terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Quem tem raiva é flamenguista, meu querido Assaf



Roberto Assaf é talentoso, estudioso, conhece futebol, faz sucesso na profissão, trabalha para caramba, escreve bons livros, é bom caráter e gente boa...

Mas é flamenguista.

E, como todo flamenguista, tem complexo de perseguição e acha que todo mundo é contra o Flamengo, tem "raiva" (sic) do time do apito.

Querido Assaf: quem tem raiva é flamenguista. Quem criou uma torcida chamada Fla Madri? Quem criou uma torcida contra o Flu na Libertadores? Quem está sempre anunciando aos quatro ventos que é contra os times cariocas? Quem vive arrumando confusão nos estádios? Ou você esquece do "arrastão" na torcida do Botafogo, no ano passado?

Escreveu o que quis, meu camarada, lê o que não quer. Eu também acho que "o clube da Gávea" costuma vencer grande parte dos seus jogos com a ajuda de arbitragens. Os dois últimos Cariocas principalmente. E isso não quer dizer que tenho raiva.

Responda: por que o Djalma sempre beneficia o Mengo? E o Marcelo de Lima Henrique?

Grande abraço
do amigo e admirador

pc

24 comentários:

Anônimo disse...

"E, como todo flamenguista, tem complexo de perseguição e acha" Tem certeza que é flamenguista que tem mania de perseguíção. Quem cunhou a máxima quen há coisas que só acontecem com o Botafogo? Você tem que procurar um terapeuta, meu velho amigo. Mais amigo do que velho.

PC Guimarães disse...

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. O "há coisas que só acontecem ao Botafogo" tem mais a ver com superstição (não confundir com "Suoer Tição" do que com perseguição. Deu pra entender? Ou você entendeu sem precisar dar?

PC Guimarães disse...

Corrigindo: Super Tição. Meus dedos ficam nervosos com as armações framengueiras.

Anônimo disse...

Crise no clube da beira da lagoa...

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Flamengo/0,,MUL983729-9865,00-EM+REUNIAO+EXPLOSIVA+NA+GAVEA+CLUBE+RUBRONEGRO+LIGA+O+SINAL+VERMELHO.html

vamos a cobertura "raivosa" que a media dará...bom, no caso do BFR não cansaram de falar dos salários, até que todo o time foi embora....

Anônimo disse...

Não é mole não.
Analisar o Fra com raiva não vale para o Sr Assaf, mas analisar e tratar os outros clubes como coadjuvantes do mais querido pode né?

Não dá pra levar a sério um colunista que além de fazer cobertura dos mulambos e ainda é torcedor daquele time falar de parcialidade.

Faria bem ao Sr Assaf se mandasse um recado ao próprio jornal em que escreve criticando a parcialidade de suas capas e conteúdos altamente tendenciosos ao Flamengo como as manchetes mais recentes:
" Fla 5 estrelas", " Rumo ao Tri", ou até mesmo o "3 Pontos na Raça" após a vitória garfada sobre o Friburguense ou a de ontem com um " Imbatível". Teve também "Flamengo vence o Bangu de virada e na Raça" após o penalti mandrake que só o Beltrami viu no Max.

Fala sério né Assaf, desde o começo do carioca só ouço choradeira de flamenguista tentando justificar e maquiar os favorecimentos ao Fla.
Ao invés de se dar o trabalho de escrever uma coluna só pra defender o Flamengo, devia aproveitar o espaço sugerindo uma moralização no futebol carioca a começar pela expulsão de arbitros-torcedores de seu quadro assim como a igualdade de condições para todos os clubes na disputa do campeonato.
Porque não usa sua coluna pra explicar o porque de só o Flamengo fazer 4 jogos no Maracanã e 3 em Volta Redonda no 1º turno?
Porque o Fla não enfrenta os adversários em suas casas e os outros 3 grandes enfrentam.
Fala aí Assaf, explica pra gente.

cont.

Anônimo disse...

Tenho certeza que a maioria dos torcedores não tem raiva nem ódio do Flamengo como pensa o colunista, o que incomoda a todos é a soberba de que são os melhores e os maiores em tudo, o supra-sumo do futebol. É desagradável o fato de que constantemente são beneficiados pelas arbitragens e pelas decisões sempre favoráveis de tribunais e federações.
Vamos ao fatos mais recentes.
- Ajuda de juiz é em quase todos os jogos, se for jogo decisivo então é certeza de apito amigo.
- Inversão de mando de campo a favor do rubro-negro todo ano tem.
Em 2008 foi o único clube a fazer 20 jogos em casa no brasileiro.
Em 2007 teve a maior parte dos jogos adiados até formar um time competitivo pois rondava a zona de rebaixamento. Enquanto o Maracana sofia a milésima reforma os outros clubes da cidade jogavam em outros estádios, mas o Fra não pode.
- O que dizer dos julgamentos dos atletas rubro-negros no STJD com penas mais brandas que os demais clubes?
- E o Carioca 2009 em que o mais querido só joga no Maracnã ou em Volta Redonda?
Botafogo jogou em Saquarema, Xerém e vai jogar em Friburgo neste primeiro turno. Flu e Vasco também jogarão no interior. Mas o Fra não pode jogar fora assim como não pode jogar na altitude e nem no Engenhão.

E o Sr Assaf tem coragem de falar mal da imprensa que sempre enche a bola do seu time ou será que ele se esqueceu que salários atrasados no Botafogo viraram escândalo em 2008 e no Fra que deve dezembro e 13º já com as cotas de TV deste ano adiantadas e sem perspectivas de receitas nem viram notícias?

Então nos poupe né Assaf !

MarvinMep disse...

só um comentário... (que não tem a ver com a raiva ou a roubalheira).

Que história é essa de o Flamengo ser o único time a fazer 20 jogos em casa em 2008? Eu sinceramente não contei os jogos dos adversários (não me interessa esse tipo de fiscalização, aliás não contei nem do Flamengo). O Maracanã ainda é um estádio público, todos os times do Rio que jogam no Maracanã, jogam em casa - inclusive Vasco e Botafogo que têm estádios "próprios" (as aspas são só para o Botafogo). Ou será que desacostumaram do tamanho do campo do Maracanã?

E em 2007, foi uma opção que o Flamengo fez. As opções estavam disponíveis a todos, cada um escolheu o que melhor lhe convinha.


Quanto à não jogar no Engenhão, isso é uma frescura inventada dentro do próprio Botafogo por puro preconceito (nas poucas vezes em que o Flamengo jogou lá, o estádio sofreu menos avarias do que as provocas pelos próprios botafoguenses na maioria dos jogos - essa "estatística" é do próprio Botafogo).

Eu não tenho raiva do Vasco, nem do Fluminense (inclusive vibrei com a possibilidade - não concretizada infelizmente - de ver um Fla-Flu na Libertadores), nem do Botafogo. O Flamengo sempre teve uma rivalidade histórica com o Flu, e uma rivalidade forte com o Vasco. Mas essa nova rivalidade com o Botafogo (que havia serenado na época do Zico com a devolução da goleada histórica) é invenção dos Botafoguenses.

Isso é uma grande besteira! Rivalidade é importante, mas raiva não entra nesse contexto (acho até que foi uma escolha errada da palvra empregada pelo Assaf).

Anônimo disse...

Pimenta nos olhos dos outros é refresco.
No campeonato Brasileiro todos os clubes jogam 38 vezes.
19 em casa e 19 fora de casa.

18 clubes enfrentaram o Botafogo no Engenhão. Inclusive Vasco e Fluminense.
Apenas um único clube não cumpriu o regulamento e conseguiu através de um esquema de laudos da PM e pressão da Ferj e da CBF tirar o jogo do estádio mais moderno do Brasil alegando falta de segurança. Precisa falar o nome do mais favorecido?

Diante deste fato, podemos constatar e afirmar aos que não conhecem matemática que o time da Gávea que adora levar vantagem, fez uma partida a mais em seu campo totalizando 20 jogos.
E o Botafogo pagando o pato jogou 18 vezes no Engenhão.

Aí vem aquela conversa fiada de que o Maracanã é público, é neutro e o escambau. E daí?
Em SP, o Palmeiras manda seus jogos no Parque Antartica, o São Paulo no Morumbi, o Corinthians no Pacaembú. E fazem questão de manter seu mando de campo porque é lá que treinam e usam o fator campo como vantagem.
O Botafogo com o Engenhão é a mesma coisa. Lá é sua casa, é onde joga, é onde treina e onde tem excelente retrospecto.

E pensar que toda essa armação rubro-negra foi pra colocar 27 mil pagantes no Maracanã, ver o Marcelo Lima Henriques ignorar um penalti sobre o Jorge Henrique no começo da partida (como de costume) e depos marcar um penalti a favor do Fla decretando o placar de 1x0.
No fim das contas todo esse esquema de rasgar regulamento, de querer levar vantagem e de roubalheira foi pra ficar fora da Libertadores. Outro mico !
É a prova de que o crime não compensa.

Enquanto isso o Botafogo continua esperando o dia em que o Fla aceitará enfrentar o alvinegro no Engenhão.
Afinal de todos os grandes clubes do Brasil, é o único que fugiu da raia. E olha que o Engenhão esta no nível do mar.
Imagina se fosse na altitude?

Unknown disse...

"O Flamengo sempre teve uma rivalidade histórica com o Flu, e uma rivalidade forte com o Vasco. Mas essa nova rivalidade com o Botafogo (que havia serenado na época do Zico com a devolução da goleada histórica) é invenção dos Botafoguenses."

"Nova rivalidade"!

Quanta falta de informação, Marcio. Desculpe, mas vc deve ser daqueles que acha que o mundo passou a existir a partir do momento em que vc nasceu. É só pesquisar. Vcs sempre tiveram um ódio histórico do Botafogo. Palavras de um presidente de vcs, o Dunshee de Abranches, após aquele jogo em que o Mendonça deu um drible desmoralizante no badalado (pela Imprensa) Júnior. O mesmo Júnior que disse para um amigo meu, num treino da Gávea (eu estava lá e ouvi) que odiava o Botafogo e que ia dar uma porrada no Perivaldo. E deu! Hoje é "garoto (no caso, velho) propaganda" do Mengo na TV Globo.
Antes de vc nascer, o Flamengo era freguês de caderno do Botafogo. Manguinha chegava a fazer a feira antes dos jogos com o Menguinho, dizendo que o bicho era certo. Depois veio a má fase do Glorioso e vcs ganharam espaço e conquistaram os inúmeros títulos suspeitos. Vcs gostavam de ganhar do Vasco que não reclamava das mutretas armadas por vcs ou do Flu, que sempre foi um time sem charme e sem graça. Um time de torcedoras bonitas - e nada mais (se é que se pode chamar isso "de nada mais", né?).
Vá pesquisar, meu caro amigo.
grande abraço

Unknown disse...

Quem assinou o post acima fui eu, pc. Este também. Não sei porque entrou J. Coelho. Deve ser mais uma armação das empresas Globo e da CBF (rs).

MarvinMep disse...

Perdoe-me pela falta de informação... Realmente, não sou tão experiente... Não precisei pesquisar, pois essas histórias todas eu já conhecia. Mas em 30 anos (desde que nasci) essa rivalidade me parece nova, pois, como disse, ela havia serenada desde os tempos do Zico (em início de carreira). Realmente muito provavelmente devido a queda de expressão (pra não dizer sumiço) do Botafogo no cenário fluminense e nacional ao longo desses anos.

Ainda bem que, depois que nasci, o Flamengo passou a dominar o futebol no Rio e por algum tempo (só uns 20 anos) manter a hegemonia nacional. Ainda bem que não preciso, por enquanto, chorar as mágoas de uma suposta hegemonia perdida (pelo menos ainda não tive essa experiência desagradável na vida). Não vale dizer que os 7 títulos nacionais, 30 estaduais, 1 continental e 1 mundial foram conquistados com resultados comprados. Eu não gosto de contar vantagem, mas tem gente que pede.

Mudando de assunto (ou voltando ao assunto original), eu não sabia que o Flamengo era tão poderoso... pelos artigos desse blog e pelos comentários de seus leitores posso entender que o Flamengo tem influência direta e decisiva em:

1- Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro
2- Confederação Brasileira de Futebol
3- Organizações Globo de Comunicações
4- O resto da imprensa (esportiva ou não, escrita, falada e televisionada)
5- Superior Tribunal de Justiça Desportiva
6- Polícia Militar do Rio de Janeiro
7- Clube dos 13
8- Comissão de Arbitragem de Futebol do Estado do Rio de Janeiro
9- Botafogo de Futebol e Regatas

Esqueci de alguma entidade? Será que são os Flamenguistas que têm mania de perseguição? Nem Dan Brown bolaria tamanha paranoia.

Saudações a todos.

P.S.: Esse papo de o que Flamengo não pode jogar no Engenhão, foi iniciado pelo próprio Botafogo, através de seu então presidente, quando o Flamengo precisou "mandar" um jogo lá. Criaram todo tipo de empecilho e argumentos estapafúrdios dizendo que o estádio não resistiria e não comportaria a torcida do Flamengo. No fim, cedeu, e a torcida do Flamengo provou ser mais respeitosa com o patrimônio botafoguense do que os próprios botafoguenses. Fato esse, confirmado pelo mesmo presidente apenas 3 dias depois do jogo. Parece-me que, além de tudo, alguns aqui têm memória seletiva.

P.S.2.: Eu não consigo escrever pouco. Vocês me dão muitos argumentos... Vamos discutir religião? Não, vamos discutir política, que tem menos crença e paixão envolvida. ;)

PC Guimarães disse...

Meu querido Márcio
Se vc tem 30 anos era bem pequenininho quando o Mengão foi campeão da Copa Toyota, num jogo no Japão contra um time de bêbados ingleses, depois de vencer a Libertadores contra times de menor expressão como o Cobreloa. O Glorioso venceu a Conmebol contra o Peñarol, do Uruguai. Não é um torneio de tanta expressão como a Libertadores, mas convenhamos que uma coisa é vencer o Peñarol, outra é vencer o Cobreloa. Mesmo com todas essas "glórias" do Mengão, ninguém dá bola pro clube fora do Brasil, em especial na Europa. Até hoje, meu amigo, na Europa, ainda se fala no Botafogo de Garrincha, Didi, Nilton Santos e cia. E olha que essa turma é um pouco mais antiga do que aquela de Zico, Andrade, Adílio, Carpegiani e cia que vc não deve ter visto jogar. Nos bons tempos do Botafogo, meu time dava shows pelo mundo afora. Nesses bons tempos do Flamengo, seu time ganha campeonatos no Brasil por meios ilícitos. Quantos anos vc tinha quando o Mengão ganhou do Atlético Mineiro após a expulsão de meio time do Galo?
Escreva à vontade. Vc é bem-vindo. Mesmo com o defeito grave.
abs
pc

MarvinMep disse...

Eu era bem jovem, mesmo. Realmente não lembro bem desses "fatos". Mas eu comecei a frequentar o Maracanã bem cedo (aliás, hoje a frequência é até menor). O comentário geral é sobre esses gênios do Futebol, não sobre o Botafogo. Diferente do timaço do Flamengo, que era reconhecido como um time, não como estrelas jogando juntas (não que o time do Botafogo da década de 60 não tivesse sido também um timaço).

E você tem razão, enfrentar o Peñarol é totalmente diferente de enfrentar o Cobreloa. Principalmente, se você considerar o momento, a situação, a época, e diversos outros fatores. Tudo muda muito ao longo dos anos.

A Libertadores de 1981 foi uma armação, escolheram os piores times da América naquele ano só pra perderem para um dos times mais festejados da história (não estou nem dizendo que foi o melhor, porque realmente não foi). Como se aquele time precisasse disso.

Deixe-me apenas atualizar a lista:
10- Confederación Sudamericana de Fútbol
11- Liverpool Football Club

PC Guimarães disse...

Uma observação: o Botafogo teve dois grandes times na década de 60. O de Garrincha, Didi, Nilton Santos e cia; e o de Jairzinho, Palo César, Leonidas e cia. Não vou botar todos os craques aqui pois o textos vai ficar muito grande. O Nei Dias, o Lico e o Nunes, de "um dos times mais festejados da história" (sic), não pegama banco nesses dois timaços do Glorioso. Aliás falar em banco, você viu Cantarelli, Figueiredo, Peu, Anselmo Baltazar e Baroninho jogando? Eram os reservas do "festejado".

PC Guimarães disse...

Paulo César. Não fale em craques, meu nobre Márcio. Fique limitado aos "títulos" suspeitos.

MarvinMep disse...

Pô, aí você está exigindo demais da minha (limitada) cultura futebolística e da minha memória... eu mal vejo os titulares, você quer que eu me lembre dos reservas?! KKkkKkkk

na verdade eu estava justamente falando que não havia tantos craques quanto nos tempos de glória do foguinho, mas que ainda assim os jogadores funcionavam muito bem juntos.

E suspeito todos os títulos são. Basta ter alguém pra suspeitar. E pelo visto sempre vai ter um botafoguense suspeitando dos títulos do Flamengo (até porque não pode comemorar os próprios). O difícil é provar que o Universo gira em torno do Flamengo (se não o Universo, pelo menos as ONZE entidades citadas anteriormente).

PC Guimarães disse...

Então, são 12. Vc esqueceu de incluir o UOL (Universo on line). Sempre duvidei que tinha framengueiro no meio daquela paulistada. E botafoguense suspeitar de títulos (sic) do Flamengo é redundância. Nos dois últimos anos roubaram dois títulos do Glorioso. Cá entre nós, baixinho, sem que ninguém nos escute: você, como flamenguista, não tem vergonha?

MarvinMep disse...

Vergonha? Eu?? De jeito nenhum! Não fiz nada. Tenho convicção de que o Flamengo mostrou futebol suficiente pra ser campeão e, até que se prove o contrário, não temos (eu mesmo, que não tenho!) culpa se um infeliz incompetente (ou mal intencionado) estragou o espetáculo. Quem tem que ter vergonha são as famílias desses caras, e os responsáveis por manterem esses caras em atividade.

Como disse em outro comentário, quero mais é que esses infelizes sejam banidos do futebol tanto quanto você!!

Mas também devo admitir que não me orgulho de títulos duvidosos. Não sou vascaíno, torço pela vitória do meu time e não pela derrota do outro.

P.S. Pô, você foi longe demais na paranoia! Paulista favorecendo o Flamengo é o fim dos tempos!!! Salve-se quem puder!!! :D

PC Guimarães disse...

:-)
Futebol suficiente pra ser campeão! Não esqueça que em 2007 só ganhou a Taça GB porque o Glorioso bobeou em Bacaxá, perdendo um jogo inusitado. E ano passado foi aquilo que se viu. Estou concentrado pra ver a estreia do Zé Roberto. Quem sabe o time do apito possa realmente a jogar um bom futebol! Duro é olhar pro lado e ver o Obina. Pra quem via o Dodô é uma grande diferença.

MarvinMep disse...

KKkkK Coé?! "Obina é melhor do que Eto'o"!! Cruz-credo!! KkkkkKKk

PC Guimarães disse...

Então vamos gritar juntos: "Fica Obina!".

MarvinMep disse...

Pô, falar mal tudo bem... mas ficar agourando assim descaradamente é sacanagem! KKkkkKk

PC Guimarães disse...

:-)

PC Guimarães disse...

:-)