na série B!Hehehe

SRN

Caju

Caju disse...

Ah PC, outra coisa... Limeirense vaiando o time é algo até fácil de entender... Difícil foi entender o abandono da torcida no rebaixamento de 2014...hehehe

SRN

Caju

Marcos Paret disse...

Cajuzim de volta.. motivo - uma vitóóóória sobre um "fortissíííímo" S. P.

hahahahaha.

E que gols hein?

Chupa cajuzim! Veio falar de torcida na rodada errada.

Limpador de parabrisas perde.

Marcos Paret disse...

E mais ainda manga ros... ooppss.. cajuzim.

Sobre torcida, publicões, acompanhe o próximo público sãopaulino naquela imensidão do Morumbi, antes de ficar se repetindo.

Pega mal cara. Vc parece ser esclarecido - fica nesta de mantras, parecendo com seus manos de pano de ch.. ééé camisa (hoje tô distraído).

:-)

Cristian Hofman disse...

Meu amigo botafoguista, aceita que dói menos.
A verdade está aí :
O Mengao ganhou o duelo de hexacampeões contra o grande SP, e o botafogo perdeu em casa para o modesto papão da curuzu.

Simples!